Diretor responsável



Baixar 0.87 Mb.
Pdf preview
Página9/157
Encontro08.10.2019
Tamanho0.87 Mb.
1   ...   5   6   7   8   9   10   11   12   ...   157
Mai.Jun/2007

11

de matérias-primas importadas aos preços de venda 



de energia.

Soluções como eólicas ou biomassa, embora pro-

missoras, estão ainda em estágios de desenvolvimento 

menos avançados.

A Energias do Brasil espera, assim, que o anun-

ciado PAC para 2007 venha a contribuir para a so-

lução desta situação, pelo que continua a prosseguir 

ativamente com seu esforço de crescimento neste 

domínio, trabalhando em diversas frentes:

• Presença em leilões de energia nova e botox;

• Elaboração de estudos de viabilidade para novas 

usinas hidrelétricas;

• Realização de estudos de inventário de bacias hi-

drográficas;

• Construção de PCH’s, estando já previsto para 2007 

o início da obra de Santa Fé, no estado do Espírito 

Santo (29 MW);

• Reforço de potência de usinas já existentes;

• Estudo e construção de usinas térmicas a carvão ou 

a gás natural, se as condições envolventes evoluírem 

favoravelmente;

• Análise de viabilidade de investimento em energia 

eólica e de biomassa;

• Aquisição de ativos já em operação.

Com este cenário, a Energias do Brasil continua 

confiante na concretização da visão que havia apre-

sentado anteriormente, de vir a ser uma empresa de 

referência no setor de energia no Brasil, com aposta 

no crescimento, com risco contido e retorno ade-

quado, baseando-se nas suas principais vantagens 

competitivas:

• Governança corporativa superior (Prêmio IBGC 

2006);

• Aderência aos melhores princípios de sustentabi-



lidade empresarial, nas suas componentes social, 

ambiental e econômica (entrada no ISE da Bovespa 

e adesão ao Global Compact da ONU);

• Solidez financeira e acesso aos mercados de capitais 

e de dívida;

• Sucesso em eficiência operacional;

• Qualidade da sua estrutura acionista, com parti-

cular destaque para o know-how existente no seu 

acionista controlador.




Compartilhe com seus amigos:
1   ...   5   6   7   8   9   10   11   12   ...   157


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal