Geografia no cotidiano: ensino médio, 3º ano



Baixar 11.43 Mb.
Página229/239
Encontro18.07.2022
Tamanho11.43 Mb.
#24300
1   ...   225   226   227   228   229   230   231   232   ...   239
Geografia no cotidiano ensino m dio, 3 ano
ticket
e) Resposta pessoal.
f) Resposta pessoal.
CAPÍTULO 12
PÁGINA 256: PARA COMEÇO DE CONVERSA
Respostas sugeridas para as questões:
1. As imagens mostram diferentes situações nas quais a violência é o tema central, de forma que os alunos devem observar as imagens, mas também atentarem-se para as legendas que os orientarão na melhor compreensão do contexto gerador de cada situação.
2. Os alunos devem ser estimulados a discutir como a violência tem interferido na organização do espaço, sendo historicamente utilizada na definição de territórios e no estabelecimento de condutas para as sociedades. Além disso, esse problema tem modificado o modo de vida de muitas pessoas, em especial nas grandes cidades.
3. As formas de violência retratadas são reações a diferentes causas, como disputas territoriais ou de poder, motivações religiosas e culturais, ou aquelas ligadas aos lucros com o tráfico de drogas.
4. Resposta pessoal. A ideia é estimular os alunos a questionarem como a violência pode influenciar, direta ou indiretamente, sua vida. É possível estimular um debate que leve em consideração que a violência em um país longínquo poderá trazer transtornos para grande parte dos países do mundo, pois vivemos um período em que as relações econômicas, sociais e culturais se dão entre povos distintos e são, em maior ou menor grau, interdependentes. O medo é outra temática que também pode ser abordada nesta questão, tendo em vista que nas cidades, e até no campo, muitas populações vivem o temor da violência e isso modifica relações, modos de vida e formas de convivência.
PÁGINA 258: INTERDISCIPLINARIDADE COM HISTÓRIA
É possível promover um trabalho conjunto em aula ou mesmo de pesquisa sobre o processo de resistência por parte do povo que vivia na Palestina contra o domínio do Império Romano na região. Vale dizer que tanto zelotes como sicários entendiam que a libertação do povo só viria mediante a luta armada. Os sicários eram conhecidos por ocultarem punhais sob a roupa. O termo “sicário” vem do latim sica (punhal). Os zelotes (fervorosos), apesar de menos radicais que os sicários, também faziam uso das armas.
PÁGINA 263: INTERDISCIPLINARIDADE COM HISTÓRIA
A constituição do Estado de Israel é um tema tradicionalmente tratado nas aulas de História e,

Página 371


por isso, o(a) professor(a) dessa disciplina poderá desenvolver um trabalho em conjunto, em uma perspectiva de compreensão desse processo e de sua ação no espaço. Sugerimos a leitura de:
As guerras entre Israel e os árabes, de Jayme Brener. São Paulo: Scipione, 1997. (Coleção Opinião e debate);
História da Palestina: dos primórdios aos nossos dias, de Rolf Reichert. São Paulo: Herder/ Edusp, 1972;
A formação de Israel e a questão palestina, de Silvia Szterling. 2. ed. São Paulo: Ática, 2004. (Coleção O Cotidiano da História).
PÁGINA 268: CARTOGRAFANDO

Baixar 11.43 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   225   226   227   228   229   230   231   232   ...   239




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal