Geografia no cotidiano: ensino médio, 3º ano


b) aplicar conceitos da Geografia no estudo de características, processos, dinâmicas e problemas do mundo contemporâneo; c)



Baixar 11.43 Mb.
Página179/239
Encontro18.07.2022
Tamanho11.43 Mb.
#24300
1   ...   175   176   177   178   179   180   181   182   ...   239
Geografia no cotidiano ensino m dio, 3 ano
ticket
b) aplicar conceitos da Geografia no estudo de características, processos, dinâmicas e problemas do mundo contemporâneo;
c) possibilitar, ao aluno, a reflexão sobre o contexto geográfico em que está inserido e compará-lo com outras realidades;
d) desenvolver, no aluno, habilidades de leitura e expressão em diferentes linguagens (textual, oral, iconográfica, fotográfica e cartográfica);
e) incentivar as abordagens multi, pluri e interdisciplinares – em consonância com as Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Médio – no momento da discussão de determinados temas e conteúdos da Geografia, os quais favorecem ou requerem a aproximação com outras disciplinas escolares e áreas do conhecimento;
f) oferecer meios para que alunos e professores ampliem seu universo cultural com sugestões de filmes e leituras pertinentes aos conteúdos desenvolvidos na coleção;
g) estimular a pesquisa como princípio educativo, despertando a curiosidade a partir de problemas reais em várias escalas geográficas (local, nacional, global) e a busca de soluções práticas e teóricas;
h) oferecer ao (à) professor(a) de Geografia recursos para desenvolver conceitos e conteúdos da disciplina, sem a pretensão de esgotar as discussões da ciência geográfica, tampouco da geografia escolar;
i) fornecer ao docente dessa disciplina escolar, por meio deste Manual do Professor, material atualizado que contribua para sua formação continuada e orientações práticas para o uso da coleção em sala de aula.
Sugestões de livros, filmes, sites
Livros
1. POZO, Juan Ignacio. Aprendizes e mestres: a nova cultura da aprendizagem. Porto Alegre: Artmed, 2002.
Inicialmente, o livro contextualiza o processo de aprendizagem na atual sociedade da informação. Necessitamos da informação para sobreviver, como precisamos do alimento, do calor e do convívio social. No entanto, vivenciamos uma “obesidade informativa”, daí a necessidade de nos submetermos quanto antes a um:
tratamento capaz de proporcionar novos processos e estratégias de aprendizagem que ajustem a dieta informativa a nossas verdadeiras necessidades de aprendizagem. (p. 36)
Pozo avalia que nosso conhecimento não pode ser o reflexo do mundo. É impossível representar a realidade tal como ela é, seja pela arte, seja pela ciência. Necessitamos de nossas teorias e de nossas experiências para entender e explicar o real, que se torna cada vez mais complexo na sociedade da informação:

Página 310


A cultura da aprendizagem direcionada para reproduzir saberes previamente estabelecidos deve dar passagem a uma cultura da compreensão, análise crítica, da reflexão sobre o que fazemos e acreditamos e não só do consumo, mediado e acelerado pela tecnologia de crenças e modos de fazer fabricados fora de nós. (p. 40)
A aprendizagem é entendida pelo autor como uma categoria natural e não como conceito e, para ser eficaz, precisa:

Baixar 11.43 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   175   176   177   178   179   180   181   182   ...   239




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal