Da teoria geral aos novos direitos



Baixar 0.61 Mb.
Página83/110
Encontro11.02.2022
Tamanho0.61 Mb.
#21549
1   ...   79   80   81   82   83   84   85   86   ...   110

Introdução

As temáticas envolvendo sexualidades, desejos e vivências de seres humanos que se auto identificam gênero-divergentes5 sempre acaloram as reflexões no meio acadêmico. No mesmo compasso, quando abordadas fora deste espaço, em muitos momentos são carregadas de tentativas disciplinadoras e morais, ou, de forma ainda mais retrógrada, são trazidas à tona pelo caráter meramente biológico. Todavia, tais reflexões necessitam mergulhar na seara dos direitos humanos, da liberdade de expressão, da alteridade e da não castração ao desejo e aos corpos Trans.







5 No entender da autora Letícia Lanz, gênero-divergentes são aqueles seres humanos que destoam das normas binárias de gênero (macho/fêmea), deste modo, o termo abarca todas as identidades que não se enquadram neste padrão. (LANZ, 2017).

Há que se transcender da abordagem patologizante e biológica quando se falar em Trans e homossexuais, compreendendo que a construção da sociedade se perfaz cada dia mais plural, não cabendo mais análises que não contemplem a multiplicidade de diferenças sociais construídas a partir de vivências e historicidades de cada ser humano ao longo da vida. Sendo assim, este ensaio reflete acerca do universo Trans, perpassando temas como violência simbólica, cidadania e diferença buscando entrelaçar tais debates com a perspectiva de indivíduo, sujeito e ator social em Alan Touraine. Por fim, busca compreender como os Movimentos Sociais, especificamente o Transfeminismo pode emancipar homens e mulheres Trans na busca pelo reconhecimento e pela cidadania, ou, ao menos, dar-lhes ferramentas para percorrer este caminho.



Baixar 0.61 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   79   80   81   82   83   84   85   86   ...   110




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal