Diretor responsável


Laboratório de Bioengenharia



Baixar 0.87 Mb.
Pdf preview
Página38/157
Encontro08.10.2019
Tamanho0.87 Mb.
1   ...   34   35   36   37   38   39   40   41   ...   157
Laboratório de Bioengenharia

O laboratório de bioengenharia desenvolve pro-

jetos para promover o bem-estar e o conforto dos 

portadores de deficiência física. Dessa forma, os pro-

fissionais do laboratório se empenham em pesquisas 

no sentido de criar novos aparelhos e acessórios de 

reabilitação, baseados nas idéias do seu corpo clínico 

e nas publicações científicas internacionais. Além 

disso, trabalha para melhorar a qualidade dos produ-

tos atuais e dos processos de manufatura interna dos 

componentes das próteses e órteses desenvolvidos.

Ortopedia

A ortopedia da AACD acopla uma moderna 

filosofia de trabalho com técnicas e equipamentos 

da mais alta tecnologia, fazendo com que seja uma 

das maiores da América Latina. É considerada cen-

tro internacional de referência para a formação de 

técnicos em órteses e próteses. Desde sua criação, já 

promoveu 25 cursos, formando mais de 870 profis-

sionais vindos de 72 países. Em uma área de 1.673m² 

trabalham 86 técnicos na fabricação de vários mo-

delos de órteses e próteses para membros superiores 

A AACD foi 

fundada em 

1950 pelo médico 

Renato da Costa 

Bomfim, com 

o objetivo de 

tratar e reabilitar 

vítimas de 

paralisia infantil




CASE STUDIES

26

e inferiores, coletes para tratamento de deformidades 



ou qualquer outro tipo de acessório para reabilitação. 

Recentemente, iniciou a produção de almofadas da 

clínica de adequação postural e também a produção 

do estimulador eletrônico Dorsi-Flex (palmilha ele-

trônica). Apenas em 2005 foram produzidos 59.096 

aparelhos ortopédicos.

Mais recentemente, o setor tem aplicado a tecno-

logia Six Sigma para reduzir o tempo de confecção, 

adaptação e entrega de cadeiras de rodas com assento 

e encosto modelados conforme a necessidade do pa-

ciente – prática denominada de Célula Seating. Em 

princípio, as cadeiras demoravam, em média, 60 dias 

entre a primeira e última prova. Como resultado da 

implementação do Six Sigma, o prazo de entrega 

das cadeiras de rodas foi reduzido em 50%. O próxi-

mo objetivo é aumentar a produção de 96 para 150 

cadeiras por mês.




Compartilhe com seus amigos:
1   ...   34   35   36   37   38   39   40   41   ...   157


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal