Energia nuclear



Baixar 153.97 Kb.
Pdf preview
Página1/16
Encontro14.02.2021
Tamanho153.97 Kb.
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   16


E

STUDOS


A

VANÇADOS


21 (59)

,

 2007



225

Resumo

ENERGIA NUCLEAR

, com alto custo de investimento, custo moderado de 

pessoal e custo de combustível inferior ao de combustíveis convencio-

nais, possibilita baixos preços para a eletricidade quando os reatores for-

necem quantidades marginais de eletricidade.

O apoio dado à energia nuclear pela indústria consumidora de eletricida-

de sueca deve ser entendido mais como um esforço para criar e preservar uma 

situação de supercapacidade do setor produtor de eletricidade do que apoiar a 

energia nuclear em si.

É difícil internalizar o custo externo das emissões rotineiras de materiais 

radioativos porque esses, como o dióxido de carbono, têm efeito global de lon-

go prazo. Todavia, como os poluentes do ar já regulamentados, os custos de 

acidentes com reatores, assim como a motivação para considerar custos de aci-

dentes envolvendo reatores, bem como as motivações para considerar custos ad-

ministrativos dos rejeitos nucleares, são regionais e no âmbito do tempo de uma 

geração. A avaliação mercadológica do risco de acidentes foi deliberadamente 

destruída pela legislação estabelecida para favorecer as usinas nucleares. 

Uma racionalidade econômica e societária pode ser aplicada com suces-

so ao setor de energia. Riscos de mudanças climáticas foram internalizados na 

Suécia pelos impostos de carbono. O desenvolvimento resultante dos biocom-

bustíveis foi surpreendentemente bem-sucedido, indicando um potencial para 

promover a modernização do sistema de fornecimento de energia. 

A legislação prevê possíveis meios para restaurar o mercado de risco nu-

clear, a fim de internalizar  riscos de acidentes em reatores nucleares e custos de 

rejeitos. Isso pode ser feito sem a difícil quantificação de custos ambientais. Uma

legislação adequada pode internalizar o custo, enquanto são criadas condições 

para a avaliação mercadológica desses custos incertos. 



Antecedentes

A Suécia é um país do norte da Europa. Os invernos exigem aquecimento 

das casas, enquanto os verões são quentes, mas não escaldantes. O custo econô-

mico da energia é alto. Apesar da diminuição da dependência do petróleo desde 

1970, essa ainda é considerada a maior fonte de energia. Apenas alguns países 

usam mais energia hidrelétrica per capita do que a Suécia. Nenhum país apre-

H

istória da energia



nuclear sueca

T

OMAS 

K

ÅBERGER

A



E

STUDOS


A

VANÇADOS


21 (59)

,

 2007



226

senta maior uso de bioenergia. Entretanto, mais energia é produzida per capita 

com reatores nucleares do que em qualquer outro país do mundo.

Reduzir a dependência de petróleo é, em geral, um objetivo popular da 

política nacional de energia. A questão nuclear tem sido controversa, e a política 

nuclear é um tema confuso que divide os principais partidos políticos suecos.






Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   16


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal