Comunidades Terapêuticas


Comunidades TERAPÊUTICAS contemporâneas



Baixar 12.18 Kb.
Página10/10
Encontro08.10.2019
Tamanho12.18 Kb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   10

Comunidades TERAPÊUTICAS contemporâneas

  • Codificação de requisitos de competência para a formação e a certificação de funcionários e para o credenciamento de programas.
  • Desenvolvimento de organizações de CTs nos níveis regional, nacional e internacional.
  • Promulgação e disseminação mundiais das CTs de tratamento da dependência de substâncias psicoativas por meio de formação, desenvolvimento de programas, assistência técnica e pesquisa.

Graves problemas das Comunidades terapêuticas no brasil

  • No Brasil, existe um enfrentamento com a área da saúde devido ao desconhecimento de toda essa evolução da abordagem de comunidade terapêutica e de seu não reconhecimento na política do Ministério da Saúde para a Atenção Integral a Usuários de Álcool e outras Drogas, mesmo diante do fato de as CTs estarem contempladas no eixo de tratamento da Política Nacional sobre Drogas da Secretaria Nacional sobre Drogas (SENAD), revisada e construída coletivamente por meio de cinco fóruns regionais, em 2005.
  • Muito desse enfrentamento se deve ao fato de grande parte das CTs, embora regulamentadas desde 2001 pela RDC ANVISA nº 101, de 30/05/2001 (revogada pela RDC ANVISA nº 29, de 30/06/2011) ainda não se terem adequado às normas mínimas de funcionamento.

www.febract.org.br

Filosofia Daytop

“Estou aqui porque, finalmente não há mais como refugiar-me de mim mesmo.

Até que me confronte nos olhos e no coração dos outros, estarei fugindo.

Até que sofra no partilhar dos meus segredos não me libertarei deles.

Temeroso de ser conhecido, não poderei me conhecer e nem aos outros.

Estarei só.

Onde, se não em meus companheiros, poderei encontrar esse espelho?

Aqui junto, posso finalmente me conhecer por inteiro.

Não como o gigante que sonho ser, nem tão pouco como anão dos meus temores, mais como alguém parte de um todo, compartilhando seus propósitos.

Neste solo poderei criar raízes e crescer, não mais isolado como na morte, mas realmente vivo, para mim e para os outros.”

Foi uma honra instruí-los nessa arte. Meus alunos estarão para sempre em meu coração. Sucesso e que deus os abençoe!




Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9   10


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal