Com 06 cavalos e injeção direta de combustível, propulsor ecotec é o mais potente e moderno da categoria



Baixar 57.86 Kb.
Página1/6
Encontro13.12.2019
Tamanho57.86 Kb.
  1   2   3   4   5   6

Sexta-feira, 05 de setembro de 2014



S10 ganha motor flex mais potente do segmento

 


  • Com 206 cavalos e injeção direta de combustível, propulsor 2.5 ECOTEC é o mais potente e moderno da categoria

 

  • Novo motor estreia com transmissão de seis marchas e possibilidade de tração 4x4 e controle eletrônico de estabilidade

 

  • Linha 2015 da picape incorpora ainda novos itens de série e mudanças no interior das versões LT e LTZ, incluindo as do modelo a diesel



  • Modelo Chevrolet traz também melhorias no acerto da suspensão

 

São Caetano do Sul (SP) – Líder absoluta de seu segmento desde o lançamento, em 1995, a Chevrolet S10 inova mais uma vez: é a primeira picape a oferecer opção de motor flex equipado com injeção direta de combustível --a tecnologia proporciona redução do consumo e melhor desempenho ao veículo.

Com quatro cilindros e comando de válvulas continuamente variável, o inédito propulsor 2.5 ECOTEC entrega até 206 cavalos e 27,3 kgfm de torque quando abastecido com etanol. A potência é recorde para um modelo da categoria, superando até mesmo rivais V6.

Principal novidade da linha 2015, o novo motor Chevrolet substitui nas versões intermediária (LT) e de luxo (LTZ) o 2.4 Flexpower, de 147 cv de potência, que permanecerá apenas na versão de entrada (LS), que não sofre mudanças. A S10 mantém ainda a opção 2.8 Turbodiesel, que, no ano passado, teve a potência aumentada para 200 cv após atualizações mecânicas.

Identificado pela sigla SIDI (Spark Ignition Direct Injection) na tampa traseira, o propulsor 2.5 ECOTEC estreia com transmissão manual de seis marchas e opção de tração 4x4 com reduzida de acionamento eletrônico e controle eletrônico de estabilidade, itens até então exclusivos da versão a diesel.

 

Outra importante evolução do carro foi o trabalho de recalibração da suspensão dianteira e traseira, com o intuito de deixar o conjunto mais rígido, e a direção, mais direta –perfeito para o consumidor que procura um utilitário versátil para o uso urbano e também confortável em pisos irregulares.  



 O interior da S10 também passou por melhorias significativas, com reforços no isolamento acústico da cabine, adoção de novos materiais de acabamento no painel e equipamentos de série adicionais, dependendo da versão. 

Com isso, a picape Chevrolet amplia ainda seu leque de configurações na linha 2015. Afinal são duas opções de carroceria (simples e dupla), duas de tração (4x2 e 4x4), três de transmissão (manual de 5 ou de 6 e automática de 6 marchas), três de acabamento (LS, LT e LTZ) e três de motorização (2.4 flex, 2.5 flex SIDI e 2.8 Turbodiesel), totalizando 14 pacotes.

 “A S10 é o modelo à venda no mercado brasileiro com a maior diversidade de configurações, pois atente os mais variados tipos de consumidores, do que busca um veículo de trabalho com ampla capacidade de carga, passando por aquele que quer uma picape confiável para o uso off-road ao que busca um utilitário de luxo robusto”, diz Marcos Munhoz, vice-presidente da GM do Brasil.

 




Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5   6


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal