Cláudio Vicentino Bruno Vicentino Olhares da História Brasil e mundo



Baixar 0.76 Mb.
Página137/563
Encontro08.10.2019
Tamanho0.76 Mb.
1   ...   133   134   135   136   137   138   139   140   ...   563
Evolução da Bolsa de Nova York

FONTE: Adaptado de: CAMERA, Augusto; FABIETTI, Renato. Elementi di storia 3. Bolonha: Zanichelli, 1999. p. 1 374.

FONTE: Gráficos: Cassiano Röda/Arquivo da editora

102

3. O ideário nazifascista

O nazifascismo caracterizou-se por ser um movimento essencialmente nacionalista, antidemocrático, antioperário, antiliberal e anticomunista. Sua ascensão na Europa ocorreu entre o final da Primeira e o início da Segunda Guerra Mundial, no contexto da crise dos países europeus desencadeada pelos efeitos da Primeira Guerra Mundial e pela quebra da Bolsa de Nova York, em 1929.

Na Alemanha, o movimento foi representado por Adolf Hitler (1889-1945), cujo livro Mein Kampf (Minha luta), publicado em 1925, serviu como base teórica do governo nazista. A Itália foi outro polo do movimento, liderado por Benito Mussolini (1883-1945), que ascendeu ao governo em 1922.

Em outros países, regimes políticos semelhantes ao nazifascismo também foram adotados, como o franquismo na Espanha e o salazarismo em Portugal.

Esses novos governos representaram uma reação nacionalista às frustrações resultantes da Primeira Guerra Mundial e um modo de fortalecer o Estado, além de atender às aspirações de estabilidade diante das ameaças revolucionárias de esquerda e, sobretudo, diante da instauração do socialismo na União Soviética.

A doutrina nazifascista caracterizava-se basicamente pelos seguintes pontos:

- totalitarismo, em que o Partido Fascista ou Nazista confundia-se com o Estado, formando a síntese das aspirações nacionais;

- nacionalismo, propondo a subordinação do indivíduo aos interesses da nação;

- idealismo, acreditando no poder transformador das ideias e convicções;

- romantismo, que negava a razão como solucionadora dos problemas nacionais, defendendo, ao contrário, que somente a fé, o autossacrifício, o heroísmo e a força seriam capazes de superar as dificuldades;

- autoritarismo, segundo o qual a autoridade do líder - o Duce (na Itália) ou o Führer (na Alemanha) - era indiscutível;

- militarismo, que possibilitaria a salvação nacional por meio da luta e da guerra;

- anticomunismo.

No caso alemão, havia ainda o antissemitismo, isto é, a perseguição racista aos judeus, justificada pela afirmação de que, na Primeira Guerra Mundial, os alemães haviam sido traídos pelos judeus marxistas, o que teria provocado a sua derrota no conflito. Além disso, segundo os defensores do nazismo, os judeus, vistos como antinacionais e sem pátria, ameaçavam a formação da "grande raça ariana alemã". A ideia fundamental do nazismo era expressa pela máxima: Ein Volk, ein Reich, ein Führer (Um povo, um império, um líder).

Na Itália, o fascismo baseava-se no corporativismo: o povo, produtor de riquezas, organizava-se em corporações sindicais que governavam o país por meio do Partido Fascista, que se confundia com o próprio Estado. Ao contrário da visão marxista, negava-se a oposição entre classes na estrutura social, e o Estado corporativo deveria buscar a harmonização dos interesses conflitantes do capital e do trabalho nos próprios quadros das corporações.

Hitler e Mussolini contaram com o capital financeiro e o apoio da alta burguesia na edificação do Estado totalitário. No caso nazista, foi representado pela tradicional família Krupp, dona de indústrias no ramo de aço, munições e armamentos; e, na Itália, pela Confederação Geral da Indústria, pela Associação dos Bancos e pela Confederação da Agricultura.

LEGENDA: Pôster do filme O eterno judeu, de 1937, que pregava o antissemitismo.

FONTE: Peter Newark Military Pictures/The Bridgeman Art Library/Keystone




Catálogo: editoras -> liepem18 -> OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> OLHARES%20DA%20HISTÓRIA%20BRASIL%20E%20MUNDO%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SCIPIONE
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Gilberto Cotrim Bacharel e licenciado em História pela Universidade de São Paulo Mestre em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Mackenzie Professor de História e advogado Mirna Fernandes
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Geografia Espaço e identidade Levon Boligian, Andressa Alves 3 Componente curricular Geografia
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Manual do professor
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Manual do Professor História Global
OLHARES%20DA%20HISTÓRIA%20BRASIL%20E%20MUNDO%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SCIPIONE -> Olhares da História 1 Brasil e mundo Manual do Professor Cláudio Vicentino
OLHARES%20DA%20HISTÓRIA%20BRASIL%20E%20MUNDO%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SCIPIONE -> Olhares da História 2 Brasil e mundo
OLHARES%20DA%20HISTÓRIA%20BRASIL%20E%20MUNDO%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SCIPIONE -> Cláudio Vicentino Bruno Vicentino Olhares da História Brasil e mundo
OLHARES%20DA%20HISTÓRIA%20BRASIL%20E%20MUNDO%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SCIPIONE -> Olhares da História 1 Brasil e mundo Manual do Professor Cláudio Vicentino


Compartilhe com seus amigos:
1   ...   133   134   135   136   137   138   139   140   ...   563


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal