Cláudio Vicentino Bruno Vicentino Olhares da História Brasil e mundo



Baixar 0.76 Mb.
Página109/563
Encontro08.10.2019
Tamanho0.76 Mb.
1   ...   105   106   107   108   109   110   111   112   ...   563
pau a pique: técnica de construção que usa trama feita com ripas de madeira ou bambu entrelaçadas e barro.

Fim do glossário.

Para os conselheiristas, o arraial era a Terra Prometida, o lugar onde se salvariam dos problemas do mundo. Já para os proprietários rurais, aquela comunidade reduzia a oferta de mão de obra, pois muitos lavradores preferiam a vida em Canudos ao trabalho nas fazendas. O alto clero local, por sua vez, via-se incapaz de persuadir os moradores a abandonar a comunidade. Nem mesmo as forças políticas locais interferiam na vida de Canudos, fazendo do arraial um núcleo à parte de uma realidade marcada pelo coronelismo e pelo latifúndio.

A existência de Canudos desagradava a elite, mas faltava um pretexto para sua eliminação. Em 1896, conselheiristas compraram, em Juazeiro, madeira para a construção de uma igreja no arraial. Mesmo tendo sido paga antecipadamente, a mercadoria não foi entregue pelos comerciantes, que seguiam instruções das autoridades locais e do Estado. Os membros do arraial de Canudos se mobilizaram para retirar o material à força. Era o pretexto esperado. Sabendo da intenção dos conselheiristas, o prefeito de Juazeiro solicitou ao governador o envio de tropas para enfrentá-los. O clima se acirrou após um embate armado, do qual os sertanejos de Canudos saíram vitoriosos.

Ao longo de 1897, Antônio Conselheiro e seus seguidores enfrentaram mais três forças militares enviadas pelo governo local, com reforços de soldados de vários estados, comandantes e armamentos do Exército. Mesmo mal armados, a resistência dos sertanejos foi favorecida pelo conhecimento que tinham da região, o que facilitava seus deslocamentos, e de como lidar com o clima seco. No entanto, a fome e a sede ajudaram a enfraquecê-los diante das tropas oficiais.

LEGENDA: Vista parcial de Canudos e nascente do rio Vaza-Barris em foto de 1897. Arraial de Canudos, interior da Bahia.

FONTE: Flávio de Barros/Museu da República, Rio de Janeiro.

80

LEGENDA: A última expedição reuniu homens de dezesseis estados, compondo uma força de aproximadamente 12 mil pessoas, incluindo médicos e engenheiros. Na foto, percebe-se a diferença de trajes, em virtude das diversas origens dos soldados.

FONTE: Flávio de Barros/Museu da República, Rio de Janeiro

O arraial foi derrotado em outubro de 1897, quando o quarto batalhão de soldados comandado pelo Exército cercou, bombardeou e incendiou a comunidade, matando quase toda a população. Antônio Conselheiro foi degolado e sua cabeça enviada para a Faculdade de Medicina da Bahia, a pedido da própria instituição, que acreditava que seu comportamento pudesse ser explicado por algum aspecto de seu cérebro. Os poucos sobreviventes do massacre renderam-se em condições precárias, famintos, feridos e assustados.

LEGENDA: Rendição de conselheiristas às tropas do Exército. Repare nos soldados ao fundo e nas expressões assustadas das mulheres e crianças que compunham o grupo. Foto de Flávio de Barros, autor das únicas imagens de Canudos.

FONTE: Flávio de Barros/Museu da República, Rio de Janeiro




Catálogo: editoras -> liepem18 -> OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> OLHARES%20DA%20HISTÓRIA%20BRASIL%20E%20MUNDO%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SCIPIONE
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Gilberto Cotrim Bacharel e licenciado em História pela Universidade de São Paulo Mestre em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Mackenzie Professor de História e advogado Mirna Fernandes
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Geografia Espaço e identidade Levon Boligian, Andressa Alves 3 Componente curricular Geografia
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Manual do professor
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Manual do Professor História Global
OLHARES%20DA%20HISTÓRIA%20BRASIL%20E%20MUNDO%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SCIPIONE -> Olhares da História 1 Brasil e mundo Manual do Professor Cláudio Vicentino
OLHARES%20DA%20HISTÓRIA%20BRASIL%20E%20MUNDO%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SCIPIONE -> Olhares da História 2 Brasil e mundo
OLHARES%20DA%20HISTÓRIA%20BRASIL%20E%20MUNDO%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SCIPIONE -> Cláudio Vicentino Bruno Vicentino Olhares da História Brasil e mundo
OLHARES%20DA%20HISTÓRIA%20BRASIL%20E%20MUNDO%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SCIPIONE -> Olhares da História 1 Brasil e mundo Manual do Professor Cláudio Vicentino


Compartilhe com seus amigos:
1   ...   105   106   107   108   109   110   111   112   ...   563


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal