Clopidogrel Acetylsalicylic acid Zentiva, inn-clopidogrel + Acetylsalicylic acid


  Interações medicamentosas e outras formas de interação



Baixar 380.35 Kb.
Pdf preview
Página6/41
Encontro08.10.2019
Tamanho380.35 Kb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   41
4.5  Interações medicamentosas e outras formas de interação 

 

Medicamentos associados a risco de hemorragia: existe um aumento do risco de hemorragia devido 

ao potencial efeito aditivo. Recomenda-se precaução na administração concomitante de medicamentos 

associados ao risco de hemorragia (ver secção 4.4). 

 

Anticoagulantes orais  

A administração concomitante de Clopidogrel/Ácido Acetilsalicílico Zentiva com anticoagulantes 

orais não é recomendada visto poder aumentar a intensidade das síndromes hemorrágicas (ver secção 

4.4). 


Embora a administração de 75 mg diários de clopidogrel não tenham modificado a farmacocinética da 

S-varfarina ou da Razão Normalizada Internacional (INR) em doentes a receber tratamento 

prolongado com varfarina, a coadministração de clopidogrel com varfarina aumenta o risco de 

hemorragia devido aos efeitos independentes na hemostase. 

 

Antagonistas da glicoproteína IIb/IIIa  

Clopidogrel/Ácido Acetilsalicílico Zentiva deverá ser usado com precaução nos doentes que recebem 

concomitantemente antagonistas da glicoproteína IIb/IIIa (ver secção 4.4). 

 

Heparina  

Num estudo clínico realizado em indivíduossaudáveis, o clopidogrel não implicou a alteração da dose 

de heparina, nem alterou o efeito da heparina sobre a coagulação.  

A coadministração de heparina não produziu qualquer efeito sobre a inibição da agregação plaquetária 

induzida pelo clopidogrel. É possível que exista uma interação farmacodinâmica entre o 

Clopidogrel/Ácido Acetilsalicílico Zentiva e a heparina, conduzindo a um risco aumentado do 

potencial de síndromes hemorrágicas. Deste modo, a associação destes dois medicamentos deve ser 

efetuada com precaução (ver secção 4.4).  

 

Trombolíticos  

A segurança da administração concomitante do clopidogrel, agentes trombolíticos específicos ou não 

para a fibrina e heparinas foi determinada em doentes com enfarte agudo de miocárdio. A incidência 

de síndromes hemorrágicas de relevância clínica foi semelhante à observada na administração 

concomitante de agentes trombolíticos e heparina com o ácido acetilsalicílico (ver secção 4.8). A 




segurança da administração concomitante de Clopidogrel/Ácido Acetilsalicílico Zentiva com outros 

agentes trombolíticos ainda não foi formalmente estabelecida e deve ser feita com precaução (ver 

secção 4.4). 

 

AINEs:  

Num estudo clínico conduzido em voluntários sãos, a administração concomitante de clopidogrel e 

naproxeno revelou um aumento da perda de sangue oculto a nível gastrointestinal. Consequentemente 

a administração concomitante de AINEs, incluindo inibidores da COX-2 e Clopidogrel/Ácido 

Acetilsalicílico Zentiva, não é recomendada (ver secção 4.4). 

 

Dados experimentais sugerem que o ibuprofeno pode inibir o efeito da aspirina numa dose baixa, na 



agregação plaquetária, quando são administrados concomitantemente. No entanto as limitações destes 

dados e as incertezas acerca da extrapolação dos dados ex vivo à situação clínica implicam que não 

possam ser tiradas conclusões claras para o uso regular de ibuprofeno e não parece ocorrer qualquer 

efeito clinicamente significativo para o uso ocasional de ibuprofeno (ver secção 5.1). 

 

Metamizol  

O metamizol pode reduzir o efeito do AAS na agregação plaquetária quando tomado 

concomitantemente. Assim, esta combinação deve ser usada com precaução em doentes a tomar doses 

baixas de AAS para protecção cardíaca. 

 

ISRS’s  

A administração concomitante de ISRS’s e clopidogrel deve ser realizada com precaução, dado que os 

ISRS’s afectam a activação plaquetária e aumentam o risco de hemorragia. 

 




Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   41


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal