Fazendo gênero na história ensinada: uma visão além da (in)visibilidade



Baixar 3.72 Mb.
Encontro12.12.2021
Tamanho3.72 Mb.
#20238
Apresentacao Historia puc

Fazendo gênero na história ensinada: uma visão além da (in)visibilidade

Matheus Nara


Juçara Luzia Leite

Juçara Luzia Leite

Possui Pós-doutorado em História junto ao PPGH/ Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ).Doutorado em História Social pela Universidade de São Paulo (USP). Mestrado em História pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Licenciatura em História pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) . Bacharel em Psicologia pela Universidade Vila Velha (UVV). Atualmente está aposentada como Professora Titular da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) onde é membro do quadro de professores permanentes do Programa de Pós-Graduação em História - mestrado e doutorado (PPGHis - UFES).

O QUE ESTAMOS ENSINANDO?

O que é a noção de gênero?

Como a noção de gênero se relaciona ao ensino de história?

Como usar o livro didático e trabalhar com gênero na escola?

A noção de gênero ajuda a repensar a escola?

Noção de gênero:

A noção de gênero diz respeito a uma identidade sociocultural atribuída a cada sexo, influenciando os comportamentos do homem e da mulher. Dessa forma, o gênero, longe de ser um fenômeno estático, interage com outras expressões culturais de uma determinada sociedade (como raça, religião, idade, classes sociais, etc.) que também participam da construção de identidades, uma vez que só existe se for culturalmente construído, o gênero ultrapassa as questões de sexo (simples determinante físico e anatômico dos seres humanos).

“Problematizar como as mulheres vêm lutando para superar um sistema no qual eram submissas e exploradas e conseguiram se tornar visíveis na História faz parte do processo de construção de uma análise crítica sobre os usos do passado. Desvelar a História da Mulher no ensino de História inclui problematizar também outros aspectos e relações relativos à vida privada, como, por exemplo, a História da Infância e da Família (e os próprios conceitos de infância e família). A noção de gênero faz parte dessa História.”

(LEITE, 1990, p.197)

Gênero e Ensino de História: as fontes e o sujeito (in) visível

Como trabalhar história e gênero no ensino fundamental?

Utilização de diversas fontes

PARA NÃO CONCLUIR... Ainda há muito o que se fazer.

“Buscar fontes e planejar seu trabalho não é tarefa fácil, mas faz parte da profissionalização do professor e do redimensionamento de sua prática. As práticas docentes estão sempre inseridas em um cotidiano que pode – ele mesmo – ser visto como um corpo documental único, e, dessa forma, propiciar a construção de uma compreensão de que professor/a e aluno/a são sujeitos da História, isto é, escrevem, dia a dia, sua(s) própria(s) história(s). Se a História ensinada refere-se ao presente – uma vez que trata do estudo realizado no presente dos registros das ações, sensibilidades e sentimentos do homem (em sociedade) através dos tempos e em diferentes espaços – também se refere aos usos do passado nesse presente de todos nós e à possibilidade de construção de uma sociedade mais tolerante, mantenedora da Paz e da Dignidade Humana”.

(LEITE, 1990, p.210)


Baixar 3.72 Mb.

Compartilhe com seus amigos:




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal