Companhia Ambiental do Estado de São Paulo



Baixar 97.57 Kb.
Pdf preview
Página23/34
Encontro03.08.2021
Tamanho97.57 Kb.
1   ...   19   20   21   22   23   24   25   26   ...   34
6.3.7  Leitura

6.3.7.1 Após o período de incubação, com o auxílio de um microscópio estereoscópico, com

iluminação fluorescente, efetuar a contagem das colônias presuntivas positivas de Clostridium



perfringens, que apresentarem coloração amarelo palha (sacarose 

+

, celobiose 



−−−−

), 1 a 3mm de

diâmetro, formato convexo e bordas lisas, levando-se em conta as seguintes observações:

6.3.7.2  Os limites aceitáveis para a contagem se situam entre 20 e 80 colônias típicas.

6.3.7.3  No caso de terem sido filtrados vários volumes, selecionar para leitura apenas aquele(s) que

tiver (em) fornecido contagem dentro dos limites aceitáveis.



6.3.7.4 Se a contagem em todos os volumes filtrados for inferior a 20 colônias típicas, não

considerar o limite mínimo e efetuar a leitura em todas as placas correspondentes aos volumes

filtrados da amostra. Considerar a observação do item 7.1.1 para o cálculo dos resultados.

6.3.7.5 Quando todos os volumes filtrados apresentarem contagens iguais a zero, expressar os

resultados segundo o item 7.2.4.



6.3.7.6 Quando a estimativa visual do total de colônias for superior a 200, ou quando houver

crescimento em toda a área de filtração da membrana, sem colônias bem definidas (crescimento

confluente), a contagem não é efetuada, sendo os resultados relatados conforme o item 7.2.3.

6.3.7.7  Efetuar a pesquisa da enzima fosfatase ácida, expondo a placa aberta com as colônias

típicas a vapores de hidróxido de amônio, durante 10 a 30 segundos.



6.3.7.8  Considerar como colônias presuntivas de Clostridium perfringens aquelas que adquirirem

uma coloração rosa-escuro ou magenta (fosfatase ácida positiva). Contar estas colônias.





Compartilhe com seus amigos:
1   ...   19   20   21   22   23   24   25   26   ...   34


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal