Davi nos ensina o verdadeiro arrependimento. Maceió 08-09-2019 Pr. Abram de Graaf



Baixar 36.44 Kb.
Página1/6
Encontro17.03.2020
Tamanho36.44 Kb.
  1   2   3   4   5   6



Davi nos ensina o verdadeiro arrependimento.

Maceió 08-09-2019 Pr. Abram de Graaf

Palavras-chave: Arrependimento, Pecado, Reconciliação, Perdão, Remissão dos Pecados


Saudações

Os Mandamentos

Oração + Leitura + texto

Sermão


Oração

Ofertas


Louvor


Liturgia

S. 115


S. 15

H. 53


S. 32: 4

S. 32: 1-3

H. 62

H. 61


H. 99


T. Salmo 32
L. 1 Samuel 12, 1-15

Queridos irmãos/irmãs em Cristo Jesus,


Vocês já descobriram como é difícil pedir desculpas? Como é difícil admitir a culpa de ter feito alguma coisa errada? Quase todos têm problemas com isso. A primeira reação é: não fui eu, foi ela; foi ela: uma outra pessoa! Ou: foram as circunstâncias: ele nasceu assim; nunca foi amado; foi maltratado pelo padrasto, etc.; Ou: foi a máquina que estava com defeito. Sempre o homem aponta para outra coisa ou outra pessoa para se desculpar. Já desde o princípio. Não foi? Adão disse: foi a mulher que me deste como esposa; e a mulher disse: foi a serpente que me enganou! Está vendo?
Nós temos a tendência de negar a nossa culpa, apontar outra pessoa como culpada; e se isso não funcionar, vamos justificar ou diminuir o erro. Não é fácil admitir generosamente a nossa culpa. E se acontecer, se alguém faz isso, muitas pessoas nem conseguem acreditar; será que fulano foi sincero? Será que foi a sério? Isso também já mostra como é difícil admitir a sua culpa e pedir desculpas. O homem tem a tendência de esconder a sua culpa. Ele deve ser forçado a admiti-la. Pelas provas, ou por uma testemunha; ou pela GRANDE TESTEMUNHA de todas as coisas: por Deus mesmo.
Davi experimentou isso em sua vida. Ele esteve fraco e pecou; depois ele tentou camuflar o erro dele; ele tentou esconder o pecado. Mas Deus mandou o profeta Natã, que revelou tudo; ele levou Davi ao arrependimento e a admitir seu pecado e pedir desculpas. Ele estava verdadeiramente arrependido e por causa disso ele escreveu o Salmo 32, para compartilhar conosco o que aconteceu e como devemos progredir se alguma coisa errada acontece em nossa vida. Não devemos ocultar o pecado, mas devemos confessa-lo; não devemos ocultar o pecado, porque não podemos ocultar nada perante o Onisciente. Ele sabe de tudo. Por causa disso, devemos confessar o nosso pecado e deixar Deus cobri-lo.
DAVI NOS ENSINA O VERDADEIRO ARREPENDIMENTO.

  1. NÓS MESMOS NÃO DEVEMOS COBRIR O NOSSO PECADO;

  2. MAS DEUS DEVE COBRI-LO;




  1. NÓS NÃO DEVEMOS COBRIR O NOSSO PECADO.

Meus irmãos, o Salmo 32 é um salmo didático. É um salmo que Davi fez com o objetivo de compartilhar a experiência dele e para nos ensinar o que devemos fazer ou o que devemos evitar no caso de uma experiência paralela. E, considerando que somos todos miseráveis pecadores, nós podemos aprender muitas coisas com a leitura desse salmo. Nós podemos nos aproveitar muito com a sabedoria de Davi que encontramos aqui. O objetivo de Davi era esse; por causa disso ele disse em vs. 8: “Instruir-te-ei e te ensinarei o caminho que deves seguir; e sob as minhas vistas, te darei conselho”


O que aconteceu com Davi? O Salmo não fala claramente sobre isso, mas é bem provável que devemos pensar no caso que ele teve com Bate-Seba, a esposa de Urias. Davi se apaixonou por ela, convidou-a para o seu palácio e foi para cama com ela; ela ficou grávida, enquanto o marido dela estava em outro lugar, servindo como militar. Davi tentou camuflar seu pecado e por causa disso ele mandou Urias voltar para casa, mas ele não voltou; Davi o convidou para uma festa e o embriagou, mas mesmo assim, Urias não voltou para casa. Então, Davi o mandou de volta e mandou o general Joabe acabar com a vida de Urias; depois disso ele chamou Bate-Seba e convidou ela para ficar no palácio: ela se tornou a esposa de Davi e assim ela deu à luz um filho.
Tudo parecia normal, e Davi pensou que ele conseguiu esconder o pecado dele. Até o momento em que apareceu o profeta Natã, que tirou a máscara da inocência de Davi e apontou o pecado dele. Natã sabia de tudo. O que Davi quis esconder não podia ser escondido, porque Deus sabe de tudo. Davi descobriu isso. Claro que ele poderia ter eliminado o profeta, como muitos ditadores da antiguidade fizeram; ele poderia ter dado a ordem de matar o profeta Natã, mas Davi não fez isso. Ele sabia que isso não ia ajuda-lo. Natã era só um mensageiro de Deus. DEUS sabia de tudo! Então, toda construção de mentiras foi derrubada; toda vida mentirosa de Davi se destruiu e ele confessou a sua fraqueza, a sua culpa perante Deus: Pequei contra ti, contra ti somente e fiz o que é mau perante os teus olhos (Salmo 51,4). Com essas palavras Davi confessou seu pecado.
Depois disso, Davi fez dois hinos, dois salmos a respeito dessa história. Salmo 51 e salmo 32. Em Salmo 51 a consciência dele se expressa; e aqui em Salmo 32 a confissão dele está no centro. Ele fala sobre o período antes da sua confissão e sobre a situação depois da sua confissão. Ele quer nos mostrar como essa confissão restaurou a sua vida com Deus e quanto alívio e alegria isso causou na vida dele. Ele experimentou isso e ele quer compartilhar esse alívio e essa alegria com todo mundo, para que outras pessoas pecadoras aprendam a sair do seu esconderijo e se aproximem de Deus.
Davi ficou aliviado e alegre e por causa disso ele começa bem entusiasmado: Bem-aventurado aquele cuja iniquidade é perdoada; cujo pecado é coberto. Bem-aventurado o homem a quem o Senhor não atribui iniquidade e em cujo espírito não há dolo!”. BEM-AVENTURADO! Parabéns, nós íamos dizer. Parabéns! Como se fosse uma festa! Parabéns! Davi dá os parabéns a todas as pessoas cujas pecados são cobertos e cujos erros são perdoados. Parabéns! Nós também podemos dizer isso, se alguém confessa seus pecados publicamente no meio da congregação. Se acontecer, podemos abraçar essa pessoa e dizer: parabéns, irmão; ou: parabéns, irmã!
Porém..., isso só vale se uma pessoa tiver a coragem de confessar seus pecados e se fizer com honestidade. Porque Davi diz, de propósito: Bem-aventurado o homem a quem o Senhor não atribui iniquidade e EM CUJO ESPÍRITO NÃO HÁ DOLO!”. Dolo é engano. Esta última parte faz parte do verdadeiro arrependimento. O ato de pedir desculpas deve ser sincero, porque se não, não vale pedir desculpas. Os homens, pastores e presbíteros, podem ser enganados, mas Deus não pode. Deus observa o coração e ele avalia o que está no coração. Deus não se deixar enganar pelas lágrimas e pelas boas palavras, porque ele conhece o coração e ele vê se o arrependimento é verdadeiro.
