Geografia no cotidiano: ensino médio, 3º ano



Baixar 11.43 Mb.
Página206/239
Encontro18.07.2022
Tamanho11.43 Mb.
#24300
1   ...   202   203   204   205   206   207   208   209   ...   239
Geografia no cotidiano ensino m dio, 3 ano
ticket
b) Resposta pessoal.
c) Resposta pessoal.
7. a) São grupos de países que se unem em prol de um interesse comum, geralmente visando facilitar o comércio entre eles através da redução das tarifas alfandegárias.
b) União Europeia (UE) e Nafta.
c) Mercosul. Esse bloco tem, além do Brasil, a Argentina, o Uruguai, o Paraguai e a Venezuela como países-membros. O Chile, a Bolívia, o Peru, a Colômbia, a Guiana, o Suriname e o Equador participam como países associados.

Página 346


d) A Apec, pois se constitui em um bloco que engloba países de diversos continentes.
e) A resposta dependerá da escolha do aluno.
8. a) Resposta pessoal. Espera-se que os alunos levantem hipóteses acerca do fluxo de pessoas infectadas entre os países, levando consigo o vírus.
b) Os alunos devem relacionar o processo de globalização e circulação de pessoas e mercadoria com a dispersão da doença pelo mundo.
CAPÍTULO 3
PÁGINA 50: PARA COMEÇO DE CONVERSA
Respostas sugeridas para as questões:
1. Estas imagens possibilitam ao aluno observar algumas contradições comuns a muitos países. Nas imagens superiores, a contradição reside no fato de haver pessoas vivendo em condições de miséria mesmo em países ricos (imagem do Japão), e pessoas vivendo com alto padrão de consumo em países pobres (imagem da Índia). Nas imagens inferiores, a contradição é que, geralmente, imagina-se que as escolas apresentam boas condições de infraescrutura em países ricos, e condições precárias em países pobres, mas nas imagens observa-se que escola situada na Alemanha, país rico, apresenta más condições, enquanto as escolas localizadas em Cuba, um país pobre, apresentam condições satisfatórias quanto à infraestrutura.
2. É importante estimular o aluno a discutir o fato de que os indicadores sociais são taxas apresentadas por meio de médias numéricas e não representam a realidade de toda a população de um país.
3. Discuta com os alunos o fato de que, nos países ricos, a maioria das pessoas tem melhor qualidade de vida porque tem acesso a educação, emprego, moradia, transporte, saúde etc. Assim, a maioria apresenta boas condições socioeconômicas.
4. Resposta pessoal. Discuta com os alunos os dados que eles já conhecem e que podem expressar a qualidade de vida da população de um país. Estimule o debate sobre o uso desses dados para classificar os países e também para planejar ações públicas e privadas. 5. A resposta dependerá do local em que vivem.
PÁGINA 53: INTERDISCIPLINARIDADE COM HISTÓRIA
A história econômica e suas diferentes interpretações, bem como o desenvolvimentismo que marcou a história do Brasil e de muitos outros países, podem ser aprofundados de forma interdisciplinar. Sobre essa temática, consultar:
História econômica do Brasil, de Caio Prado Jr. São Paulo: Brasiliense, 1973;
História econômica mundial 1790-1970, de Frédéric Mauro. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1973;
Formação do Terceiro Mundo, de Ladislau Dowbor. São Paulo: Brasiliense, 1993. v. 35. (Tudo é História);
Juscelino: desenvolvimento 1959-1962, de Hélio Silva. São Paulo: Três, 1983. (Os Presidentes);
Problemas do desenvolvimento latino-americano: estudos de política, de Hélio Jaguaribe. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1967.
PÁGINA 54: AMPLIANDO CONCEITOS

Baixar 11.43 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   202   203   204   205   206   207   208   209   ...   239




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal