Cláudio Vicentino Bruno Vicentino Olhares da História Brasil e mundo


A economia e o desenvolvimento social na Nova República (1985-1989)



Baixar 2.9 Mb.
Página340/563
Encontro08.10.2019
Tamanho2.9 Mb.
1   ...   336   337   338   339   340   341   342   343   ...   563
A economia e o desenvolvimento social na Nova República (1985-1989)

A retomada do crescimento econômico foi o principal objetivo dessa nova fase da República brasileira, chamada por Tancredo Neves e seus apoiadores de Nova República. Esperava-se, com isso, gerar mais empregos e melhorar as condições salariais e de vida da população. Buscava-se, ainda, enfrentar a inflação (cuja taxa alcançou 215% em 1984), reduzir os gastos públicos e evitar que o pagamento da dívida externa afetasse os investimentos para o desenvolvimento do país.

Para conter a inflação, reorientar o desenvolvimento e ajudar a restaurar a credibilidade do governo, foi desenvolvido o Programa de Estabilização da Economia, nome oficial para o popularmente conhecido Plano Cruzado.

O plano foi anunciado em 28 de fevereiro de 1986, sem ter sido discutido no Congresso. O anúncio surpreendeu a população brasileira com uma série de mudanças destinadas a combater a inflação, manter o crescimento econômico e valorizar o poder aquisitivo dos salários. Entre elas, destacavam-se:

- Substituição do cruzeiro, a moeda vigente, por uma nova moeda, o cruzado, cuja unidade valia mil cruzeiros;

- Congelamento de preços de produtos, tarifas, aluguéis e serviços. Os preços eram tabelados e controlados pelo governo federal;

- Reajuste de salários pelo seu valor médio nos seis meses anteriores, acrescido de um abono;

- Reajuste dos salários toda vez que a inflação atingisse a marca de 20%, estratégia que ficou conhecida como gatilho salarial.

Outros fatores que também afetavam a inflação, como custos de produção, impostos, subsídios para a atividade produtiva, dívida externa, taxas de juros e déficit público, não foram tratados. O Plano, portanto, deveria ser complementado com outras medidas nos meses seguintes para efetivamente reorganizar a economia, as finanças brasileiras e a distribuição de renda.

Os primeiros resultados foram positivos: em fevereiro de 1986, mês de anúncio do Plano, a inflação havia chegado a 15%; em abril o índice foi negativo, e próximo de zero nos meses seguintes. O aumento do poder aquisitivo dos salários levou a população a consumir produtos em maior quantidade e a adquirir produtos que antes eram inacessíveis. Isso deu grande popularidade ao presidente Sarney.

O congelamento dos preços, porém, não estimulou o aumento da produção para atender à nova demanda. Isso provocou o desabastecimento de diversos itens. Essa situação afetava produtos básicos como leite, carne, remédios, aço, além de combustíveis e automóveis. Para suprir a falta desse itens no mercado, o governo começou a importá-los.

Essa estratégia afetou diretamente as contas públicas, que já estavam deficitárias.

LEGENDA: Consumidora passa por prateleiras vazias em supermercado na cidade de São Paulo (SP), em 1986. Naquele ano, para conter a inflação acelerada, o governo Sarney lançou o Plano Cruzado, que, entre outras medidas, mudou a moeda de cruzeiro para cruzado, congelou preços e criou o gatilho salarial. Entretanto, ainda naquele ano, a nova moeda perdeu força e uma grave crise de abastecimento assolou o país, dando espaço para a volta da inflação.

FONTE: Arquivo/Agência Estado




Catálogo: editoras -> liepem18 -> OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> OLHARES%20DA%20HISTÓRIA%20BRASIL%20E%20MUNDO%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SCIPIONE
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Gilberto Cotrim Bacharel e licenciado em História pela Universidade de São Paulo Mestre em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Mackenzie Professor de História e advogado Mirna Fernandes
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Geografia Espaço e identidade Levon Boligian, Andressa Alves 3 Componente curricular Geografia
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Manual do professor
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Manual do Professor História Global
OLHARES%20DA%20HISTÓRIA%20BRASIL%20E%20MUNDO%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SCIPIONE -> Olhares da História 1 Brasil e mundo Manual do Professor Cláudio Vicentino
OLHARES%20DA%20HISTÓRIA%20BRASIL%20E%20MUNDO%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SCIPIONE -> Olhares da História 2 Brasil e mundo
OLHARES%20DA%20HISTÓRIA%20BRASIL%20E%20MUNDO%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SCIPIONE -> Cláudio Vicentino Bruno Vicentino Olhares da História Brasil e mundo
OLHARES%20DA%20HISTÓRIA%20BRASIL%20E%20MUNDO%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SCIPIONE -> Olhares da História 1 Brasil e mundo Manual do Professor Cláudio Vicentino


Compartilhe com seus amigos:
1   ...   336   337   338   339   340   341   342   343   ...   563


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal