CoordenaçÃo do curso de letras nivelamento oficina de produçÃo textual professor ozanir roberti / professora sabine mendes



Baixar 366.77 Kb.
Página1/45
Encontro17.03.2020
Tamanho366.77 Kb.
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   45

COORDENAÇÃO DO CURSO DE LETRAS

NIVELAMENTO - OFICINA DE PRODUÇÃO TEXTUAL

PROFESSOR OZANIR ROBERTI / PROFESSORA SABINE MENDES



AULA 01 – O ATO DE ESCREVER: DESAFIOS E SUGESTÕES

“A inspiração existe, mas ela tem de nos encontrar trabalhando” – Pablo Picasso (1881-1973, pintor espanhol).



A Prática de Escrever

Aprender a escrever requer prática. É como correr, quanto mais treinamos, melhor o nosso desempenho. Em certos dias, estamos sem vontade de correr e cada passo é uma luta naqueles cinco quilômetros. Mas corremos mesmo assim. Querendo ou não, treinamos. Ninguém fica esperando por uma inspiração ou por um desejo repentino de correr. Isso nunca acontecerá, principalmente se estivermos fora de forma ou evitando o exercício. Mas, se corrermos com frequência, treinamos a mente para vencer ou ignorar a resistência. Simplesmente corremos. Na metade do caminho, estamos adorando. No final, não queremos parar. E, quando paramos, não vemos a hora de começar de novo.

Com escrever também é assim. Uma vez envolvidos de corpo e alma na atividade, sempre nos perguntamos porque demoramos tanto tempo para sentar e começar a trabalhar. A prática realmente leva à perfeição. Você aprende a ter mais confiança no seu “eu” interior e não ceder à voz que tenta desestimulá-lo a escrever. Achamos normal que um time de futebol treine por tantas horas seguidas antes de um jogo, entretanto, quando se trata de escrever, raramente nos damos a oportunidade de praticar.

Natalie Goldberg, em “Escrevendo com a alma”, 2008.



Hora da Discussão




Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   45


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal