Cláudio Vicentino Bruno Vicentino Olhares da História Brasil e mundo


Partido Nacional-Socialista dos Trabalhadores Alemães



Baixar 2.9 Mb.
Página142/563
Encontro08.10.2019
Tamanho2.9 Mb.
1   ...   138   139   140   141   142   143   144   145   ...   563
Partido Nacional-Socialista dos Trabalhadores Alemães (Nationalsozialistische Deutsche Arbeiterpartei), popularmente chamado de nazi. Com forte apelo ao sentimento nacional diante das dificuldades do pós-guerra, o novo grupo ganhou cada vez mais adeptos. Para intimidar os opositores, os nazistas atuavam com

A hiperinflação alemã

FONTE: Cassiano Röda/Arquivo da editora



106

uma polícia paramilitar, as Seções de Assalto (SA) - os camisas-pardas.

Diante do agravamento da situação socioeconômica e da ineficiência do governo, Hitler e seus seguidores tentaram assumir o poder em novembro de 1923. Numa cervejaria de Munique, proclamaram o fim da República. Embora todos tivessem sido presos, ganharam ampla publicidade pelo país. O Putsch ("golpe", em alemão) de Munique, como o evento ficou conhecido, pareceu, por seu fracasso, o fim do nascente Partido Nazista. Foi, no entanto, apenas um recuo momentâneo na escalada nazista, que contaria mais tarde com circunstâncias propícias a seu reerguimento definitivo.

Na prisão, Hitler escreveu Mein Kampf, obra em que desenvolveu os fundamentos do nazismo:

- a ideia pseudocientífica da existência de uma raça "pura", a raça ariana - que seria descendente de um grupo indo-europeu mais puro;

- o nacionalismo exacerbado;

- o totalitarismo;

- o anticomunismo;

- o antissemitismo;

- o conceito de espaço vital (Lebensraum), domínio de territórios indispensáveis ao desenvolvimento do povo alemão, inclusive com a conquista da Europa oriental.

LEGENDA: Após a quebra da Bolsa de Valores de Nova York, em 1929, a situação econômica e social da Alemanha se agravou, aumentando o número de desempregados e os índices de inflação. Na foto, de 1931, unidade móvel do exército atende aos pobres fornecendo refeição gratuitamente nas proximidades de Berlim.

FONTE: Austrian Archives/Corbis/Latinstock

LEGENDA: Adolf Hitler atravessa multidão de trabalhadores de uma fábrica alemã. Foto de novembro de 1933.

FONTE: Hulton-Deutsh Collection/Corbis/Latinstock

O nazismo ganhou impulso com a Grande Depressão, iniciada com a quebra da Bolsa de Valores de Nova York, em 1929. Em 1932, muitos dos 6 milhões de desempregados alemães engrossavam as fileiras do Partido Nazista, ao lado de ex-soldados, jovens estudantes e agricultores, descontentes com o governo democrático de Weimar. Outros, porém, alinhavam-se aos grupos políticos de esquerda, fato que amedrontou a elite e a classe média alemãs, que viram na proposta nazista a salvação nacional.

As tropas das SA passaram a agir livremente, e a popularidade nazista se impôs. Em 1932, nas eleições para o Parlamento, os nazistas conquistaram 230 cadeiras (em 1930, eram aproximadamente 30) e, em 1933, com a crise do sistema parlamentarista, o presidente Hindenburg (1847-1934) ofereceu a Hitler o cargo de chanceler.

Elevado ao poder, o líder nazista se lançou contra a oposição. Para tanto, usou diversos meios, entre os quais uma farsa: provocou um incêndio que destruiu o prédio do Parlamento em Berlim, o Reichstag, e colocou a culpa nos comunistas, acusando-os de tramarem um golpe. Isso lhe permitiu a instalação de uma ditadura totalitária. Os deputados e líderes das esquerdas foram presos e levados para campos de concentração - áreas de confinamento cercadas e vigiadas. Nesses lugares e nos campos de extermínio, muitos opositores do regime nazista e milhões de judeus foram assassinados, no genocídio conhecido como holocausto.

Para sustentar o poder hitlerista, foram criadas a Gestapo - polícia secreta do Estado - e as Seções de Segurança (SS), polícia política do partido, bem-treina - da, disciplinada e fiel ao líder.

No dia 21 de março de 1933, Hitler proclamou a criação do Terceiro Reich ("império"), sucessor do Sacro Império Romano-Germânico (962-1806) e do Império dos Kaiser Hohenzollern (1871-1919). Com a morte de Hindenburg,


Catálogo: editoras -> liepem18 -> OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> OLHARES%20DA%20HISTÓRIA%20BRASIL%20E%20MUNDO%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SCIPIONE
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Gilberto Cotrim Bacharel e licenciado em História pela Universidade de São Paulo Mestre em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Mackenzie Professor de História e advogado Mirna Fernandes
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Geografia Espaço e identidade Levon Boligian, Andressa Alves 3 Componente curricular Geografia
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Manual do professor
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Manual do Professor História Global
OLHARES%20DA%20HISTÓRIA%20BRASIL%20E%20MUNDO%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SCIPIONE -> Olhares da História 1 Brasil e mundo Manual do Professor Cláudio Vicentino
OLHARES%20DA%20HISTÓRIA%20BRASIL%20E%20MUNDO%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SCIPIONE -> Olhares da História 2 Brasil e mundo
OLHARES%20DA%20HISTÓRIA%20BRASIL%20E%20MUNDO%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SCIPIONE -> Cláudio Vicentino Bruno Vicentino Olhares da História Brasil e mundo
OLHARES%20DA%20HISTÓRIA%20BRASIL%20E%20MUNDO%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SCIPIONE -> Olhares da História 1 Brasil e mundo Manual do Professor Cláudio Vicentino


Compartilhe com seus amigos:
1   ...   138   139   140   141   142   143   144   145   ...   563


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal