Estudo do meio – cidades históricas de minas gerais – colégio antares dia 1 tiradentes


PALÁCIO DOS GOVERNADORES/ MUSEU DE CIÊNCIA E TÉCNICA DA ESCOLA DE MINAS



Baixar 199.53 Kb.
Página8/21
Encontro17.03.2020
Tamanho199.53 Kb.
1   ...   4   5   6   7   8   9   10   11   ...   21
PALÁCIO DOS GOVERNADORES/ MUSEU DE CIÊNCIA E TÉCNICA DA ESCOLA DE MINAS

O Palácio dos Governadores foi construído no mesmo local onde funcionou anteriormente a Casa de Fundição e Moeda. Entretanto, foram realizadas à época apenas algumas obras provisórias de adaptação da antiga construção, ainda em pau-a-pique. A nova edificação, em pedra e cal, tem início a partir de 1741. A obra principal foi arrematada no mesmo ano, com Manoel Francisco Lisboa. O material empregado nas obras, como a pedra de alvenaria, pedra de cantaria, cal de argamassa, mármore Ojô, telhas de barro, dentre outros, procedeu das localidades próximas de Ouro Preto. O término da obra principal deve ter ocorrido por volta de 1747. Reinstalou a Casa de Fundição na parte térrea do próprio prédio, além da Contadoria e Junta da Fazenda, Casa do Corpo da Guarda e Secretaria do Governo. Em 1803, os serviços da Casa de Fundição e da Contadoria e a Junta da Fazenda transferiram-se definitivamente para a denominada Casa dos Contos. O Palácio dos Governadores serviu de moradia oficial a todo os governadores da capitania e província de Minas Gerais até 1898. Essa mesma casa hospedou, por duas vezes cada um, os dois Imperadores do Brasil. Com a mudança da capital do Estado para Belo Horizonte, em 1897, o prédio passou a ser sede da Escola de Minas e Metalurgia, criada em 1876, pelo Imperador Pedro II.

Primitivamente o prédio era composto por um quadrilátero central, cercado pelas muralhas, com terraços para artilharia, guaritas, saguão e outros complementos militares, à feição de uma fortaleza. Depois de tornado sede da Escola de Minas, o antigo Palácio dos Governadores foi objeto de várias modificações, tendo sido acrescido de inúmeras construções anexas. Os antigos pátios e o quintal, encheram-se de construções, onde foram colocadas máquinas para o ensino prático da metalurgia. Dos antigos terraços restaram apenas as guaritas como ornamento na frente do edifício.

Nas salas de frente da Escola de Minas ( hoje Faculdade Federal de Minas e Metalurgia ) foi instalado um Museu de Mineralogia de caráter universal, cujo acervo é considerado um dos mais complexos e notáveis do mundo




Compartilhe com seus amigos:
1   ...   4   5   6   7   8   9   10   11   ...   21


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal