Física para o Ensino Médio Gravitação, Eletromagnetismo e


as cargas se rearranjam sobre a superfície



Baixar 3.85 Mb.
Pdf preview
Página43/134
Encontro10.08.2021
Tamanho3.85 Mb.
1   ...   39   40   41   42   43   44   45   46   ...   134
as cargas se rearranjam sobre a superfície e o corpo atinge o equi-
líbrio eletrostático. Logo, não existe excesso de carga no interior do 
condutor e, portanto, 
em seu interior o campo elétrico é nulo. Se o 
campo elétrico é nulo, uma carga não sofre força nenhuma, indepen-
dentemente de qual região interna do condutor ela esteja. Se não há 
força, então temos que o 
potencial elétrico no interior do condutor 
é constante e igual ao da superfície.
O fato de as cargas se acumularem na superfície do condutor foi 
demonstrado em 1729, por Stephen Gray, ao carregar cubos feitos de 
material condutor. Tanto os cubos ocos quanto os maciços apresenta-
vam as mesmas propriedades elétricas, indicando que o miolo do corpo 
não continha carga nenhuma. Em 1767, Joseph Priestley mostrou que, 
quando dentro de um corpo condutor oco fosse colocado um objeto com 
carga elétrica, este não sofreria força elétrica alguma.
 Na
 região externa ao corpo carregado, seja ele isolante ou con-
dutor, tanto o campo quanto o potencial elétrico se comporta como se 
toda a carga estivesse concentrada num ponto no seu centro. Em outras 
palavras, para pontos externos ao corpo é indiferente se as cargas es-
tiverem distribuídas por todo ele ou se estivessem contidas em apenas 
uma partícula. Como as linhas de campo elétrico se orientam de forma 
radial em relação à partícula com carga, no caso de 


Compartilhe com seus amigos:
1   ...   39   40   41   42   43   44   45   46   ...   134


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal