Diretor responsável



Baixar 0.87 Mb.
Pdf preview
Página60/157
Encontro08.10.2019
Tamanho0.87 Mb.
1   ...   56   57   58   59   60   61   62   63   ...   157
RECURSOS FINANCEIROS

Para conseguir atender gratuitamente pacientes 

carentes e manter-se em funcionamento, a AACD 

desenvolve algumas atividades produtivas e realiza 

campanhas de arrecadação de donativos. São elas:

• Hospital Abreu Sodré – de cada duas ou três cirur-

gias realizadas, subsidia uma cirurgia gratuita.

• Oficina Ortopédica – oferece produtos fabricados e 

comercializados no Brasil e em outros países a preços 

acessíveis. O resultado retorna para a instituição 

ajudando a manter o centro de reabilitação.

• Centro de Diagnóstico – realiza exames para convê-

nios e particulares, portadores ou não de deficiência 

física, possibilitando custear tratamento de pacientes 

carentes.

• Cartão de Natal e Brindes –cartões de Natal e brin-

des comerciais, como agendas, chaveiros, canetas e 

outros, são personalizados com o nome do cliente. 

A campanha existe há mais de dez anos. Os cartões 

são famosos pelas gravuras, escolhidas através de 

um concurso que reúne artistas plásticos de todo 

o Brasil.

• Campanha do Cofrinho – são malotes com o logoti-

ASSOCIAÇÃO DE ASSISTÊNCIA À CRIANÇA DEFICIENTE (AACD)




Mai.Jun/2007

33

po da AACD que ficam expostos ao público em mais 



de 6.800 estabelecimentos cadastrados no Brasil.

• Fundo Pró Infância da AACD – Sem ônus, com 

base na lei de renúncia fiscal, pessoas físicas e ju-

rídicas podem doar parte do seu Imposto de Renda 

para um dos cinco projetos do Fundo Pró-Infância 

da AACD. Por meio dos Conselhos dos Direitos da 

Criança e do Adolescente, nas esferas Municipal, 

Estadual e Federal as empresas podem deduzir 1% 

do IR devido e as pessoas físicas até 6%. O “Fundo 

Pró-Infância da AACD” é composto 

pelos seguintes projetos: “Redução de 

Fila de espera para cirurgias”, “Re-

dução de fila de espera para aparelho 

ortopédicos” e “Dores não articulares: 

O enigma das dores de crescimento” 

(inscritos e aprovados pelo Conselho 

Municipal dos Direitos da Criança 

e do Adolescente (CMDCA  de São 

Paulo); “Manutenção do Centro de 

Reabilitação” (inscrito no CMDCA 

de Porto Alegre) e “Ampliação em 5% 

no número de atendimentos (inscrito 

no Conselho Estadual dos Direitos da 

Criança e do Adolescente de Recife). 

Contamos também com a ajuda de Sócios Mante-

nedores que contribuem periodicamente com valores 

espontâneos, através de boleto bancários ou em fatu-

ras de cartões de créditos enviado às suas residências. 

Atualmente contamos com 31.463 mantenedores.

Há outros tipos de fontes de recursos, como: a 

lanchonete, bazar dos voluntários e do Hospital, 

parcerias com empresas, doações diversas vendidas 

nestes estabelecimentos ou utilizadas na própria 

instituição, entre outros. 






Compartilhe com seus amigos:
1   ...   56   57   58   59   60   61   62   63   ...   157


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal