Geografia no cotidiano: ensino médio, 3º ano


Orientações específicas para conteúdos, atividades, abordagens interdisciplinares e temas transversais



Baixar 11.43 Mb.
Página202/239
Encontro18.07.2022
Tamanho11.43 Mb.
#24300
1   ...   198   199   200   201   202   203   204   205   ...   239
Geografia no cotidiano ensino m dio, 3 ano
ticket
3. Orientações específicas para conteúdos, atividades, abordagens interdisciplinares e temas transversais
CAPÍTULO 1
PÁGINA 10: PARA COMEÇO DE CONVERSA
Respostas sugeridas para as questões:
1. O desenvolvimento tecnológico dos meios de transportes ao longo do tempo.
2. Facilitar a locomoção de pessoas, o transporte de cargas e também a troca de informações, tornando os lugares mais conhecidos e integrados.
3. Resposta pessoal. A ideia é fazer com que o aluno construa uma colagem mostrando o papel dos meios de comunicação na transformação do seu lugar, do espaço geográfico por ele ocupado, vivenciado e transformado pelo seu grupo social. Um dos objetivos desta atividade é provocar a ampliação do conceito, abrindo um leque para que ele compreenda que, além dos transportes, os meios de comunicação também influenciam a transformação do espaço. Estimule os alunos a trabalhar com todos os meios de comunicação com os quais têm contato (rádio, televisão, telefone, celular, computadores conectados a internet etc.) relacionando-os com as transformações espaciais. Na internet, é fácil encontrar imagens de objetos antigos e atuais, o que pode facilitar esse trabalho.
PÁGINA 11: SOBRE O ITEM “A CONSTRUÇÃO DO ESPAÇO GEOGRÁFICO MUNDIAL
Neste item, será abordada uma sequência de mapas referentes à expansão territorial de diferentes povos, por isso são de extrema importância a leitura atenta e a análise das representações por parte dos alunos.
PÁGINA 15: INTERDISCIPLINARIDADE COM HISTÓRIA
Sobre o tema, sugerimos consultar:
América Latina de colonização espanhola, de Anna Maria Martinez Correa. São Paulo: Hucitec, 1991;

Página 342


A colonização da África e da Ásia, de Laima Mesgravis. São Paulo: Atual, 1994;
Conquista e colonização da América espanhola, de Jorge Luiz Ferreira. São Paulo: Ática, 1992;
História das colonizações: das conquistas às independências, séculos XIII a XX, de Marc Ferro. São Paulo: Companhia das Letras, 1996.
PÁGINA 22: INTERDISCIPLINARIDADE COM BIOLOGIA, FÍSICA E QUÍMICA
Devido à sua complexidade, a nanotecnologia pode ser abordada de forma interdisciplinar. Sobre o assunto, recomendamos a leitura de:
Aplicações de física quântica: do transistor à nanotecnologia, de Eduardo de Campos Valadares, Esdras Garcia Alves e Alaor S. Chaves. São Paulo: Livraria da Física/Sociedade Brasileira de Física, 2005;
Ciências: dilemas e desafios, de Claudio Angelo Barreto. São Paulo: Salesiana, 2006;
O mundo nanométrico: a dimensão do novo século, de Henrique E. Toma. São Paulo: Oficina de Textos, 2004.
PÁGINA 25: ATIVIDADE FINAL – SÍNTESE E COMPREENSÃO
Respostas sugeridas para as questões:
1. a)
• Porque, embora as pessoas que fazem parte dos diferentes lugares “se globalizem” em virtude do consumo padronizado, do contato com informações do mundo inteiro, elas ainda permanecem vinculadas aos seus lugares, sem ter, necessariamente, o conhecimento real do restante do mundo.
• São as pessoas os agentes do consumo (de produtos e informações) e que possibilitam, portanto, a circulação desses elementos.
• Resposta pessoal.
b) Resposta pessoal.
Sugerimos que cada grupo apresente suas conclusões para a turma. Incentive o debate entre os alunos, abrindo espaço para comentários ao final de cada apresentação.
O texto deve conter as diversas posições dos grupos, para que os jovens aprendam a lidar com a diversidade de posicionamentos frente a uma determinada questão.
Não é necessário que cheguem a uma conclusão única.
2. a) Porque, até então, a maioria dos diferentes lugares se desenvolvia de forma independente e, quando havia uma inter-relação entre os lugares, essa era espacialmente restrita e temporal, como é o caso do Império Romano e da expansão árabe.
b) A colonização de exploração apoiou-se:
• na agricultura monocultora e no extrativismo mineral;
• na adoção de grandes propriedades (latifúndios);
• na subjugação da mão de obra nativa e na escravização da população negra africana;
• na produção voltada a atender os interesses do mercado externo.
A colonização de povoamento caracterizou-se:
• pelo desenvolvimento urbano-industrial;
• pela intensificação do comércio interno;
• pelo predomínio da pequena propriedade policultora;
• pelo estabelecimento do trabalho livre (familiar e/ou assalariado).
3. O fator responsável por essa realidade consiste em uma organização da economia mundial, na qual as empresas buscam países onde a mão de obra é mais barata, transferindo todo seu setor produtivo para essas nações.
Ficam nos países centrais somente os setores administrativos, de planejamento, ou seja, sua sede empresarial. Isso permite às empresas aumentarem suas margens de lucro.
Além disso, nesses locais há matérias-primas mais baratas, isenção de alguns impostos e uma legislação pouco punitiva para os danos ambientais provocados pela produção industrial.

Página 343


4. a) Resposta pessoal. Espera-se que o aluno consiga perceber que o Tio Sam, personagem que representa o governo dos Estados Unidos, está menor que o do banqueiro J. P. Morgan, evidenciando o poder da instituição privada perante o Estado.
Destaque e retome que muitas empresas mundiais apresentam faturamentos anuais maiores que o PIB de vários países do mundo, onde vivem milhões de pessoas em situação de extrema pobreza, evidenciando o poder dessas empresas em seus países de origem. Isso possibilita que elas interfiram na política desenvolvida pelos governos de Estados.
b) O sistema financeiro estadunidense, incluindo o banco Morgan Stanley (um dos maiores do país), precisou recorrer à ajuda do governo dos Estados Unidos, para evitar a falência.
5. A charge mostra alguém que tem investimentos em diversos países do globo; dessa forma, torcer por um time ou por outro especificamente pode gerar conflitos que não seriam interessantes para seus negócios. Por isso, de acordo com a lógica do capital, o Sr. Nivoji é cidadão de “todos” os países, não havendo, para ele, uma preferência como torcedor.
6. O objetivo desta atividade é chamar a atenção dos jovens para hábitos alimentares saudáveis e levá-los a compreender a relação entre tais hábitos e o modo de vida contemporâneo. A tabela deve conter os seguintes dados sobre alimentos: sólidos; líquidos; industrializados; não industrializados.
7. O objetivo desta atividade é mostrar como o conhecimento é determinante para o desenvolvimento da tecnologia. Ressalte que esse conhecimento é um produto histórico, produzido, repassado e adquirido ao longo do tempo, e a escola tem um papel fundamental nesse processo. Promova a pesquisa na internet sobre os diversos institutos de tecnologias existentes no país. Peça que verifiquem o que cada instituto oferece em termos de cursos que contribua para o desenvolvimento da tecnologia no país. Os resultados devem ser apresentados e discutidos em sala.
CAPÍTULO 2
PÁGINA 28: PARA COMEÇO DE CONVERSA
Respostas sugeridas para as questões:
1. Resposta pessoal. Espera-se que alguns pontos da multifacetada globalização sejam apontados pelos alunos, como o intercâmbio econômico e cultural entre os países, a informatização, o desenvolvimento dos meios de comunicação e transporte, que poderão ser utilizados, levando em conta o cotidiano dos alunos.
2. Difusão de hábitos locais, como a culinária, para outras regiões do mundo; pessoas de diferentes raças e etnias no mesmo local; consumo de algo que pode ser encontrado em quase todos os locais do mundo.

Baixar 11.43 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   198   199   200   201   202   203   204   205   ...   239




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal