E. E. B. Frei manoel philippi



Baixar 114.4 Kb.
Encontro29.04.2022
Tamanho114.4 Kb.
#22893
DANIELA

E.E.B. FREI MANOEL PHILIPPI

ALUNOS:
DANIELA CAPISTRANO FERREIRA
ALESSANDRA BRAMBILA
GUILHERME JACINTO
ROGRIGO EDUARDO SCHEIDT
EZEQUIEL FERREIRA BOLL


1ª LEI DE NEWTON-PRINCÍPIO DA INÉRCIA
IMBUIA
2021
E.E.B. FREI MANOEL PHILIPPI

ALUNOS:
DANIELA CAPISTRANO FERREIRA
ALESSANDRA BRAMBILA
GUILHERME JACINTO
ROGRIGO EDUARDO SCHEIDT
EZEQUIEL FERREIRA BOLL

1ª LEI DE NEWTON-PRINCÍPIO DA INÉRCIA

Trabalho apresentado na disciplina de Física com o tema “As Leis de Newton” trabalho realizado na escola E.E.B. Frei Manoel Philippi.

PROFESSORA: ELAINE CRISTINA SCHMOELLER
IMBUIA
2021
SÚMARIO

CAPA..............................................................01


APRESENTAÇÃO DO TRABALHO....................02
SUMÁRIO.......................................................03
INTRODUÇÃO................................................04
DESENVOLVIMENTO.....................................05
CONCLUSÃO..................................................09
REFERÊNCIAS.................................................10
INTRODUÇÃO

Este trabalho irá apresentar sobre a 1ª Lei de newton- Princípio da Inércia, isto significa que um objeto em repouso ou movimento retilíneo uniforme tende a permanecer nesse estado se a força resultante sobre ele é nula.


DESENVOLVIMENTO
LEIS DE NEWTON
As leis de Newton possibilitam a compreensão dos comportamentos dinâmicos e estáticos de corpos que estão isolados ou interagindo com outros, que são observados em referenciais inerciais.
O referencial inercial é um sistema em que corpos livres não tem seu estado de movimento alterado, ou seja, corpo livres não sofrem acelerações, quando não há forças exercidas sobre eles.
A interação entre dois ou mais corpos é medida a partir do conceito de força, quantificando e analisando o resultado físico da interação sobre cada corpo, isto é, a interação entre pares de corpos, que são responsáveis pela mudança de velocidade dos corpos nos quais atuam.

1ª LEI DE NEWTON – PRINCÍPIO DA INÉRCIA
A primeira lei de Newton, também conhecida como lei da inércia, estabelece que, se a força resultante sobre um corpo for nula (igual a zero), esse corpo estará em repouso ou em movimento retilíneo uniforme.
“Todo corpo persiste em seu estado de repouso, ou movimento retilíneo uniforme, a menos que seja compilado a modificar esse estado pela ação de forças impressas sobre ele.”
A primeira lei é primordial para se estabelecer um referencial inercial, sistemas de referências em que corpos livres não tem o seu estado de movimento alterado, ou seja, corpos livres não sofrem acelerações quando não há forças sendo exercidas, pois as leis de Newton são válidas apenas para referenciais inerciais.
A inércia é uma propriedade da matéria que mede a resistência que um corpo oferece ao ser acelerado. Quanto maior for a inércia de um corpo, maior será a força necessária para alterar seu estado de movimento. Além disso, a inércia de um corpo é quantitativamente igual à sua massa. Por isso, de acordo com Sistema Internacional de Unidades (SI), pode ser medida em quilograma (kg).

Todo corpo em equilíbrio de forças encontra-se em repouso ou em movimento retilíneo uniforme.



EXEMPLOS DA PRIMEIRA LEI DE NEWTON
Se uma pessoa estiver dentro de um trem ou de um ônibus que se move com velocidade constante e jogar uma bolinha de papel para cima, a bolinha deverá cair de volta em sua mão. Isso indica que a pessoa, o meio de locomoção e a bolinha movem-se com a mesma velocidade. Além disso, a bolinha apresenta uma inércia capaz de mantê-la em movimento com a mesma velocidade.
Ao frearmos ou acelerarmos um carro, somos “lançados” para frente e para trás, respectivamente. Apesar de parecer que há uma força nos movendo, o que sentimos refere-se à tendência de permanecermos em repouso ou em movimento uniforme.
Em uma curva muito fechada, somos “espremidos” contra a porta do carro. Isso ocorre porque uma força centrípeta, que aponta para o centro do curva, faz o carro virar. Dessa forma, nossa inércia age na mesma direção dessa força, porém em sentido contrário.
Uma forma de fixarmos a cabeça de um martelo é batendo a base de seu cabo contra uma superfície. Como a cabeça do martelo tem uma inércia relativamente grande, ela ficará em repouso enquanto o cabo do martelo subirá, fixando-a.

CONCLUSÃO:
Podemos conhecer mais sobre newton, sobre a teoria de sua 1ª lei- princípio da inércia. Com isso vimos que a física, está presente no nosso cotidiano desde muito tempo atrás. Ela é necessária para que possamos entender diversas situações com as quais nos deparamos.

REFERÊNCIAS:


  • https://propg.ufabc.edu.br/mnpef-sites/leis-de-conservacao/leis-de-newton/

  • https://propg.ufabc.edu.br/mnpef-sites/leis-de-conservacao/leis-de-newton/

  • https://propg.ufabc.edu.br/mnpef-sites/leis-de-conservacao/leis-de-newton/

  • https://propg.ufabc.edu.br/mnpef-sites/leis-de-conservacao/leis-de-newton/

Baixar 114.4 Kb.

Compartilhe com seus amigos:




©historiapt.info 2023
enviar mensagem

    Página principal