Geografia no cotidiano: ensino médio, 3º ano



Baixar 11.43 Mb.
Página110/239
Encontro18.07.2022
Tamanho11.43 Mb.
#24300
1   ...   106   107   108   109   110   111   112   113   ...   239
Geografia no cotidiano ensino m dio, 3 ano
ticket
VÁ FUNDO!
Acesse:
Argentina

Site da Embaixada Argentina com dados e informações sobre o país.

Página 184



MARIO YOSHIDA
Fonte: Istituto De Agostini. Atlante Geografico de Base. Novara: Istituto De Agostini, 2013. p. 139 e 143. (Adaptado).

LUCAS CARVALHO/GEOIMAGENS
Buenos Aires, capital da Argentina e importante metrópole latino-americana, 2014.
Como consequência, o crescimento do país, que na década de 1990 era, em média, de 4,9% ao ano, passou a registrar índices negativos e aumento do desemprego, só se recuperando a partir de 2003, com a expansão dos mercados mundiais e a valorização das commodities – que influenciaram também o crescimento de muitas economias latino‑americanas. Mesmo assim, atualmente a economia da Argentina sofre grandes oscilações.
Apesar das diversas crises financeiras pelas quais passou, a Argentina manteve seu IDH muito elevado, com apenas 2,2% de analfabetos adultos e expectativa de vida média de aproximadamente 75 anos.

Página 185


Outros países emergentes: Ásia
Muitos países asiáticos apresentaram forte crescimento econômico nas últimas décadas. Entre eles, estão a Turquia, a Coreia do Sul e alguns países do Sudeste Asiático, que ficaram conhecidos como Tigres Asiáticos. Veja na tabela a seguir dados desses países.

Alguns dados de países asiáticos – 2014

País

Área (km²)

População (hab.)

PIB (trilhões US$)

RNB per capita (US$)

Coreia do Sul

99 720

50,42

1,41

27.090

Cingapura

707

5,47

0,30

55.150

Indonésia

1 904 570

254,50

0,88

3.630

Malásia

329 740

29,90

0,33

11.120

Filipinas

300 000

99,14

0,28

3.500

Tailândia

513 120

67,73

0,40

5.780

Turquia

783 560

75,93

0,79

10.830

Fonte: The World Bank. Disponível em: . Acesso em: 28 jan. 2016.
O apelido de “tigre” foi dado em virtude da agilidade e da competitividade alcançadas por algumas economias asiáticas, incluindo também Hong Kong e Taiwan, durante a década de 1980 e início da década de 1990, com forte desenvolvimento industrial e financeiro. A agilidade e a competitividade são características atribuídas ao tigre, daí a associação com o animal.
Esses países diferem-se dos demais da região por apresentarem uma industrialização relativamente recente, ocorrida por volta da década de 1960, e índices de crescimento do PIB em torno de 7% a 10% ao ano, por vários anos. Os fatores responsáveis pelo grande crescimento econômico foram:
• investimentos estrangeiros expressivos, principalmente dos Estados Unidos;
• política de incentivos fiscais, destinada a atrair capitais de empresas estrangeiras;
• exploração da mão de obra barata e abundante, com jornadas de trabalho prolongadas e “militarização” do trabalhador;
• políticas de incentivo e facilitação das exportações;
• melhoria no padrão de vida da população, o que favoreceu o aumento do poder de consumo.
Ao receber investimentos estadunidenses, a economia sul-coreana, por exemplo, obteve um notável crescimento. Atualmente, seu PIB é centenas de vezes maior do que o da vizinha Coreia do Norte, que ainda se mantém sob regime comunista ditatorial.

Página 186


Na década de 1970, a Coreia do Sul promoveu a modernização de seu parque industrial e em poucos anos o país se tornou um grande exportador de produtos eletroeletrônicos e automotivos.
Empresas desses setores formaram grandes conglomerados – os chamados chaebol –, responsáveis hoje por mais de 50% das exportações do país. Além disso, a Coreia do Sul é um grande produtor de chips para computador, semicondutores e aço laminado.
Esse “milagre econômico” sul‑coreano elevou a renda per capita do país de ínfimos 87 dólares, na década de 1960, para 27 mil dólares, em 2014. Nos anos 1980, o desenvolvimento econômico, assim como ocorreu nos demais tigres, foi surpreendente, sendo interrompido apenas em 1997 e 2008 com as crises que atingiram todos os países da região.
Entre os países do Sudeste Asiático, a Indonésia, por sua população (a quarta maior do mundo) e seu PIB, é o país de maior destaque. No extenso arquipélago que forma seu território está também a maior população islâmica do mundo.
No Oriente Médio, a Turquia apresenta o parque industrial mais desenvolvido e também possui o PIB mais elevado da região. Destacam‑se no país as siderúrgicas, as indústrias de fertilizantes, de têxteis e de alimentos, além das indústrias ligadas à exploração e à transformação do petróleo. A Arábia Saudita, por sua vez, possui uma das maiores reservas de petróleo do mundo, além de ser a maior produtora e exportadora deste produto.

MARIO YOSHIDA
Fonte: Istituto de Agostini. Atlante Geográfico de Base. Novara: Istituto De Agostini, 2013. p. 131. (Adaptado).

Página 187



Baixar 11.43 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   106   107   108   109   110   111   112   113   ...   239




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal