Energia nuclear


A ministra de Energia e Ambiente, Birgitta Dahl, tomou uma decisão



Baixar 153.97 Kb.
Pdf preview
Página5/16
Encontro14.02.2021
Tamanho153.97 Kb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   16
A ministra de Energia e Ambiente, Birgitta Dahl, tomou uma decisão 

irrevogável de fechar os primeiros reatores em 

1996

. Uma campanha for-


E

STUDOS


A

VANÇADOS


21 (59)

,

 2007



230

temente financiada foi lançada contra ela e sua decisão.

Na campanha, o 

método foi mobilizar os sindicatos industriais contra o governo social-democrá-

tico. O papel da indústria de reatores nucleares e das companhias energéticas foi 

limitado a fornecer informações reservadas (Wikdahl, 

1991


), deixando a batalha 

para a indústria de eletricidade intensiva e os sindicatos (Hibbs, 

1991

).

A importância da eletricidade intensiva em mineração, indústria química e 



de polpa de celulose e papel foi fator-chave nessa campanha. As companhias en-

volvidas eram poucas e elas sabiam que seus interesses econômicos eram fortes. 

Assim elas se organizaram facilmente e formaram a Swedish Electricity Refining 

Industry (Sveriges El-förädlande Industrier) para desenvolver a campanha. 

Elas utilizavam em conjunto 

31 TW


h de eletricidade por ano. Supercapa-

cidade dos geradores de eletricidade lhes permitiu comprar eletricidade a 

0,15

SEK /kW


h (aproximadamente 

2 US


cent

/kW


h). A crença expressa, tanto pela 

indústria como pelos relatórios do governo da época, foi que, se os dois reatores 

fossem fechados, a supercapacidade deveria desaparecer e os preços deveriam su-

bir até tornar-se economicamente justificável a construção de novas usinas. Foi 

dito que a eletricidade de quaisquer novas usinas que poderiam ser construídas 

custaria o dobro, 

0,3 SEK/kW

h. A oferta de negócio oferecida pela campanha 

foi a seguinte: se a campanha apenas conseguisse adiar a desativação nuclear por 

um ano, o aumento de preço seria também prorrogado por um ano. A indústria 

intensiva de eletricidade, comprando 

31 TW


h por ano, iria, assim, economizar 

31TWh (0,3-0,15) SEK/kWh = 4,65 GSEK

5 USD 650

 milhões. A possibilidade 

de adiar a desativação justificaria o grande investimento na campanha política. 

A partir das atividades aparentes organizadas e publicações feitas, o orça-

mento da campanha parece ter sido da ordem de 

10%-20%


 dessa quantia.

Fogelström, que foi o diretor-executivo da produtora de reatores Asea-

Atom na época, descreveu o sucesso da campanha em uma reunião com o Ger-

man Atomic Forum (Hibbs, 

1991

). Ele concluiu que os líderes dos sindicatos, 



entre os quais Rune Molin, ficaram impressionados com os argumentos e que foi 

dada a Rune Molin uma posição no governo como ministro da Indústria, bem 

como a pasta de Energia de Birgitta Dahl, que ficou apenas com a do Ambiente.

A decisão irrevogável tornou-se uma vaga ambição, e o resultado da campanha 

da indústria foi considerado satisfatório para aqueles que a financiaram.

As companhias de energia não conseguiram recuperar seus investimentos, 

e perderam os lucros esperados de suas usinas hidrelétricas em razão do baixo 

preço da eletricidade. Na época, cerca de 

80%

 das companhias energéticas per-



tenciam a contribuintes e fundos de pensão.

Em 


1995

, o mercado de eletricidade foi re-regulado a fim de introduzir 

competição entre os produtores. O resultado da reforma foi visível no declínio 

dos preços da eletricidade. Durante o período de 

1998 a 2000

, o preço foi de cerca 

de 

0,12 SEK/ kW



h. Os custos de produção relatados pelas companhias de reatores 

ficaram todos bem acima dos preços de mercado. Com os mais novos reatores isso 




E

STUDOS


A

VANÇADOS


21 (59)

,

 2007



231

se deu em razão dos custos residuais de capital, mas os reatores mais velhos não 

foram capazes de cobrir nem os custos evitáveis a preços de mercado.

Em

1997



, deu-se uma decisão parlamentar, com maioria negociada, para 

fechar um dos mais velhos reatores, Barsebäck I, e pagar compensação ao pro-

prietário, Sydkraft. Ao mesmo tempo, foi revogada a decisão de fechar todos os 

reatores após 

25

 anos de operação. O segundo reator em Barsebäck somente 



seria fechado quando a eletricidade renovável e o aperfeiçoamento da eficiência 

tivessem compensado a perda de capacidade do primeiro. Nos dias seguintes à 

decisão, o valor das ações de todas as companhias de energia aumentou, mas o 

valor de Sydkraft aumentou mais que o das outras (Kåberger, 

1997

).




Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   16


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal