Escatologia bíblica o que é Escatologia?


) Os remanescentes judaicos



Baixar 166.29 Kb.
Página35/37
Encontro17.03.2020
Tamanho166.29 Kb.
1   ...   29   30   31   32   33   34   35   36   37
23) Os remanescentes judaicos.

Dois terços dos judeus morrerão na investida destruidora das forças do anticristo em armagedom enquanto que o um terço (remanescente) se arrependerá aceitando a Jesus como seu Messias( Zc13:8,9; 12:10). Estes remanescentes constituirão o núcleo dos “filhos de Abraão”, que ingressarão no Milênio, em seus corpos mortais, iniciando o reino milenar do Messias. Gerarão filhos carentes de salvação, uma vez que salvação não é algo hereditário, transmissível.




24) Satanás preso por mil anos.

Com cadeias vindas do céu para uma missão especial, o inimigo será preso por mil anos, para haver paz no Milênio.(Ap 20:1)




25) O Reino Milenar de Cristo.


O MILÊNIO - Ap 20:1

Será a sétima e a última dispensação; será a plenitude dos tempos (Is 2:2; Ef 1:9,10). Será o futuro governo sobre a terra, exercido por Jesus, durante mil anos. Nesse período Jerusalém será o centro da adoração a Deus, para todos os povos do mundo (Jr 3:17), assim o Reino do Messias será universal.


O Milênio será um tempo de restauração para todas as coisas. Ao invés do pecado, a justiça encherá a terra; satanás terá sido amarrado por mil anos. Por conseguinte a injustiça cederá lugar a justiça. O ódio ao amor, desobediência a obediência, a violência a quietude, as inimizade a amizade, e cujo Reino trará alegria, tranqüilidade, equilíbrio, o mundo ficará em descanso, trará paz aos corações de todas as pessoas, que haverão de aclamá-lo como Senhor e Rei.


Durante este período, o próprio Jesus dirá as nações (Is 11:9):


Não será ainda o mundo novo, mas sim o fim de um mundo antigo.
Satanás será preso, amarrado, com cadeias fabricadas no céu, por mil anos, lançado e trancado no abismo (Ap 20:1).
Os judeus aguardam ansiosamente pelo milênio (Lc 2:38; At:6,7).
Toda a criação também aguarda sua libertação das conseqüências do pecado, que ficou sujeita após a queda do homem (Rm 8:19).

Será a respostas as milhões de orações do povo de Deus “venha o teu Reino”


O Milênio será instaurado logo após o julgamento das nações.

Duas vezes encontramos na bíblia dizer que mil anos, para Deus é como um dia, e vice-versa


(Sl 90:4; 2Pe 3:8). Então faremos algumas comparações:
Na bíblia tudo se cumpre, sabemos que Deus fez o mundo em seis dias, e descansou no sétimo;
O pecado entrou no mundo a seis milênios, e desde então, Deus vem tentado restaurar o mundo. E certamente deverá descansar no sétimo. Porque não haverá mais o pecado, por isso estamos próximo desse dia.

As festas das bodas judaicas duravam sete dias, a do Cordeiro será sete anos (Jz 14:12).


Deus criou o sol no quarto dia, e Jesus veio ao mundo como sol da justiça, no quarto Milênio, após a criação ( Ml 4:2).

Em (Os 6:1-2) temos também uma alusão ao Milênio, pois no 3º dia, os judeus serão ressuscitados como nação. O Milênio de Jesus Cristo será o antítipo do dia de descanso de gênesis, e do 3º dia de Oséias.


No Milênio, desaparecerá a maldição do pecado (Gn 3:14-19).


O deserto será campo fértil (Is 32:15).
Os mansos herdarão a terra, e se deleitarão na abundância da paz (Sl 37:11).
Nós a Igreja, estaremos como Esposa do Cordeiro, teremos lugar de destaque. Os judeus são irmãos.

No Egito José deu tudo de bom para seus irmãos. Mas, a sua esposa estava no palácio.