Então, quando alguém confessa seu pecado, haverá a remissão do pecado. Isso não acontece se alguém esconder seu pecado. Davi descobriu isso durante todos os meses. Ele tentou, de várias maneiras, esconder seu pecado. Ele foi para cama com Bate-Seba em segredo; e quando ela ficou grávida, ele sabia que o pecado poderia ser descoberto; por causa disso ele mandou o marido para casa, porque assim as pessoas iam pensar que a criança seria de Urias; mas Urias não voltou para casa. Então, a astúcia de Davi não funcionou; depois disso ele mandou acabar com Urias, para que pudesse se casar com Bate-Seba e assim ninguém ia pensar que a criança foi o resultado de adultério. Então, de várias maneiras Davi tentou esconder seu pecado pelo mundo fora. Também depois do nascimento do menino. Ele ficou calado, mas a consciência dele não. Ele disse a respeito desse período na sua vida: Enquanto calei os meus pecados, envelheceram os meus ossos pelos meus constantes gemidos todo o dia.
Davi foi consumido pela sua consciência pesada. O silêncio dele foi um tormento. Os ossos dele envelheceram. Ele ficou magro por causa da sua miséria e angústia. Vs 4 diz: e o meu vigor se tornou em sequidão de estio. Uma outra tradução diz: De dia e noite a sua mão pesava sobre mim, fazendo com que as minhas forças fossem se esgotando, como a seca faz com um pequeno riacho”. Em outras palavras: a consciência estava o torturando, e os sentimentos de culpa o consumiam. Por muito tempo. Pode ser mais de um ano, porque quando Natã apareceu, o menino já tinha nascido. Então, durante todo aquele tempo Davi ficou calado, até que o profeta o levou ao confessionário.
Naquele momento Davi não conseguiu mais esconder o pecado e ele abriu a porta do seu coração. Até aquele momento, ele segurou a porta do coração dele para esconder o que estava atrás; até aquele momento, ele se esforçou para não mostrar a sua culpa e não pedir desculpas. Tem que ficar duro, não mostrar nenhum sentimento; assim era a política dele, mas isso acabou. O profeta Natã deu uma pisadela na porta do coração dele e o forçou a confessar tudo; E Davi fez isso. Ele não aguentava mais e decidiu confessar os seus erros, as suas iniquidades, os seus pecados.
Então Davi parou de esconder o seu pecado. Ele não aguentou mais. Existem pessoas que aguentam isso por muito tempo; às vezes toda a sua vida; até o dia da morte. Existem pessoas que levam o segredo da sua vida para dentro do sepulcro; pior: para dentro do inferno. Porque quem esconde o seu pecado, se perde; quem confessa seu pecado, será salvo. Foi por causa disso que Davi nos ensina a procurar O Senhor: o que confia no Senhor, a misericórdia o assistirá. Este é o caminho que o pecador deve seguir: procurar Deus. Não esconder o pecado por si mesmo, mas deixa Deus cobrir o pecado; quer dizer: perdoar o pecado.
2. DEIXA DEUS COBRIR O PECADO.
Sendo assim, todo homem piedoso te fará suplicas”, disse Davi. Davi exorta qualquer crente para buscar a Deus. Por meio da oração. Esse é o meio que Deus nos deu para entrar em contato com Ele; aqui na terra devemos digitar um número para entrar em contato com alguém, mas para fazer contato com Deus precisamos conhecer seu NOME. Essa é a força da oração. Só pelo NOME podemos falar com Deus. Deus nos deu seu NOME com esse objetivo; e nós confirmamos isso todos os domingos quando confessamos: O NOSSO SOCORRO ESTÁ EM NOME DO SENHOR, O CRIADOR DOS CÉUS E DA TERRA! O nome de Deus é essencial. Esse NOME é mais importante que a senha do seu cartão de crédito, irmão. Com a senha você pode ter acesso a conta bancária; mas o NOME de Deus te dá acesso à conta celestial, à rica misericórdia de Deus.
Davi descobriu isso. A riqueza da graça de Deus. Ele descobriu que Deus é misericordioso. Ele perdoa os pecados generosamente. Pensem no que está escrito no salmo 103:




Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5   6


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal