Clopidogrel Acetylsalicylic acid Zentiva, inn-clopidogrel + Acetylsalicylic acid



Baixar 265.27 Kb.
Pdf preview
Página15/41
Encontro08.10.2019
Tamanho265.27 Kb.
1   ...   11   12   13   14   15   16   17   18   ...   41
Compromisso da função renal 

Após doses repetidas de 75 mg de clopidogrel por dia, em doentes com doença renal grave (depuração 

da creatinina de 5 a 15 ml/min), a inibição da agregação plaquetária induzida pelo ADP foi mais baixa 

(25%) que a observada em indivíduos sãos, no entanto o prolongamento do tempo da hemorragia foi 

semelhante ao observado em indivíduos sãos aos quais se administraram 75 mg de clopidogrel por dia. 

A tolerância clínica foi boa em todos os doentes. 

 

Compromisso da função hepática 

Após doses repetidas de 75 mg de clopidogrel por dia durante 10 dias em doentes com compromisso 

grave da função hepática, a inibição da agregação plaquetária induzida pelo ADP foi similar à 

observada em indivíduos saudáveis. O prolongamento do tempo médio de hemorragia foi também 

semelhante nos dois grupos.  

 

Raça 

A prevalência dos alelos CYP2C19 que resultam num metabolismo do CYP2C19 intermédio e fraco 

varia de acordo com a raça/etnia (ver Farmacogenética). Existem poucos dados disponíveis na 

literatura acerca da população asiática para avaliar a implicação clínica do genotipagem deste CYP no 

resultado dos acontecimentos clínicos. 

 

Ácido acetilsalicílico (AAS): 



Absorção:  

Após absorção, o AAS no Clopidogrel/Ácido Acetilsalicílico Zentiva é hidrolisado em ácido salicílico 

com níveis de picos plasmáticos de ácido salicílico a ocorrer em 1 hora após a administração da dose, 

de tal forma que os níveis plasmáticos de AAS não são detetáveis 1,5-3 horas após a administração da 

dose. 

 

Distribuição:  



O AAS tem uma ligação pobre às proteínas plasmáticas e seu volume aparente de distribuição é baixo 

(10 l). O seu metabolito, ácido salicílico, liga-se fortemente às proteínas plasmáticas mas a sua ligação 

é dependente da concentração (não linear). A baixas concentrações ( <100 microgramas/ml), 

aproximadamente 90% do ácido salicílico liga-se ao alumínio. O ácido salicilico é distribuído 

uniformemente por todos os tecidos e fluídos no corpo, incluindo o sistema nervoso central, leite 

materno e tecidos fetais. 

 

Biotransformação e Eliminação:  



22 

O AAS no Clopidogrel/Ácido Acetilsalicílico Zentiva é rapidamente hidrolisado no plasma em ácido 

salicílico, com uma semivida de 0,3 a 0,4 horas para doses de AAS de 75 a100 mg. O ácido salicílico 

é primeiramente conjugado no fígado para formar o ácido salicilúrico, um glucoronido fenólico, um 

acil-glucurónico e um número de metabolitos menores. O ácido salicilico no Clopidogrel/Ácido 

Acetilsalicílico Zentiva tem uma semivida plasmática de aproximadamente 2 horas. O metabolismo 

dos salicilatos é saturável e a depuração corporal total diminui com concentrações séricas mais 

elevadas devido à aptidão limitada do fígado em formar tanto o ácido salicilúrico como o glucoronido 

fenólico. Após doses tóxicas (10-20 g) a semivida plasmática pode aumentar até 20 horas. Em doses 

elevadas de AAS a eliminação do ácido salicílico segue a ordem de cinética zero (isto é a taxa de 

eliminação é constante em relação à concentração plasmática), com uma semivida aparente de 6 horas 

ou mais. A excreção renal da substância ativa não alterada depende do pH da urina. À medida que o 

pH da urina aumenta para mais de 6,5, a depuração renal de salicilato livre aumenta de <5% a> 80%. 

Após a dose terapêutica, aproximadamente 10% é encontrada excretada na urina como ácido salicilico, 

75% como ácido salicilurico, 10% fenólico e 5% acil-glucoronídeos de ácido salicílico. 

 

Com base na farmacocinética e características metabólicas de ambos os compostos, as reações 



farmacocinéticas clinicamente significativas são improváveis. 

 




Compartilhe com seus amigos:
1   ...   11   12   13   14   15   16   17   18   ...   41


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal