Capa do catálogo catálogo: teses, dissertaçÕes e monografias natal 2012


TÍTULO: ANTONIN ARTAUD: POR UMA CULTURA DA CRUELDADE



Baixar 233.28 Kb.
Página5/24
Encontro09.02.2022
Tamanho233.28 Kb.
#21508
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   24
2010

TÍTULO: ANTONIN ARTAUD: POR UMA CULTURA DA CRUELDADE

AUTOR: Maisy de Medeiros Freitas

ORIENTADOR: Alexsandro Galeno Araújo Dantas

Dissertação de Mestrado em Ciências Sociais – 2010

 

A presente pesquisa objetiva refletir acerca da cultura pelo viés da arte. A partir do pensamento de Antonin Artaud (1896-1948), que nos convida a pensar a cultura como um desdobramento da vida. O teatro, palco para suas inúmeras criações, desloca-se no espaço, uma vez que Artaud irá experimentar viver suas experiências cênicas a partir de seu próprio teatro, o Teatro da Crueldade, com ações vividas, negando então a representação. Dessa forma Artaud fez de sua existência uma obra de arte, transportando para a própria vida a estética da crueldade, como a entendeu. Este estudo apresenta o conceito de crueldade artaudiano, atrelando-o à cultura, o que deu origem ao que chamamos de Cultura da Crueldade.



TÍTULO: ARTESÃO DE SABERES: NARRATIVAS DE HISTÓRIA DE VIDA DE PROFESSORES DE GRADUAÇÃO

AUTOR: Camila Souza Pinto Marinho

ORIENTADORA: Maria da Conceição X. de Almeida

Dissertação de Mestrado em Ciências Sociais – 2010


Os professores de graduação desempenham a importante função de mediadores de conhecimentos e saberes construídos na relação com o outro. São peças-chave para o desenvolvimento humano. O objetivo desta dissertação é compreender os significados presentes na construção das histórias de vida do ser professor de graduação. Em suas narrativas, os professores trazem à tona suas construções, lembranças e, com elas, todo o contexto social e histórico no qual se deu esse processo, assim como os significados que permeiam essa construção. A partir da inspiração da ciência da complexidade, tal como anunciada sobretudo por Edgar Morin, a interpretação das histórias de vida se norteou pela análise temática dialógica da conversação que tem em Mikhail Mikhailovitch Bakhtin um teórico importante.
TÍTULO: BATIDAS INTENSAS – CORPO E SOCIABILIDADE NAS FESTAS DE MÚSICA ELETRÔNICA EM NATAL

AUTOR: Thiago Tavares das Neves

ORIENTADORA: Josimey Costa da Silva

Dissertação de Mestrado em Ciências Sociais – 2010

 

O significado do corpo nas festas de música eletrônica como um signo comunicante e sociabilizante entre os participantes é o foco deste trabalho. A pesquisa qualitativa desenvolvida neste estudo procura investigar como a sociabilidade acontece em raves e em casas noturnas na cidade de Natal/RN. A sociabilidade é entendida aqui como uma manifestação lúdica que envolve as dimensões da música, da dança e da festa; já o corpo, partindo de uma abordagem transdisciplinar, é compreendido como uma instância simbólica, dotada de significações próprias, resultado e produtor do social e como cruzamento entre o cultural e o biológico.


TÍTULO: DA LITERATURA E DA SOCIEDADE NA OBRA OS CORUMBAS, DE AMANDO FONTES

AUTOR: Clodoaldo Messias dos Santos

ORIENTADOR: Alexsandro Galeno Araújo Dantas

Dissertação de Mestrado em Ciências Sociais – 2010

 

Estudo da obra Os Corumbas, de Amando Fontes, publicada em 1933, que trata do início da industrialização na cidade industrial, assim como os impactos sofridos pelos mais humildes. Percebemos uma série de significações e simbologias nas personagens, nas passagens e acontecimentos, nos objetos e espaços que permeiam o discurso literário de Amando Fontes, objetivando o melhor entendimento das relações entre a literatura e a sociologia, passagens do texto e a intenção do seu autor, assim como, problematizar as significações imaginárias da obra.



TÍTULO: ENSAIO PARA UMA PEDAGOGIA DO CORPO NA ESCOLA

AUTOR: Keila Cristiane Celestino Dantas

ORIENTADORA: Maria da Conceição X. de Almeida

Graduação em Pedagogia – 2010

 

O presente trabalho tem por objetivo apresentar uma fundamentação pedagógica ao aprendizado por meio do corpo. Essa fundamentação reside no estudo da corporeidade, que parece ser a melhor resposta para enfraquecer os argumentos dualistas da educação tradicional. Assim, a práxis tradicional tende a compartimentalizar os alunos, valorizando apenas os seus cérebros, esquecendo que as crianças aprendem através da interação corpo e ambiente, de modo complexo, como já teorizou o mestre Edgar Morin. No transcorrer deste trabalho, o leitor será conduzido a alguns trechos de filmes e obras literárias, acrescidos das minhas experiências que vão da infância até o exercício da pedagogia.



TÍTULO: ENSAIO DE UM JARDINEIRO FIEL. PARA REMOVER O BULLYNG, ESSA ERVA DANINHA NAS ESCOLAS

AUTOR: Roberta De Morais Lima

ORIENTADORA: Wani Fernandes Pereira

Graduação em Pedagogia – 2010

 

A partir de minhas primeiras experiências com crianças de 10 e 11 anos, pertencentes ao 4º ano do Ensino Fundamental, na sala de aula me chamam a atenção comportamentos diversos ligados à dificuldade de aprendizagem. Aproximar-me e ganhar a confiança de meus alunos tornou-se um desafio pedagógico: o de não desistir deles. Nos seus relatos descubro a recorrência de uma forma de “brincadeira” - os famosos apelidos -, responsáveis por constrangimentos, e uma forma disfarçada de violência dentro das escolas. Tomo a metáfora do Jardineiro, personagem com quem me identifiquei ao me deparar com as dificuldades de aprendizagem dos alunos. Ela aparece também como um método estratégico pedagógico: o de observar atentamente; aprender e ensinar a ouvir, a cativar, a cuidar, regar, criar vínculos.



TÍTULO: ESCAFANDRISTAS DO TEMPO: NARRATIVAS DE VIDA E REGENERAÇÃO DA MEMÓRIA EM SÃO RAFAEL - RN

AUTOR: Francisco das Chagas Silva de Souza

ORIENTADORA: Maria da Conceição X. de Almeida

Tese de Doutorado em Educação – 2010

 

Em fins da década de 70 do século XX, o semiárido do Rio Grande do Norte foi o cenário do Projeto Baixo-Açu, cujo ponto alto seria a construção da barragem Engº Armando Ribeiro Gonçalves, projetada para acumular 2,4 bilhões de m³ de água. A presente tese visa discutir como, após três décadas, a população de São Rafael rememora esse fato e reconstrói a sua história por meio da oralidade, da escrita e da informática. Além dos relatos desses sujeitos, foram observadas as narrativas visuais apresentadas pelas imagens, sobretudo fotográficas, disponibilizadas num perfil criado para a cidade na rede social Orkut. Distante de uma concepção congelada do que seja a perspectiva histórica, defendemos a tese de que o orkut regenera, repara, reproduz, restaura, reorganiza e renova a memória e a história de uma cidade que sucumbiu à imensidão das águas de uma barragem há quase trinta anos.



TÍTULO: INFORMAÇÃO FLUIDA E CONHECIMENTO NO CIBERESPAÇO. UMA ANÁLISE DO PORTAL INFONET-SE

AUTOR: Pollyana Bittencourt Andrade

ORIENTADOR: Alexsandro Galeno Araújo Dantas

Dissertação de Mestrado em Ciências Sociais – 2010

 

A internet é um ambiente transfronteiriço e potencializador das informações, pois possibilita o compartilhamento, distribuição e interação do conteúdo disponível. Entretanto, esse sistema de informação pode gerar um movimento oposto quando produz uma avalanche de informações superficiais que dificultam a absorção ou crítica por parte do usuário. A discussão aqui se apropriará de assuntos que abordam as variadas expressões culturais em Sergipe, tais quais cinema, teatro, artesanato, eventos, espaços de memória (museus, pinacotecas, memoriais, arquivos, bibliotecas, institutos históricos, academias científicas), dentre outras, e analisará a produção do conteúdo no portal Infonet.



TÍTULO: JOSÉ LINS DO REGO E A MODERNIZAÇÃO DA ECONOMIA AÇUCAREIRA

AUTOR: Gladson de Oliveira Santos

ORIENTADOR: Alexsandro Galeno Araújo Dantas

Dissertação de Mestrado em Ciências Sociais – 2010

 

Análise da inserção da economia açucareira nordestina no processo de modernização deste ramo de economia a partir do discurso literário de José Lins do Rego. Para isso, foram utilizadas as obras Fogo Morto, Menino de Engenho, Bangüê e Usina como objeto de estudo. Através da realização de uma pesquisa bibliográfica de cunho exploratório e documental, identificou-se que, nos enredos dos romances, existem três espacialidades correspondentes aos cenários principais das tramas, os engenhos Santa Fé e Santa Rosa e a usina Bom Jesus. Concebemos os engenhos como protagonistas, uma vez que todo o desenrolar das histórias corresponde a reações dos demais personagens às diversas formas com que as especialidades são atingidas ou não pela modernização. Portanto, as narrativas presentes em Fogo Morto, Menino de Engenho, Bangüê e Usina reafirmam a viabilidade da utilização do discurso literário enquanto fonte para a construção da interpretação sociológica do processo de modernização da economia açucareira nordestina dos fins do século XIX e início do século XX.


TÍTULO: MEMÓRIAS DE UMA FORMAÇÃO COMPARTILHADA

AUTOR: Walmir de Moura Paes

ORIENTADORA: Maria da Conceição X. de Almeida

Graduação em Pedagogia – 2010

 

Os saberes científicos dos quais dispomos hoje têm suas raízes no passado: num tempo em que os conhecimentos eram compartilhados entre as pessoas como fruto de uma convivência mais harmoniosa com a natureza. Rememorar os dois períodos de férias coletivas durante a minha infância na companhia do meu avô, Antônio Paes, no Engenho Vênus, município dos Palmares-PE, me faz compreender a urgente necessidade de um diálogo entre os saberes científicos e os saberes da tradição. A monografia procura desconstruir a ideia de que o intelectual é apenas aquele portador da cultura científico-acadêmica; aquele que se considera como proprietário de verdades absolutas acerca dos fenômenos do mundo. Agrupo minhas memórias em sete saberes que aprendi na companhia do meu avô: contemplar, proteção, imitar, saborear, preservar, valorizar o passado e sentir saudade. Esses saberes foram o legado maior que meu avô me deixou e se constituem na raiz primeira da minha formação pedagógica.



TÍTULO: NARRATIVAS DE AUTOFORMAÇÃO PRÓXIMAS À NATUREZA

AUTOR: Louize Gabriela Silva de Souza

ORIENTADORA: Maria da Conceição X. de Almeida

Graduação em Pedagogia – 2010

 

Como desdobramento de uma pesquisa que religa cultura científica e saberes da tradição (Almeida, 2010) e da leitura dos livros A natureza me disse (Silva, 2007) e Lagoa do Piató (Almeida; Pereira, 2006), a monografia discute o que vem a ser uma formação complexa, isto é, (auto) formação e partilha de conhecimento por parte daqueles que ocupam o lugar principal no processo educativo: o professor. Utilizo como referência empírica fragmentos da vida e da prática educacional de duas gerações, representadas por Maria Auxiliadora Paiva da Silva (décadas de 1960 a 1990) e Antonia Auxiliadora da Silva Carvalho (década de 1990 até hoje), professoras da Escola Municipal Sete de Setembro, localizada na comunidade deAreia Branca, Piató, no município de Assú/RN. O aporte teórico se pauta nas ideias de Edgar Morin (1998), Albert Einstein (1981, 1994), Clarissa Pinkola Estés (1998), Maria da Conceição de Almeida e Wani Fernandes Pereira (2006), entre outros. A história de vida dessas duas educadoras de Assú/RN permite observar a evolução, a dinâmica e o movimento diferenciado na formação dos antigos e dos atuais professores. Exponho também minhas aprendizagens adquiridas durante os três anos como bolsista de iniciação científica CNPq/PIBIC, por entender que minha autoformação se deu, em grande parte, no interior do Grupo de Estudos da Complexidade – Grecom/UFRN, primeiro grupo de estudos da complexidade na América Latina.



TÍTULO: NAS MARÉS DA VIDA: HISTÓRIAS E SABERES DAS MULHERES MARISQUEIRAS

AUTOR: Vanda Maria Campos Salmeron Dantas

ORIENTADORA: Maria da Conceição X. de Almeida

Dissertação de Mestrado em Ciências Sociais – 2010

 

A dura realidade das mulheres no município de Indiaroba (Sergipe) se alarga para muito mais dos afazeres domésticos cotidianos. Todos os dias, elas precisam de coragem e determinação para adentrar no manguezal à procura dos mariscos, que, vendidos, garantem sua sobrevivência. A vida das catadoras de mariscos, que vivem da pesca no mangue e têm no seu trabalho o sustento da família, é o objeto de estudo desta pesquisa. É enfatizada a história de vida dessas mulheres que realizam uma atividade de subsistência no seu cotidiano social. Reflete-se acerca da sua atuação no meio em que estão inseridas, a visão que têm do trabalho, meio ambiente, família, sexualidade e suas relações sociais. A pesquisa foi realizada no estado de Sergipe, no município de Indiaroba, em comunidades ribeirinhas.



TÍTULO: PERCURSOS PARA NOVAS IMAGENS: A PRODUÇÃO AUDIOVISUAL POR PESSOAS CEGAS

AUTOR: Renato Maia

ORIENTADORA: Josimey Costa da Silva

Dissertação de Mestrado em Ciências Sociais – 2010

 

O propósito do trabalho é fazer uma reflexão sobre a produção audiovisual por deficientes visuais. O ponto de partida desta pesquisa foi uma Oficina de Produção de Vídeodocumentário oferecida pelo Instituto de Educação e Reabilitação de Cegos do Rio Grande do Norte - IERC/RN, com a participação de pessoas cegas, com baixa visão e videntes colaboradores da instituição. A abordagem da pesquisa segue os preceitos do pensamento complexo, no qual o trabalho é tecido em rede, junto com os pesquisados. O referencial teórico é fundamentado na teoria do sociólogo francês Edgar Morin, além de outros pensadores importantes para este trabalho, a saber: Erving Goffman, Paulo Freire, Michel Foucault, Edward Said, Jacques Aumont, Phillpe Dubois, bem como estudiosos que pensam e teorizam sobre sua própria condição e realizam discussões sobre a questão da cegueira: Francisco José de Lima, Evgen Bavcar, Jacques Lusseyran e Joana Belarmino. A pesquisa foi formulada a partir da constatação do interesse dos pesquisados em entender e produzir imagens visuais utilizando o vídeo como ferramenta. Nesse sentido, a metodologia adotada se aproxima da pesquisa-ação construindo o texto em diálogo e com a participação dos envolvidos no projeto.



TÍTULO: POR UMA PEDAGOGIA OUTSIDER

AUTOR: Juliana Catarina da Motta

ORIENTADORA: Maria da Conceição X. de Almeida

Graduação em Pedagogia – 2010


A monografia apresenta um estudo sobre a importância das experiências de caráter estético serem consideradas com mais essencialidade nas instituições de ensino. A pesquisa de natureza bibliográfica discute, por meio das minhas próprias vivências, que os aspectos mais significativos apreendidos, no que se referem aos valores humanos, respeito pela diversidade cultural e o conhecimento de si, tão importantes para a trajetória de vida dos sujeitos, foram internalizados por meio do Teatro, Cinema, Artes, Literatura e também da Fotografia.

TÍTULO: RELATOS DE FORMAÇÃO: UNIVERSIDADE E COTIDIANO

AUTOR: Kélia Simone de Souza Ramos

ORIENTADORA: Wani Fernandes Pereira

Graduação em Pedagogia – 2010
Esta monografia apresenta uma reflexão sobre o processo de formação do profissional da área educação a partir de ritual de iniciação e itinerário de formação na universidade. Nesse contexto, me reporto aos estágios supervisionados e não supervisionados vivenciados neste período como um lugar privilegiado para a formação do educador operando a interface teoria e prática. Tomo por referência meu relato e experiência e a partir daí descrever as relações e oposições entre as etapas vivenciadas ao longo do Curso de Pedagogia e o cotidiano. A metodologia do trabalho se deu a partir das ideias de Marques (1992); Saviani (1998); Cyrulnik (1993); Lima e Reali (2002); Freire (1996) e Xavier (2010). Para ter acesso aos relatos das outras professoras, fiz uso do recurso da entrevista-diálogo (Morin, 1998). Descubro com Cyrulnik o gostoso hábito de ouvir e fazer relatos, o que me permitiu observar a transformação dos professores e dos acontecimentos.

TÍTULO: VISIBILIDADE ESPETACULAR E RELAÇÕES DE PODER NO REALITY SHOW BBB-9

AUTOR: Gustavo Henrique Bezerra Petrovitch

ORIENTADORA: Josimey Costa da Silva

Dissertação de Mestrado em Ciências Sociais – 2010
No presente trabalho fazemos uma incursão sobre o reality show, num estudo específico do programa Big Brother Brasil-9, abordando a questão da Visibilidade e do Espetáculo por meio dos conceitos de cultura, corpo, poder e comunicação. O vinculamos à teoria de poder proposta por Michel Foucault. Diante dos resultados obtidos pela análise, verificamos que o BBB-9 através dos diversos testes, provas e situações criadas entre os participantes dentro do jogo naturaliza relações de poder e de exclusão, na disputa pelo sucesso individual a qualquer custo. O público/telespectador ao participar através da votação do programa funciona como um regulador pedagógico que qualifica, classifica e pune as condutas privadas dos jogadores sendo responsável pela possível aceitação ou não das pessoas, durante o transcorrer do jogo.



Baixar 233.28 Kb.

Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   24




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal