Escola de educaçÃo básica joão silveira geografia aurino joao coelho junior



Baixar 248.33 Kb.
Página1/4
Encontro11.11.2022
Tamanho248.33 Kb.
#26007
  1   2   3   4
Representatividade Feminina na Política (GEO)
Trabalho Biologia (Relatório)

ESCOLA DE EDUCAÇÃO BÁSICA JOÃO SILVEIRA
GEOGRAFIA

AURINO JOAO COELHO JUNIOR
ÉRIC DE MELO
LUCAS CANDIDO NUNES MOREIRA
MARIA GABRIELA OLIVEIRA DE MELLO
MIZAEL SILVA DE SOUZA
3º ano – 303

REPRESENTATIVIDADE FEMININA NA POLÍTICA
PALHOÇA
2022
AURINO JOAO COELHO JUNIOR
ÉRIC DE MELO
LUCAS CANDIDO NUNES MOREIRA
MARIA GABRIELA OLIVEIRA DE MELLO
MIZAEL SILVA DE SOUZA
3º ano – 303


REPRESENTATIVIDADE FEMININA NA POLÍTICA
Trabalho da disciplina de Geografia
Apresentado à turma 303 da Escola
De Educação Básica João Silveira.

Orientador(a): Profº. André Felipe Pacheco


De Miranda Lima Tabalipa

PALHOÇA
2022

SUMÁRIO


  1. INTRODUÇÃO .............................................................................................. 4

  2. DESENVOLVIMENTO .................................................................................. 5

2.1 Ruanda um país “construído por mulheres” ……………………………......... 5
2.2 Paridade de Gênero …………………………………………………………….. 7
3. CONCLUSÃO …………………………………………………………………….. 10
4. REFERÊNCIAS …………………………………………………………………... 11

INTRODUÇÃO
O Presente trabalho da Disciplina de Geografia tem como objetivo abordar um assunto muito importante, a Representatividade Feminina na Política, mas especificamente em Ruanda no continente africano. Iremos apresentar a proporção entre homens e mulheres chefes de Estado, a proporção entre homens e mulheres no parlamento, a definição de Paridade de Gênero e vamos analisar As consequências e as causas da presença/ausência das mulheres na política.

DESENVOLVIMENTO


A África possui uma área territorial de mais de 30 milhões de km², o que equivale a mais de 20% das terras emersas do planeta.
A África é um continente onde o problema da fome atinge pelo menos 30 países, devido a políticas governamentais desfavoráveis, explosão demográfica, falta de terras cultiváveis, estagnação tecnológica, degradação do meio ambiente, secas, falta de estímulos econômicos e êxodo rural. A África, durante séculos, foi explorada por potências europeias que dividiram o continente em zonas de influência, adequadas aos seus interesses.


Baixar 248.33 Kb.

Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal