Geografia no cotidiano: ensino médio, 3º ano



Baixar 11.43 Mb.
Página157/239
Encontro18.07.2022
Tamanho11.43 Mb.
#24300
1   ...   153   154   155   156   157   158   159   160   ...   239
Geografia no cotidiano ensino m dio, 3 ano
ticket
Interdisciplinaridade História
Terrorismo
Após os atentados ocorridos nos Estados Unidos em 2001, o terrorismo passou a ter uma projeção maior e tornou-se o centro das discussões geopolíticas. Mesmo sabendo que o terrorismo é uma prática anterior a esse período, esse fato marcou definitivamente a história recente do mundo. No dicionário Aurélio, “terrorismo” é definido como:
1. modo de coagir, ameaçar ou influenciar outra pessoa ou de impor-lhe a vontade pelo uso sistemático do terror; 2. forma de ação política que combate o poder estabelecido mediante o emprego da violência.
Fonte: FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda. Novo dicionário Aurélio da Língua Portuguesa. Edição eletrônica. Curitiba: Positivo, 2009.
Para o geógrafo espanhol Horácio Capel, “o terrorismo como arma política tem sido praticado há muitos séculos e às vezes tem sido um ponto de partida para a tomada do poder”.
Não há um marco histórico que delimite seu início. Para alguns autores, ele remonta aos séculos I e II a.C. na resistência à dominação romana na região da Palestina pelos zelotes e sicários, enquanto para outros, sua origem se encontra na guilhotina da Revolução Francesa (1789). Por outro lado, os motivos que levam os diferentes grupos a se posicionarem como terroristas são diversos, assim como suas áreas de atuação.
Guilhotina: instrumento destinado à decapitação, ao corte. Feito de lâmina cortante, foi muito utilizado no século XVIII na França, na decapitação de condenados à morte.
É apenas no período contemporâneo que essa prática se torna global, atuando de forma mais complexa e abrangendo áreas de diferentes países, favorecida pela globalização e pelas possibilidades de mobilidade, de comunicação e de disponibilidade de aparato tecnológico.
O terrorismo se diferencia das guerras porque, em primeiro lugar, estas são institucionalizadas e, por mais cruéis que possam parecer, apresentam normas e regras que buscam amenizar seus efeitos, como poupar a sociedade civil e atender os feridos. O não cumprimento dessas regras se constitui em crimes de guerra, que podem ser julgados e punidos internacionalmente.
Já o terrorismo, até a década de 1980, era compreendido por alguns estudiosos como atos embasados em propósitos políticos, podendo ser classificado em terrorismo revolucionário ou contrarrevolucionário. Enquanto o primeiro se referia aos movimentos terroristas que alegavam lutar pela libertação de grupos oprimidos ou de minorias exploradas, o segundo dizia respeito aos atos terroristas praticados pelo próprio Estado.

SPENCER PLATT/GETTY IMAGES
Em 11 de setembro de 2001, os Estados Unidos foram atacados por terroristas do grupo Al-Qaeda, que sequestraram e lançaram aviões contra um importante símbolo da economia do país, as chamadas Torres Gêmeas, em Nova York. Nesse dia, o Al-Qaeda também atacou o Pentágono (símbolo militar) e tentou atacar a Casa Branca (símbolo político), em Washington. Quase 3 mil pessoas morreram no ataque às Torres Gêmeas.

Baixar 11.43 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   153   154   155   156   157   158   159   160   ...   239




©historiapt.info 2023
enviar mensagem

    Página principal