Bem aventurado e santo, aquele que toma parte na primeira ressurreição ... (Ap 20:6).
A primeira ressurreição falada aqui, não é ordinal, e nem porque vem antes das outras. Mas, sim, é a primeira porque é importante, preciosa para Deus. É a ressurreição dos que serão aceitos por Deus.

A primeira ressurreição é comparada a colheita do trigo: as primícias (Jesus) que era o primeiro molho; a sega era a safra grande (Igreja); e os rabiscos que era as espigas deixadas para os pobres (mártires da tribulação Lv 23:10; 20-22).


A bíblia não fala em segunda ressurreição, mas refere-se “os outros mortos’’ (Ap 20:5).


A Igreja estará na Jerusalém celestial, João a contemplou (Ap 21:9; 22:7). Estacionada (pairada) acima da terra, no ar.


Para um melhor entendimento, vejamos o que ocorreu em (Lc 9:27-33; 37) no monte da transfiguração, ao que chamamos de miniatura do Milênio.


Jesus em glória, não em humilhação; Moisés, representando os santos que morreram no Senhor; Elias, representando os trasladados por Deus; Pedro, os santos vivos; A multidão ao pé do monte representando as nações que terão um lugar no milênio;
No milênio nós a Igreja, estaremos na Jerusalém celestial, mas, poderemos vir aqui na terra, cumprir ordens de Jesus, teremos corpos glorificados, não seremos limitados por portas ou paredes. Mas, estaremos morando na Jerusalém celestial, que estará acima da terra, num lugar entre o céu e a terra. Todos poderão contemplar. Mas, subir e descer só os santos glorificados.
O governo milenar será terrestre, Jesus governará aqui. Nós estaremos glorificados, com corpo igual ao de Cristo, diferente dos moradores daqui (Mt 22:30).
Há aqueles que totalmente materializam o Milênio, e os que no todo o espiritualizam, evitemos esses extremos. Essa época áurea é ansiosamente aguardada pelo povo israelita. (At 1:6,7; Lc 2:38) Jesus não lhes tirou a esperança, apenas não revelou o tempo e a hora do seu cumprimento. É esta esperança que tem impulsionado o regresso dos judeus á sua pátria (sionismo).
A criação toda aguarda esse tempo para sua libertação das conseqüências do pecado a que ficou sujeita desde a queda do homem (Rm 8:19-23). Aí vemos que o pecado afetou não somente o homem, mas toda a criação. Ele trouxe desarmonia, inimizade, deterioração, deformação e desequilíbrio, não somente no relacionamento entre Deus e seus semelhantes, mas também no universo em que vivemos. Furacão, pragas, tsunamis, frio, calor excessivo, secas, inundações, etc... São alguns exemplos, desses males.

O Milênio será respostas as orações do povo de Deus, através dos tempos: “venha o teu Reino”


Época do Milênio: Há quem diga que ocorrerá antes da vinda de Jesus, quando na bíblia ensina que será depois. E também não encontramos nenhuma referencia alusiva que devemos esperar o Milênio, mas varias nos encorajando a aguardar a volta de Jesus.

Propósitos do Milênio: No inicio do seu ministério, Jesus revelou a plataforma do seu governo, apresentando uma legislação toda superior. É o chamado Sermão da Montanha (Mt 5, 6, 7) O evangelho do Rei.


Fazer convergir em Cristo todas as coisas, isto é, toda a criação (Ef 1:10);


Estabelecer justiça e paz na terra, eliminando toda rebelião contra Deus (1Co 15:24-28);
Fazer convergir nele todas as alianças da bíblia;
Fazer Israel ocupar toda a terra que lhe pertence e faze-lo cabeça das nações.(Gn 15:18; 1Cr 16:15-18);

Cumprir as profecias a respeito do Reino do Messias (Dn 9:24; At 3:20,21);






Compartilhe com seus amigos:
1   ...   29   30   31   32   33   34   35   36   37


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal