Colégio Estadual General Siqueira Profª Emanuelle 1 ❖ Leia os textos abaixo



Baixar 217.68 Kb.
Pdf preview
Página3/6
Encontro05.07.2022
Tamanho217.68 Kb.
#24150
1   2   3   4   5   6
Resumo sobre verbos
Verbos Defectivos - Os verbos defectivos são aqueles que não são conjugados 
em todas as pessoas, tempos e modos. Eles podem ser de três tipos: 
1. Impessoais - Quando os verbos indicam, especialmente, fenômenos da 
natureza (não tem sujeito) e são conjugados na terceira pessoa do singular, são 
verbos impessoais. Exemplos: chover, trovejar, ventar. 
2. Unipessoais - Quando os verbos indicam vozes dos animais e são conjugados 
na 
terceira 
pessoa 
do 
singular 
ou 
do 
plural, 
são 
verbos 
unipessoais. Exemplos: ladrar, miar, surtir. 
3. Pessoais - Quando os verbos têm sujeito, mas não são conjugados em todas 
as pessoas, são verbos pessoais. Exemplos: banir, falir, reaver. 
• 
Verbos Abundantes - Os verbos abundantes são aqueles que aceitam duas ou 
mais formas. É comum ocorrer no Particípio. Exemplos: aceitado e aceito
inserido e inserto, segurado e seguro. 
Disponível em: <
O que é um Verbo? - Toda Matéria (todamateria.com.br)
>.
Resumindo: 
Os verbos podem ser: regulares, irregulares, defectivos, anômalos e abundantes. 


Colégio Estadual General Siqueira 
Profª Emanuelle 

1. Verbos regulares são aqueles que obedecem a um paradigma referente a uma 
dada conjugação, sem que haja mudança no radical. Exemplos: cantar, partir.
2. Verbos irregulares são aqueles que apresentam alteração no radical ou não 
aceitam algumas das terminações do seu paradigma correspondente. Exemplos: 
medir, fazer. 
3. Verbos defectivos são aqueles que não apresentam uma conjugação 
completa. Tal ocorrência se deve à eufonia (ato de produzir um bom som) e à 
homofonia (efeito de produzir um som igual). Exemplos: verbo computar
destituído de algumas pessoas gramaticais, dado o efeito sonoro pejorativo, e o 
verbo falir, também destituído de algumas pessoas gramaticais, em virtude da 
semelhança com o verbo falar.
4. Verbos anômalos são aqueles que, durante a conjugação, apresentam 
profundas alterações no radical. Exemplos: ir, ser. 
5. Verbos abundantes são constituídos por mais de uma forma, geralmente 
demarcadas pelo particípio regular e pelo particípio irregular. Exemplos: acender 
– acendido – particípio regular / aceso – particípio irregular
expulsar – expulsado – particípio regular / expulso – particípio irregular. 
Tempos verbais 

Baixar 217.68 Kb.

Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6




©historiapt.info 2023
enviar mensagem

    Página principal