Cláudio Vicentino Bruno Vicentino Olhares da História Brasil e mundo



Baixar 2.9 Mb.
Página560/563
Encontro08.10.2019
Tamanho2.9 Mb.
1   ...   555   556   557   558   559   560   561   562   563
Trabalhando com o filme Guerra ao terror

Para incentivar a reflexão acerca das relações entre Oriente e Ocidente e discutir o papel das potências ocidentais no mundo de hoje, sugerimos um trabalho com o filme Guerra ao terror (direção de Kathryn Bigelow, Estados Unidos, 2008). Antes de exibir o filme em sala de aula, peça aos alunos que fiquem atentos aos seguintes aspectos:

- características dos cenários;

- ponto de vista induzido pela câmera;

- características psicológicas dos personagens;

- razões pelas quais cada personagem está envolvido com a guerra;

- papel da tecnologia;

- relação que soldados e iraquianos estabelecem com a tecnologia;

- entendimento entre soldados e iraquianos (falas e gestos);

- relação entre os soldados.

Ao final da exibição, divida a turma em grupos de cinco ou seis alunos e proponha uma discussão em torno das seguintes questões:

a) Por que a filmagem coloca o espectador no lugar dos soldados estadunidenses?

b) Qual é a origem da tensão produzida pelo filme?

c) Que relação o filme estabelece entre a guerra e a droga?

d) Na opinião do grupo, o filme é uma crítica ou uma apologia à ação estadunidense no Iraque?

Quando os grupos tiverem terminado de responder a todas as questões, peça a cada um que eleja um aluno para fazer a exposição das conclusões para a turma. Após todas as apresentações, oriente os grupos a debater seus diferentes pontos de vista.

Observe se os grupos perceberam que muitas vezes as cenas são filmadas como se os espectadores estivessem no lugar dos personagens, o que reforça a identificação com eles. Frequentemente, nosso olhar se confunde com o dos soldados, o que gera boa parte da tensão do filme. Observe também se os alunos perceberam que os cenários sempre causam no espectador certa sensação de confusão; seja no deserto ou no centro urbano, temos sempre a impressão de que nos faltam referências claras, trazendo a quem assiste um sentimento de solidão. Assim como os soldados, também

384

não conseguimos interpretar os gestos, as palavras e as atitudes dos iranianos; não distinguimos claramente o perigo, tudo nos parece ameaçador, como na cena em que dois grupos de homens trocam sinais do alto das construções. Muitas vezes nos deixamos enganar pelas aparências e somos incapazes de interpretar o que está diante de nós. Assim, acreditamos que o jovem vendedor de vídeos está de fato morto; só tardiamente percebemos que há algo suspeito na cena em que o médico conversa com o velho que carrega entulho em sua insuspeita carroça. Nesse mundo, de nada vale a tecnologia sofisticada dos soldados, pois nem sequer sabem exatamente como e quando utilizá-la. A própria razão da guerra perde qualquer sentido, assim como a vida dos personagens envolvidos nela.

O filme recebeu muitas críticas por não ter oferecido ao espectador uma posição mais clara em relação à guerra. Todavia, a posição da diretora não está ausente. Ao final do filme, temos a sensação de que a guerra é como uma alucinação, cujo sentido nós desistimos de apreender. Dessa forma, qualquer motivo para a guerra torna-se inócuo, diante da nossa incapacidade de compreender o "outro", aquele que definimos como o "inimigo".


Catálogo: editoras -> liepem18 -> OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> OLHARES%20DA%20HISTÓRIA%20BRASIL%20E%20MUNDO%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SCIPIONE
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Gilberto Cotrim Bacharel e licenciado em História pela Universidade de São Paulo Mestre em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Mackenzie Professor de História e advogado Mirna Fernandes
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Geografia Espaço e identidade Levon Boligian, Andressa Alves 3 Componente curricular Geografia
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Manual do professor
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Manual do Professor História Global
OLHARES%20DA%20HISTÓRIA%20BRASIL%20E%20MUNDO%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SCIPIONE -> Olhares da História 1 Brasil e mundo Manual do Professor Cláudio Vicentino
OLHARES%20DA%20HISTÓRIA%20BRASIL%20E%20MUNDO%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SCIPIONE -> Olhares da História 2 Brasil e mundo
OLHARES%20DA%20HISTÓRIA%20BRASIL%20E%20MUNDO%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SCIPIONE -> Cláudio Vicentino Bruno Vicentino Olhares da História Brasil e mundo
OLHARES%20DA%20HISTÓRIA%20BRASIL%20E%20MUNDO%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SCIPIONE -> Olhares da História 1 Brasil e mundo Manual do Professor Cláudio Vicentino


Compartilhe com seus amigos:
1   ...   555   556   557   558   559   560   561   562   563


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal