Cláudio Vicentino Bruno Vicentino Olhares da História Brasil e mundo



Baixar 2.9 Mb.
Página196/563
Encontro08.10.2019
Tamanho2.9 Mb.
1   ...   192   193   194   195   196   197   198   199   ...   563
143

1. Justificando a guerra

Durante as guerras, é comum que cada lado em confronto "demonize" o inimigo para convencer sua população de que a guerra é legítima. Dessa forma, o conflito torna-se, simbolicamente, uma luta do bem contra o mal, da civilização contra a barbárie, e assim por diante. Tal discurso costuma encobrir os interesses reais - geralmente econômicos e políticos - por trás da guerra. Entre os jornalistas, costuma-se repetir a frase "Na guerra, a primeira vítima é a verdade", atribuída ao dramaturgo grego Ésquilo (c. 525 a.C.-456 a.C.) e também ao senador estadunidense Hiram Johnson (1866-1945) e ao jornalista Harold Thomas Henry Carter (1898-1944).

A Segunda Guerra Mundial foi um conflito no qual as atrocidades cometidas por um dos lados (especialmente as da Alemanha nazista) foram muito impactantes. O massacre sistemático e organizado de minorias, como judeus, ciganos, homossexuais, etc., em campos de extermínio é um exemplo dessas atrocidades.

É interessante pensar até que ponto o bloco vencedor do conflito também não cometeu atrocidades. Essa constatação não serve para minimizar os crimes praticados pelo regime nazista e muito menos para estabelecer uma contabilidade baseada em quem teria matado mais ou menos. Porém, é importante pensar que a guerra quase sempre resulta em barbárie, e que a eventual "justiça" de um conflito armado não pode servir para encobri-la.

LEGENDA: Portão de entrada de Auschwitz, campo de concentração construído na Polônia ocupada pelos alemães durante a Segunda Guerra Mundial. Sobre o portão, a frase em alemão Arbeit macht frei ("O trabalho liberta"). Foto da década de 1940.

FONTE: Mondadori/Portfólio/Getty Images

Boxe complementar:

Veja abaixo os períodos e os lugares em que se passaram os principais eventos do capítulo.

Fim do complemento.

Onde e quando

LEGENDA: Linha do tempo esquemática. O espaço entre as datas não é proporcional ao intervalo de tempo.

FONTE: Banco de imagens/Arquivo da editora


Catálogo: editoras -> liepem18 -> OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> OLHARES%20DA%20HISTÓRIA%20BRASIL%20E%20MUNDO%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SCIPIONE
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Gilberto Cotrim Bacharel e licenciado em História pela Universidade de São Paulo Mestre em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Mackenzie Professor de História e advogado Mirna Fernandes
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Geografia Espaço e identidade Levon Boligian, Andressa Alves 3 Componente curricular Geografia
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Manual do professor
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Manual do Professor História Global
OLHARES%20DA%20HISTÓRIA%20BRASIL%20E%20MUNDO%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SCIPIONE -> Olhares da História 1 Brasil e mundo Manual do Professor Cláudio Vicentino
OLHARES%20DA%20HISTÓRIA%20BRASIL%20E%20MUNDO%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SCIPIONE -> Olhares da História 2 Brasil e mundo
OLHARES%20DA%20HISTÓRIA%20BRASIL%20E%20MUNDO%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SCIPIONE -> Cláudio Vicentino Bruno Vicentino Olhares da História Brasil e mundo
OLHARES%20DA%20HISTÓRIA%20BRASIL%20E%20MUNDO%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SCIPIONE -> Olhares da História 1 Brasil e mundo Manual do Professor Cláudio Vicentino


Compartilhe com seus amigos:
1   ...   192   193   194   195   196   197   198   199   ...   563


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal