Geografia no cotidiano: ensino médio, 3º ano



Baixar 11.43 Mb.
Página16/239
Encontro18.07.2022
Tamanho11.43 Mb.
#24300
1   ...   12   13   14   15   16   17   18   19   ...   239
Geografia no cotidiano ensino m dio, 3 ano
ticket
ATIVIDADE FINAL
SÍNTESE E COMPREENSÃO
NÃO ESCREVA NO LIVRO!
1. Junte-se com quatro colegas e façam o que se pede:
a) Leiam o trecho a seguir sobre o espaço geográfico, respondam às questões da sequência e discutam seu posicionamento em relação a cada uma delas.
O espaço se globaliza, mas não é mundial como um todo senão como metáfora. Todos os lugares são mundiais, mas não há um espaço mundial. Quem se globaliza mesmo são as pessoas.
Fonte: SANTOS, Milton. Técnica, espaço, tempo: globalização e meio técnico-científico-informacional. São Paulo: Hucitec, 1996. p. 31.
• Por que o autor afirma que “não há um espaço mundial”?
• O que ele quer dizer com “Quem se globaliza mesmo são as pessoas”?
• Você se considera uma “pessoa globalizada”? Justifique sua resposta.
b) Escrevam um texto sobre as conclusões a que vocês chegaram e depois compartilhem com a turma.
2. Com base no que foi estudado no capítulo, responda às questões a seguir:
a) Por que até o momento anterior às Grandes Navegações não havia um espaço geográfico mundial integrado?
b) Caracterize os dois tipos de colonização que ocorreram no mundo a partir das Grandes Navegações.
3. Leia o texto a seguir:
Moro em Portland, Oregon [Estados Unidos], onde a Nike tem a sua sede empresarial. Precisava de tênis novos e comecei a procurar. Pegava um tênis atrás do outro e lia Made in China, Made in Korea, Made in Indonesia, Made in Thailand. Comecei a pedir aos balconistas tênis fabricados nos EUA. Os poucos que não ficaram confusos me disseram que não existem tênis fabricados nos EUA. Telefonei para a Nike e falei com o responsável pelo atendimento aos clientes, e ele me disse que a empresa ainda está manufaturando na Indonésia. Liguei para a sede da L.A. Gear, em Santa Mônica [Estados Unidos]. Eu disse: “Os tênis que vocês produzem são fabricados nos EUA?”. “Fabricados aqui?”, perguntou, espantada, a pessoa que me atendeu. Ela me disse que seus tênis são produzidos no Brasil e na Ásia.
Fonte: TISDALE, Sally. Americanos fabricam os seus tênis em toda parte. Folha de S.Paulo, São Paulo, 2 out. 1994. (Adaptado)
• Após a leitura e análise do texto, responda: Qual é o fator responsável pela realidade revelada por essa moradora de Portland, Estados Unidos? Que motivos levam as empresas multinacionais a instalarem suas fábricas nos países emergentes?

Página 26


4. A charge a seguir remete ao poder das instituições privadas diante do Estado, especialmente em países como os Estados Unidos. Observe a charge, leia a legenda e faça o que se pede.

UDO J. KEPPLER E EMILE RENOUF. A MÃO AMIGA, 1911.
A revista estadunidense Puck Magazine, publicada em 1911, apresentou uma charge fazendo paródia à pintura A mão amiga (1881), do artista plástico francês Emile Renouf: nela, a figura do Tio Sam – representando o Estado – está ao lado do banqueiro John Pierpont Morgan – fundador da J. P. Morgan & Co., representando de onde vinha a base econômica dos EUA na época.

Baixar 11.43 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   12   13   14   15   16   17   18   19   ...   239




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal