Escola superior de enfermagem do porto



Baixar 340.33 Kb.
Página2/32
Encontro30.06.2021
Tamanho340.33 Kb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   32

ÍNDICE





ÍNDICE 14

INTRODUÇÃO 17

PARTE I - ENQUADRAMENTO TEÓRICO 22

1.Diabetes Mellitus tipo 2: Diagnóstico e vigilância de Saúde 22

1.1.Conceito, diagnóstico e classificação 23

2.Cuidar a pessoa com Diabetes Mellitus Tipo 2: Teorias e Modelos de Educação para a Saúde 28

2.1. Modelo de Transição 28

2.2. Teoria do Autocuidado 30

2.3. Teoria da Autoeficácia 33

3. Modelos de educação para a saúde em Diabetes Mellitus tipo 2 37

3.1. Modelo educacional clássico (MEC) 41

3.2. Modelo educacional baseado no empowerment (MEBE) 43

PARTE II - METODOLOGIA 50

1. Questão e objetivos do estudo 50

2. Desenho de investigação 51

2.1. Programa “Viver em Harmonia com a Diabetes” 55

3.Hipóteses de investigação 57

4. Operacionalização das variáveis 58

5. Meio, população e amostra 60

5.1. Caracterização sociodemográfica da amostra 61

5.2. Caracterização clínica da amostra 63

6. Instrumento de colheita de dados 66

6.1. Escala das Atividades de Autocuidado com a Diabetes 66

6.2. The Diabetes Empowerment Scale – Short Form (DES-SF) 67

6.3. Brief Ilness Perception Questionnaire (Brief-IPQ) 68

6.4. Questionário Sociodemográfico e clínico 69

7. Procedimentos formais e éticos 69

8. Tratamento e análise de dados 70

PARTE III – DADOS E RESULTADOS 72

1. Apresentação dos resultados intra grupos no M0 e M1 72

72

1.1. Crenças em saúde 72



1.2. Marcadores clínicos 75

1.3.Autocuidado 76

1.4.Autoeficácia 79

2. Apresentação dos resultados inter grupos no M0 e M1 79

2.1.Autocuidado 80

2.2. Autoeficácia 81

PARTE IV - DISCUSSÃO 83

PARTE V - CONCLUSÃO 96

BIBLIOGRAFIA 100

ANEXOS 111



INTRODUÇÃO 17

PARTE I - ENQUADRAMENTO TEÓRICO 21

1. Diabetes Mellitus tipo 2: Diagnóstico e vigilância de Saúde 21

1.1. Conceito, diagnóstico e classificação 22

2. Cuidar a pessoa com Diabetes Mellitus Tipo 2: Teorias e Modelos de Educação para a Saúde 26

2.1. Modelo de Transição 26

2.2. Teoria do Autocuidado 28

2.3. Teoria da Autoeficácia 31

3. Modelos de educação para a saúde em Diabetes Mellitus tipo 2 33

3.1. Modelo educacional clássico (MEC) 37

3.2. Modelo educacional baseado no empowerment (MEBE) 39

PARTE II - METODOLOGIA 45

1. Questão e objetivos do estudo 45

2. Desenho de investigação 46

2.1. Programa “Viver em Harmonia com a Diabetes” 49

3. Hipóteses de investigação 51

4. Operacionalização das variáveis 52

5. Meio, população e amostra 54

5.1. Caracterização sociodemográfica da amostra 55

5.2. Caracterização clínica da amostra 56

6. Instrumento de colheita de dados 59

6.1. Escala das Atividades de Autocuidado com a Diabetes 59

6.2. The Diabetes Empowerment Scale – Short Form (DES-SF) 60

6.3. Brief Ilness Perception Questionnaire (Brief-IPQ) 61

6.4. Questionário Sociodemográfico e clínico 62

7. Procedimentos formais e éticos 62

8. Tratamento e análise de dados 63

PARTE III – DADOS E RESULTADOS 65

1. Apresentação dos resultados intra grupos no M0 e M1 65

1.1. Crenças em saúde 65

1.2. Marcadores clínicos 67

1.3. Autocuidado 68

1.4. Autoeficácia 70

2. Apresentação dos resultados inter grupos no M0 e M1 70

2.1. Autocuidado 71

2.2. Autoeficácia 72

PARTE IV - DISCUSSÃO 73

PARTE V - CONCLUSÃO 85

BIBLIOGRAFIA 89

ANEXOS 99

ANEXO 1 - Planificação do Programa "Viver em Harmonia com a Diabetes"

ANEXO 2 - Avaliação final do programa “Viver em Harmonia com a Diabetes”

ANEXO 3 - Instrumento de colheita de dados

ANEXO 4 - Requerimento para implementação do estudo ao coordenador da USF de Santa Joana

ANEXO 5 - Requerimento para implementação do estudo ao coordenador da ARS Centro

ANEXO 6 - Requerimento para reprodução do “Programa Viver em Harmonia com a Diabetes”

ANEXO 7 - Pedido de autorização para utilização das escalas de avaliação selecionadas

ANEXO 8 - Consentimento livre e informado

ÍNDICE DE TABELAS



Tabela 1 - Etapas da mudança comportamental e questões orientadoras 49

Tabela 2 - Homogeneidade das variáveis 62

Tabela 3- Comorbilidades associadas à DM2 no GE e GC 64

Tabela 4 - Avaliação das crenças de saúde antes (M0) e após (M1) no GE e no GC, valores de média, desvio de padrão e valores de p 73

Tabela 5 - Provável etiologia da DM2 no GE e no GC 75

Tabela 6 - Avaliação dos marcadores clínicos antes (M0) e após (M1) no GE e no GC, valores de média, desvio padrão e valores de p 76

Tabela 7 - Avaliação do autocuidado antes (M0) e após (M1) no GE e no GC, valores de média, desvio padrão e valores de p 78

Tabela 8 - Avaliação da autoeficácia antes (M0) e após (M1) no GE e no GC, valores de média, desvio padrão e valores de p 79

Tabela 9 - Efeito do Programa “Viver em Harmonia com a Diabetes” na variável autocuidado 80

Tabela 10 - Efeitos do Programa “Viver em Harmonia com a Diabetes” na variável autoeficácia 81


ÍNDICE DE FIGURAS





Figura 1 - Desenho do estudo 54

Figura 2 - Programa Viver em Harmonia com a DM 56







Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   32


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal