Esferas2-parte1-miolo-001-208. pdf



Baixar 32.12 Mb.
Pdf preview
Página353/371
Encontro24.07.2021
Tamanho32.12 Mb.
#16544
1   ...   349   350   351   352   353   354   355   356   ...   371
CAMPOS ESFERAS2-PARTE1-MIOLO-001-208
CAMPOS ESFERAS2-PARTE1-MIOLO-001-208
Cortinas abertas
Representando a comédia de costumes
Agora é hora de você mostrar seus dotes de interpretação. Prepare-se para entrar em cena ou 
ficar nos bastidores.
Procure  estas  comédias  de  costume  de  Martins  Pena,  que  circulam  na  internet  ou  em  edi-
ções populares: O judas em sábado de AleluiaO noviçoOs dous ou o inglês maquinista.  
D2_POR_EM_3046_V2_P1eP2_LA_001_368.indb   193
12/8/16   5:35 PM


194
Capítulo 14 – Gênero dramático
São textos fáceis de montar, porque as cenas se passam em um único ambiente e as personagens 
são divertidas.
Com a ajuda do(a) professor(a), organizem-se em grupos para escolher uma delas e apresentar 
para outro grupo ou para outras classes. Considerem as seguintes orientações:
•  Façam a leitura atenta do texto escolhido, para planejar o cenário, o vestuário, as personagens, a 
iluminação e a sonoplastia.
•  Distribuam os papéis pelos membros do grupo: atores, diretor, equipe de produção de cenário, 
maquiagem, equipe de luz e de som e o “ponto” — um auxiliar de cena que fica escondido do 
público, recordando aos atores suas falas, caso seja necessário.
•  Façam alguns ensaios. Eles são necessários para ajudar os atores a representar com expressi-
vidade suas personagens (movimentação na cena, gestos, tom de voz, olhares) e organizar o 
cenário em sintonia com som e luz.
•  No dia marcado para a apresentação, a equipe de cenário e sonoplastia deve organizar o espaço 
combinado com o(a) professor(a), enquanto os atores preparam o vestuário e a maquiagem e 
repassam as falas.
•  Depois da apresentação, reúnam-se para uma avaliação da atividade, levando em conta todos os 
passos realizados.
Observações
•  Os atores devem decorar seus papéis com antecedência; se no dia da apresentação alguma parte 
for esquecida, eles precisam disfarçar até que o “ponto” possa ajudá-los.
•  É importante fazer um ensaio geral com todos os recursos antes da apresentação oficial.
•  Lembrem-se de que todas as funções são igualmente importantes — do diretor ao maquiador
todos são fundamentais para o bom resultado da apresentação.
• Se for possível, convidem parentes e amigos para a estreia.
Leia o que diz Bráulio Tavares:
A Tradição é um imenso caldeirão de ideias, histórias, imagens, falas, temas e motivos. 
Todos bebem desse caldo, todos recorrem a ele. Todos trazem a contribuição de seu talento 
individual, mas cada um vê a si próprio como apenas um a mais na linhagem de pessoas 
que contam e recontam as mesmas histórias, pintam e repintam as mesmas cenas, can-
tam e recantam os mesmos versos. Histórias, cenas e versos são sempre os mesmos por 
força da Tradição, mas são sempre outros, por força da visão pessoal de cada artista.
Um folheto de cordel e uma peça de teatro têm, além disso, um elemento em comum: 
são obras de Literatura Oral que só se transformam em livros por questões de ordem prá-
tica: preservação e transporte do texto. Mas um folheto de cordel é feito para ser recitado 
em voz alta; uma peça é feita para ser encenada por atores.
TAVARES, Bráulio. Tradição popular e recriação no Auto da Compadecida. In: SUASSUNA, Ariano.  

Baixar 32.12 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   349   350   351   352   353   354   355   356   ...   371




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal