Cláudio Vicentino Bruno Vicentino Olhares da História Brasil e mundo



Baixar 2.9 Mb.
Página110/563
Encontro08.10.2019
Tamanho2.9 Mb.
1   ...   106   107   108   109   110   111   112   113   ...   563
81

Para saber mais

Boxe complementar:



Os testemunhos de Canudos

São poucas as fontes existentes para estudar os eventos em torno do arraial de Canudos e de seu líder, Antônio Conselheiro.

O próprio beato deixou alguns manuscritos, entre sermões e discursos, que foram localizados sob os escombros do arraial. Dentre os discursos destaca-se um em que o motivo do ódio à República é explicado. Para Conselheiro, esta forma de governo era um "grande mal para o Brasil", pois era "opressora da Igreja e dos fiéis". Estudiosos consideram que esse trecho pode se referir à separação entre o Estado e a Igreja. No discurso, ainda condena a República por ter introduzido o casamento civil, tratando de um assunto que, a seu ver, era exclusivo da Igreja.

Outra fonte importante são as notícias e editoriais publicados em jornais baianos e sergipanos sobre a atuação de Conselheiro, ainda nos anos 1870 e 1880, e a cobertura jornalística das campanhas militares feita pelos periódicos regionais e das capitais do Sudeste. Vale destacar que a maioria dos jornais regionais era de pessoas ligadas a grupos políticos que disputavam o poder. Isso determinava o tom utilizado para descrever os acontecimentos, a fim de pressionar, elogiar ou criticar o governante diante dos fatos. Os textos dos jornais ajudaram as populações das capitais a formarem uma ideia do sertão e do seu povo e, assim, se posicionarem diante dos acontecimentos.

O texto a seguir foi publicado ainda na época do Império, em uma edição de novembro de 1874 do jornal sergipano O rabudo. Ele trata da crescente influência do beato no interior da Bahia.

Pedimos providências a respeito: seja esse homem capturado e levado à presença do Governo Imperial, a fim de prevenir os males que ainda não foram postos em prática [...]. Dizem que ele não teme a nada, e que estará a frente de suas ovelhas. Que audácia! O povo fanático sustenta que nele não tocarão; já tendo se dado casos de pegarem em armas para defendê-lo. Para qualquer lugar que ele se encaminha segue-o o povo em tropel, e em número fabuloso: acha-se agora em Rainha dos Anjos, da Província da Bahia, erigindo um Templo. (O rabudo 22 de novembro de 1874)

Citado por NOVAIS FILHO, Joaquim Antonio. Antonio Conselheiro na mira da imprensa baiana (1876-1897). In: VIII Encontro Nacional de História da Mídia. Guarapuava - PR, 2011. p. 3. Disponível em: http://goo.gl/V8lBtb. Acesso em: 17 jan. 2016.

LEGENDA: Em charge de Angelo Agostini, publicada em 1896 na Revista Illustrada, periódico republicano, Antônio Conselheiro é retratado de forma caricatural, com grupo de palhaços armados com velhas espingardas, tentando "barrar" a República.

FONTE: Angelo Agostini/Fundação Biblioteca Nacional, Rio de Janeiro.

82

LEGENDA: Detalhe de foto feita pelo fotógrafo Flávio de Barros em que se vê parcialmente o arraial de Canudos.

FONTE: Flávio de Barros/Museu da República, Rio de Janeiro

Existem também os registros fotográficos feitos por Flávio de Barros, autor das únicas imagens do arraial e de seus moradores. Barros produziu essas fotografias enquanto acompanhava um dos batalhões do Exército, entre setembro e outubro de 1897. Nelas, é possível observar a aridez da região, as condições de moradia no arraial de Canudos, os diversos batalhões mobilizados na última ofensiva contra o arraial e a fisionomia dos sertanejos capturados pelos soldados. Algumas dessas fotos foram utilizadas ao longo deste capítulo.

No entanto, o testemunho mais importante foi escrito pelo engenheiro e jornalista Euclides da Cunha (1866-1909). Ele acompanhou a última expedição do Exército e a destruição do povoado enquanto trabalhava como correspondente do jornal O Estado de S. Paulo. Depois que seus relatos sobre o conflito foram publicados nas páginas do periódico, Euclides dedicou-se a escrever Os sertões, lançado em 1902.

Leia, no trecho a seguir, as considerações que ele faz sobre a postura que os republicanistas tinham em relação àquela comunidade. Repare, também, nos termos utilizados para qualificar Conselheiro e seus seguidores.

Vivendo quatrocentos anos no litoral vastíssimo, em que palejam reflexos da vida civilizada, tivemos de improviso, como herança inesperada, a República. Ascendemos, de chofre, arrebatados na caudal dos ideais modernos, deixando na penumbra secular em que jazem, no âmago do país, um terço da nossa gente. Iludidos por uma civilização de empréstimos; respingando, em faina cega de copistas, tudo o que de melhor existe nos códigos orgânicos de outras nações, tornamos, revolucionariamente, fugindo ao transigir mais ligeiro com as exigências da nossa própria nacionalidade, mais fundo o contraste entre o nosso modo de viver e o daqueles rudes patrícios mais estrangeiros nesta terra do que os imigrantes da Europa. Porque não no-los separa um mar, separam-no-los três séculos...

Glossário:




Catálogo: editoras -> liepem18 -> OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> OLHARES%20DA%20HISTÓRIA%20BRASIL%20E%20MUNDO%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SCIPIONE
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Gilberto Cotrim Bacharel e licenciado em História pela Universidade de São Paulo Mestre em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Mackenzie Professor de História e advogado Mirna Fernandes
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Geografia Espaço e identidade Levon Boligian, Andressa Alves 3 Componente curricular Geografia
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Manual do professor
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Manual do Professor História Global
OLHARES%20DA%20HISTÓRIA%20BRASIL%20E%20MUNDO%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SCIPIONE -> Olhares da História 1 Brasil e mundo Manual do Professor Cláudio Vicentino
OLHARES%20DA%20HISTÓRIA%20BRASIL%20E%20MUNDO%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SCIPIONE -> Olhares da História 2 Brasil e mundo
OLHARES%20DA%20HISTÓRIA%20BRASIL%20E%20MUNDO%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SCIPIONE -> Cláudio Vicentino Bruno Vicentino Olhares da História Brasil e mundo
OLHARES%20DA%20HISTÓRIA%20BRASIL%20E%20MUNDO%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SCIPIONE -> Olhares da História 1 Brasil e mundo Manual do Professor Cláudio Vicentino


Compartilhe com seus amigos:
1   ...   106   107   108   109   110   111   112   113   ...   563


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal