Física para o Ensino Médio Gravitação, Eletromagnetismo e


partículas a de 4 MeV na água (massa específica da água: 1,00 g/cm



Baixar 3.85 Mb.
Pdf preview
Página118/134
Encontro10.08.2021
Tamanho3.85 Mb.
1   ...   114   115   116   117   118   119   120   121   ...   134

partículas a de 4 MeV na água (massa específica da água: 1,00 g/cm
3
) é
a) 1,92 x 10
3
 cm
b) 3 cm
c) 1,92 cm
d) 3 x 10
-1
 cm
e) 3 x 10
-3
 cm


Prof. Cássio Stein Moura
240
20. (UFRGS) A radioatividade é um fenômeno em que átomos com 
núcleos instáveis emitem partículas ou radiação eletromagnética para 
se estabilizar em uma configuração de menor energia.
 
O esquema abaixo ilustra as traje-
tórias das emissões radioativas a, b
+
, b
-
 e g 
quando penetram em uma região do espa-
ço onde existe um campo magnético uni-
forme 
B que aponta perpendicularmente 
para dentro da página. Essas trajetórias se 
acham numeradas de 1 a 4 na figura.
 Sendo 
a
 um núcleo de hélio, b
+
 um 
elétron de carga positiva (pósitron), b
-
 um 
elétron e g um fóton de alta energia, assinale a alternativa que identifica 
corretamente os números correspondentes às trajetórias das referidas 
emissões, na ordem em que foram citadas.
a) 1-2-4-3
b) 2-1-4-3
c) 3-4-1-2
d) 4-3-2-1
e) 1-2-3-4
21. (UFRGS) O PET (Positron Emission Tomography ou tomografia por 
emissão de pósitron) é uma técnica de diagnóstico por imagens que per-
mite mapear a atividade cerebral por meio de radiações eletromagnéti-
cas emitidas pelo cérebro. Para a realização do exame, o paciente ingere 
uma solução de glicose contendo o isótopo radioativo flúor-18, que tem 
meia-vida de 110 minutos e decai por emissão de pósitron. Essa solução 
é absorvida rapidamente pelas áreas cerebrais em maior atividade. Os 
pósitrons emitidos pelos núcleos de flúor-18, ao encontrar elétrons das 
vizinhanças, provocam, por aniquilação de par, a emissão de fótons de 
alta energia. Esses fótons são empregados para produzir uma imagem do 
cérebro em funcionamento.
Supondo-se que não haja eliminação da solução pelo organismo, que por-
centagem da quantidade de flúor-18 ingerido ainda permanece presente 
no paciente 5 horas e 30 minutos após a ingestão?


Física para o Ensino Médio – Física Moderna
241
a) 0,00%.
b) 12,50%.
c) 33,33%
d) 66,66%.
e) 87,50%.
22. (UFRGS) Quando se faz incidir luz de certa frequência sobre uma 
placa metálica, qual é o fator que determina se haverá ou não emissão 
de fotoelétrons?
a) A área da placa.
b) O tempo de exposição da placa à luz.
c) O material da placa.
d) O ângulo de incidência da luz.
e) A intensidade da luz.
23. (UFRGS) Em 1999, um artigo de pesquisadores de Viena (M. Arndt e 
outros) publicado na revista Nature mostrou os resultados de uma expe-
riência de interferência realizada com moléculas de fulereno – até então 
os maiores objetos a exibir dualidade onda-partícula. Nessa experiência, 
as moléculas de fulereno, que consistem em um arranjo de 60 átomos 
de carbono, eram ejetadas de um forno e passavam por um sistema de 
fendas antes de serem detectadas sobre um anteparo. Após a detecção 
de muitas dessas moléculas, foi observado sobre o anteparo um padrão 
de interferência similar ao do elétron, a partir do qual o comprimento de 
onda de de Broglie associado à molécula foi medido. Os pesquisadores 
verificaram que o comprimento de onda de de Broglie associado a uma 
molécula de fulereno com velocidade de 220 m/s é de 2,50 x 10
-12
 m, em 
concordância com o valor teoricamente previsto.
Qual seria o comprimento de onda de de Broglie associado a uma molé-
cula de fulereno com velocidade de 110 m/s?
a) 1,00 x 10
-11
 m.
b) 5,00 x 10
-12
 m.
c) 1,25 x 10
-12
 m.


Prof. Cássio Stein Moura
242
d) 6,25 x 10
-13
 m.
e) 3,12 x 10
-13
 m.
24. (UNIPAMPA) Nas noites frias de inverno, o fogo de chão é motivo 
para aproximar os gaúchos. Entre um chimarrão e outro, animada pelos 
acordes de uma velha gaita, a conversa corre frouxa, fazendo desse 
encontro não só o aquecimento dos corpos, mas dos próprios corações.
De acordo com seus conhecimentos sobre física moderna, é correto afir-
mar que a energia dos fótons
a) é maior, na região do visível, do que na região do raio X.
b) independe da frequência da radiação .
c) é menor, na região do infravermelho, do que na região do ultravioleta.
d) depende de sua massa de repouso.
e) depende da sua velocidade.
f) I.R.
25.  (UNISC)  O  efeito  fotoelétrico,  conhecido  desde  o  fim  do  século 
XIX, consiste na incidência de um feixe de luz sobre a superfície de 
determinados metais, arrancando fotoelétrons desses materiais. Sobre o 
efeito fotoelétrico, são feitas três afirmativas:
I- Existe uma frequência limite da luz que incide no metal, abaixo da qual 
os fotoelétrons não são ejetados.
II- Frequências limites diferentes estão associadas a metais diferentes.
III- Abaixo da frequência limite também pode ocorrer o efeito fotoelétrico, 
bastando, para isso, aumentar a intensidade da luz que incide sobre a 
superfície do metal.
Assinale a alternativa correta.
a) Somente a afirmativa I está correta.
b) Somente a afirmativa II está correta.
c) Somente a afirmativa III está correta.
d) Somente as afirmativas I e II estão corretas.
e) Todas as alternativas estão incorretas.


Física para o Ensino Médio – Física Moderna
243
26. (UFCSPA) O isótopo de 
4
Be é instável e decai em duas partículas alfa 
(núcleos de hélio de massa m = 6,68 x 10
-27
kg) liberando uma energia 
de 1,5 x 10
-14
 J. O módulo das velocidades das duas partículas alfa, 
supondo que o núcleo de 
4
Be se encontra inicialmente em repouso é
a) V
a
 = 4,5 x 10
-6
 m/s.
b) V
a
 = 3,0 x 10
-6
 m/s.
c) V
a
 = 1,5 x 10
6
 m/s.
d) V
a
 = 6,5 x 10
6
 m/s.
e) V
a
 = 2,5 x 10
6
 m/s.
27. (PUCRS) Dispositivos conhecidos como células fotovoltaicas conver-
tem energia solar em energia elétrica e funcionam baseados no chamado 
efeito fotoelétrico, cuja explicação foi apresentada pela primeira vez, por 
Albert Einstein, em 1905. Sobre as células fotovoltaicas, é correto afirmar:
a) A exposição à luz causa o aquecimento dessas células, fornecendo 
energia térmica suficiente para movimentar cargas elétricas.
b) A luz solar causa a decomposição química dos átomos da célula, 
enviando prótons para um lado e elétrons para outro.
c) A carga elétrica é atraída pelo campo eletromagnético da luz, produ-
zindo corrente elétrica.
d) Pacotes de energia luminosa incidem sobre uma placa metálica, libe-
rando elétrons.
e) A radiação solar produz o decaimento dos núcleos da célula foto-
voltaica, liberando energia.




Compartilhe com seus amigos:
1   ...   114   115   116   117   118   119   120   121   ...   134


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal