Companhia Ambiental do Estado de São Paulo


Unidades formadoras de colônias (UFC) de Clostridium perfringens / 100mL:  < 1 (ausente)



Baixar 97.57 Kb.
Pdf preview
Página30/34
Encontro03.08.2021
Tamanho97.57 Kb.
1   ...   26   27   28   29   30   31   32   33   34
Unidades formadoras de colônias (UFC) de Clostridium perfringens / 100mL:  < 1 (ausente)


CETESB /L5.403 / junho/2004

19

8. Testes Bioquímicos Complementares para Confirmação de Clostridium perfringens

Para aplicação nos casos em que for requerida a confirmação das colônias de Clostridium

perfringens, proceder como descrito  a seguir.

Observações:

§  Todos os meios de cultura utilizados na verificação das colônias de Clostridium perfringens devem ser preparados

em tubos de ensaio com tampa de rosca. Imediatamente antes do uso, esses tubos devem ser fervidos durante

aproximadamente 10 minutos, para exclusão do ar existente no meio, sendo, a seguir, resfriados rapidamente em

água de torneira.

§  Observar que, sendo o Clostridium perfringens um anaeróbio obrigatório, todas as inoculações devem ser feitas em

profundidade.



8.1  A  partir da cultura pura em caldo tioglicolato, verificada através  de coloração de Gram

(pequenos bacilos Gram +), efetuar o teste para a pesquisa de catalase e testes para verificação de:

motilidade, redução do nitrato, fermentação da lactose e liquefação da gelatina.

8.1.1  Teste para pesquisa de catalase:

Com uma pipeta Pasteur estéril ou uma alça de inoculação flambada e resfriada, transferir um

inóculo para uma lâmina de vidro e, sobre o mesmo, adicionar algumas gotas de peróxido de

hidrogênio a 3%. A ausência de bolhas constitui teste de catalase negativo, indicando a provável

presença de Clostridium perfringens.



Compartilhe com seus amigos:
1   ...   26   27   28   29   30   31   32   33   34


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal