Emeb padre angelo ceroni



Baixar 113.02 Kb.
Página1/15
Encontro12.03.2020
Tamanho113.02 Kb.
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   15



MUNICÍPIO DE SÃO BERNARDO DO CAMPO

EMEB PADRE ANGELO CERONI

Alameda Dom Pedro de Alcântara, 803

Jardim Petroni – S. Bernardo do Campo

FONE: 4330-8613
PROJETO SUSTENTABILIDADE


TEMA: “Adubo Orgânico”

ANO/CICLO: 1º Ano/Ciclo I PERÍODO: Manhã e Tarde

PROFESSORAS: Guilhermina, Silvana Martins, Daniela, Érika, Mariane, Luciana e Elaine.

PÚBLICO-ALVO: Alunos dos primeiros anos do ciclo I.

ÁREAS DO CONHECIMENTO: Ciências, Língua Portuguesa e Matemática.

DURAÇÃO: agosto a novembro.

PERIODICIDADE: Uma vez por semana.





JUSTIFICATIVA:
Temos vivido nos últimos anos inúmeras crises no nosso país, tais como a de falta de energia elétrica, falta de água, crise econômica e até mesmo na área da saúde com o surto de diversas doenças, trazendo o tema sustentabilidade e a destinação adequada do lixo à tona.

Hoje, as crianças desde bem pequenas já ouvem falar sobre reciclagem. No entanto, muito se fala sobre a destinação correta do lixo inorgânico, mas pouco se ouve falar sobre a destinação do lixo orgânico.



A preocupação com o descarte do lixo torna-se iminente, já que no Brasil é produzido cerca de 180 mil toneladas de lixo por dia e, segundo dados do IPEA, Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, o material orgânico corresponde a cerca de 52% do volume total de resíduos produzidos que vai parar nos aterros sanitários, onde são depositados com os demais resíduos inorgânicos e não recebem nenhum tipo de tratamento específico.

O descarte inadequado desse lixo é prejudicial à saúde pública e danoso ao meio ambiente.

Um passo importante em relação à gestão do lixo brasileiro foi dado com a aprovação da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS). Esta política propõe a prática de hábitos de consumo sustentável e contém instrumentos variados para propiciar o incentivo à reciclagem e à reutilização dos resíduos sólidos (reciclagem e reaproveitamento), bem como a destinação, ambientalmente, adequada dos dejetos.

Um dos instrumentos mais importantes dessa Política é o conceito de Responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida dos produtos. O lixo (resíduos sólidos) que produzimos é uma questão ambiental e, como tal, não pode ser compartimentada a só uma entidade ou pessoa. O ambiente é direito de todos, bem de uso comum do povo, e também responsabilidade comum de todos.

Sendo assim, entendemos que é responsabilidade também da escola, formar cidadãos conscientes de seus deveres para com o meio ambiente e com o futuro. Porém, percebemos que a escola não está tão engajada quanto deveria nestas questões, pois não tem dado ao lixo o seu devido valor.

Apesar de nossa escola, em específico, possuir as latas de lixo adequadas à separação dos resíduos, esta não tem sido efetivada no dia a dia por meio do incentivo e da conscientização. Além disso, percebemos que as crianças têm descartado uma quantidade grande de alimentos durante os momentos de refeição na escola, por terem pressa para ir à recreação ou por não ter o hábito de comer determinados alimentos, jogando-os na lixeira, juntamente, com outros resíduos que poderiam ser reciclados.

Considerando a importância de contribuir, significativamente, com a melhoria na alimentação dos alunos e assim diminuir o desperdício e o descarte inapropriado dos resíduos, pensamos ser necessário realizar um trabalho que modifique a forma como as crianças vêem os alimentos que são fornecidos pela escola, percebendo nestes, fontes de vitaminas, proteínas e calorias necessárias na ingestão diária, que contribuem em seu processo de crescimento.

Pensando nisso, decidimos investir em um projeto que incentive as crianças a adquirirem novos hábitos alimentares, através da ingestão de alimentos saudáveis e nas quantidades adequadas, dando aos resíduos finais desses alimentos, a destinação adequada.
OBJETIVO GERAL:
• Implementar ações de âmbito coletivo, com vistas a reduzir o desperdício dos alimentos servidos nas refeições na escola, diminuindo assim a produção de lixo orgânico, bem como

destinar de modo sustentável, os resíduos orgânicos gerados nas atividades relacionadas ao preparo dos alimentos ofertados.





Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   15


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal