Faculdade de letras universidade do porto


Desmitologização da Figura Paterna



Baixar 0.57 Mb.
Página33/42
Encontro08.02.2022
Tamanho0.57 Mb.
#21499
1   ...   29   30   31   32   33   34   35   36   ...   42

Desmitologização da Figura Paterna

Para saber a verdade sobre o seu progenitor, o narrador “filho da cozinha” tem de sair e também aqui se dá uma desmitologização da figura do pai, pois quem encontra é alguém que não faz a mínima ideia do que fez à cozinheira por ocasião do primeiro soufflé. E, de soufflé em soufflé, chegamos às revelações finais: a governanta tinha ciúmes da cozinheira – “Então, essa é que era a verdade! A desprezível governanta só transmitiu metade da mensagem!” (página 80 do presente volume)

Finalmente, qual opereta, há uma espécie de “da capo” que é, para o narrador, revelador da verdadeira natureza do duque: “Ele aproxima-se, sorrateiro, por detrás dela, o dedo indicador contra os lábios, exprimindo cautela e silêncio”. A repetição quase exata do gesto original trai o duque, revelando a sua verdadeira identidade.

“É, compreendem, a altura de colocar o tempero. E agora a caiena vai em quantidade suficiente. Nem mais um grão. Hurra! Este soufflé vai ficar - aceno com o círculo que fiz com o indicador e o polegar, simulo um beijo.”





Baixar 0.57 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   29   30   31   32   33   34   35   36   ...   42




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal