Cláudio Vicentino Bruno Vicentino Olhares da História Brasil e mundo



Baixar 2.9 Mb.
Página194/563
Encontro08.10.2019
Tamanho2.9 Mb.
1   ...   190   191   192   193   194   195   196   197   ...   563
Trabalhar mais jovem?

Trabalhar mais jovem, em condições ideais. A gente pode ter por parte do empregador e do empregado uma convergência de interesse. A gente hoje está engessado, está penalizando tanto o empregador quanto o empregado.

[...]

Mas o senhor enxerga algum Congresso (porque isso teria que ser aprovado pelo Congresso, porque está na lei), algum Congresso - Câmara e Senado - aprovando uma redução do horário legal de almoço?

Se for vontade dos empregados, por que não? Será que o pessoal gosta de ficar uma hora para almoçar sendo que pode almoçar em meia hora, e essa meia hora podia ser aproveitada para voltar antes para casa? Será que não é mais legal para ele voltar antes para casa do que ficar uma hora sem ter o que fazer porque a lei exige que tenha esse tempo determinado de almoço? Eu estou falando isso em benefício do empregado também, entendeu?



Mas o senhor está falando num item que realmente teria algum benefício, talvez, para o empregador. Mas ainda assim, em relação ao que você paga de INSS [Instituto Nacional do Seguro Social], os vales (transporte, alimentação), Fundo de Garantia [do Tempo de Serviço], um terço de férias, todos esses direitos, o senhor acha que algum deles deveria ser facultativo entre patrão e empregado? Ou não, você acha que devem ser mantidos na lei?

Eu acho que pode ser negociado.



Quais?

Todos. Porque tem que ver se o empregado quer também, entendeu? Se você propõe para o empregado, por exemplo, se reduzir metade dos direitos que ele tem e outra metade vai para o bolso dele, eu te garanto que os empregados vão querer que metade vá para o bolso. Então tem um espaço enorme. O custo é muito grande, e o empregado não tem o benefício equivalente.

Disponível em: http://tvuol.uol.com.br/video/integra-da-entrevista-com-benjamin-steinbruch-57-min-04024C9B3764C4915326. Acesso em: 1º maio 2016.

Agora, responda às questões:

a) Que críticas o empresário Benjamin Steinbruch faz à CLT?

b) Que mudanças ele propõe na legislação?

c) Muitos críticos da CLT afirmam que ela é ultrapassada, pois foi lançada durante a Era Vargas. Em sua opinião, as dificuldades enfrentadas pelos trabalhadores nos anos 1930, as quais a CLT procurou minimizar, são muito diferentes das atuais? Justifique sua resposta.


Catálogo: editoras -> liepem18 -> OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> OLHARES%20DA%20HISTÓRIA%20BRASIL%20E%20MUNDO%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SCIPIONE
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Gilberto Cotrim Bacharel e licenciado em História pela Universidade de São Paulo Mestre em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Mackenzie Professor de História e advogado Mirna Fernandes
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Geografia Espaço e identidade Levon Boligian, Andressa Alves 3 Componente curricular Geografia
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Manual do professor
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Manual do Professor História Global
OLHARES%20DA%20HISTÓRIA%20BRASIL%20E%20MUNDO%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SCIPIONE -> Olhares da História 1 Brasil e mundo Manual do Professor Cláudio Vicentino
OLHARES%20DA%20HISTÓRIA%20BRASIL%20E%20MUNDO%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SCIPIONE -> Olhares da História 2 Brasil e mundo
OLHARES%20DA%20HISTÓRIA%20BRASIL%20E%20MUNDO%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SCIPIONE -> Cláudio Vicentino Bruno Vicentino Olhares da História Brasil e mundo
OLHARES%20DA%20HISTÓRIA%20BRASIL%20E%20MUNDO%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SCIPIONE -> Olhares da História 1 Brasil e mundo Manual do Professor Cláudio Vicentino


Compartilhe com seus amigos:
1   ...   190   191   192   193   194   195   196   197   ...   563


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal