Capa do catálogo catálogo: teses, dissertaçÕes e monografias natal 2012


TÍTULO: A FOGUEIRA DO CONHECIMENTO: RELIGAÇÃO DE SABERES E FORMAÇÃO



Baixar 233.28 Kb.
Página11/24
Encontro09.02.2022
Tamanho233.28 Kb.
#21508
1   ...   7   8   9   10   11   12   13   14   ...   24
2005

TÍTULO: A FOGUEIRA DO CONHECIMENTO: RELIGAÇÃO DE SABERES E FORMAÇÃO

AUTOR: Maria de Fátima Araújo

ORIENTADORA: Maria da Conceição X. de Almeida

Dissertação de Mestrado em Educação – 2005
A pesquisa tem como foco principal transpor para a realidade dos professores o exercício reflexivo de sua docência, mediante a redescoberta de suas vivências através de histórias de si que, potencializadas, podem transformar suas práticas em sala de aula. Toma como ponto de partida as próprias experiências da autora como educadora. Lança mão também das narrativas de seis professores da rede pública de ensino, reveladoras da construção de conhecimento pautada na coerência do fazer pedagógico com seu modo de compreender e sentir o mundo. As obras “Meus Demônios” de Edgar Morin, “O Tempo e Eu” de Luís da Câmara Cascudo e “O Banquete dos Deuses” de Daniel Munduruku alargam o escopo das narrativas de experiências que se constituem em matrizes dos processos de formação.
TÍTULO: CERVEJA ANTARCTICA, A SEDUÇÃO DAS LOIRAS GELADAS: OS COMERCIAIS DE CERVEJA

AUTOR: Andreia Karla de Lima Araújo

ORIENTADOR: Alexsandro Galeno Araújo Dantas

Graduação em Ciências Sociais – 2005

 

Este trabalho visa discutir alguns aspectos relacionados aos efeitos da invasão da mídia, mais enfaticamente da publicidade, na vida dos indivíduos, constantemente seduzidos pelas cores e brilho que o mundo espetacular da mídia lhes oferta, sem que necessariamente os inclua. Esses indivíduos acabam muitas vezes por sucumbir em suas subjetividades, ficando à mercê dos apelos midiáticos. Os comerciais de algumas das mais famosas cervejarias brasileiras, Kaiser, Brahma, Skol, Antarctica e Schincariol foram usados como objeto de análise. Suas campanhas televisivas e também em mídia impressa utilizavam, de 2000 a 2002, conteúdos apelativos ao sexo e exploração da imagem do corpo. Observa-se uma mudança de enfoque nos referidos comerciais a partir do ano de 2003. Embora haja essa mudança, não se abandona vários dos elementos utilizados nas campanhas anteriores, as quais consideramos mais apelativas, como as analogias recorrentes da cerveja/mulher, que persistem apesar de o humor ter o papel central nas atuais campanhas.


TÍTULO: DIÁLOGOS E REFLEXÃO

AUTOR: Almira Navarro

ORIENTADORA: Ana Lúcia Assunção Aragão

Tese de Doutorado em Educação – 2005

 

Este trabalho destaca a importância do diálogo no enfrentamento de situações de crise e conflitos humanos, tomando como fundamento algumas ideias de David Bohm. Nesse intento, a aposta é a de que estratégias dialógicas de pensamento e ação podem tornar as escolhas, em tais situações, mais coerentes e criativas, permitindo elucidá-las e desvelá-las para que possam ser compreendidas e enfrentadas de forma mais alargada, num processo de reflexão permanente. Todavia, acreditamos que tais estratégias não são, necessariamente, solucionadoras de problemas. Para isso, ampliamos a noção de diálogo, sistematizando-o em cosmovisões dialógicas a partir das ideias de David Bohm, Paulo Freire e Mikhail Bakhtin, naquilo em que principalizam o diálogo nas relações humanas em contextos de crise. A partir da composição dessa interface dialógica, na qual o diálogo se configura como tema comum e como ferramenta, observamos a emergência de temas como liberdade, consciência, criatividade, ética e responsabilidade – que denominamos “grandes temas humanos" e os entendemos como maneiras de compreensão da vida por conterem interesses, necessidades e motivações humanas compartilhadas.


TÍTULO: EDUCAR PARA A VIDA: UMA PEDAGOGIA DA RESILIÊNCIA NA ESCOLA

AUTOR: Gilson Medeiros Bezerra

ORIENTADORA: Waní Fernandes Pereira

Dissertação de Mestrado em Educação – 2005

 

Este estudo surgiu a partir das nossas inquietações nas aulas de educação física com alunos do ensino noturno, da Escola Municipal Professor Veríssimo de Melo, do bairro Felipe Camarão. Esses jovens convivem com um forte estigma da violência que ronda essa comunidade, localizada na zona oeste da cidade de Natal. Entre os matriculados na escola há diversas trajetórias de vida interrompidas por fatores de risco presentes, tais como criminalidade, gravidez na adolescência e experiências com drogas. Aproveitando o interesse desses jovens pela linguagem cinematográfica como forma de implementar reflexões, e relacionando o conhecimento formal com os saberes e as experiências do grupo, decidiu-se pela produção de um curta-metragem de quinze minutos sobre o bairro, idealizado e produzido coletivamente. Para isso, realizamos dez aulas-oficinas com os alunos que aceitaram o desafio de participar dos encontros e que ficaram conhecidos como A turma do cinema. As oficinas pedagógicas serviram ao mesmo tempo com referência de pesquisa e prática educativa, reafirmando a noção de resiliência: a capacidade do indivíduo transformar um obstáculo, uma adversidade ou uma tragédia pessoal em situação positiva ou potencializadora do que temos de melhor (Cyrulnik).



TÍTULO: LEILA DINIZ: UM PONTO NO UNIVERSO EM METAMORFOSE

AUTOR: Rita Liduína Silva do Nascimento

ORIENTADORA: Maria da Conceição X. de Almeida

Graduação em Ciências Sociais – 2005

 

A monografia tem como objetivo entender o porquê que as atitudes da atriz Leila Diniz chocavam tanto a sociedade brasileira da década de 1960. No Brasil de JK, caminhavam juntas a opulência e a pobreza, no de João Goulart, o sonho pelas reformas de base apoiadas pelo PTB, PCB, sindicatos e estudantes ligados à UNE. Goulart e seu "povo" foram interceptados pelo golpe militar de 64, apoiado pela classe média, a elite e setores conservadores da igreja. Em contrapartida, como no cenário internacional, surgem movimentos de contracultura como a Jovem Guarda, o Tropicalismo, CPC's/ UNE que passaram a operar na clandestinidade. Organizam passeatas em protesto ao regime, promovem espetáculos teatrais e inovam o cinema levando para as telas a realidade brasileira.


TÍTULO: LENTES SOBRE O SERTÃO: MORTE E VIDA E CENTRAL DO BRASIL E ABRIL DESPEDAÇADO

AUTORA: Bruna Daniela Hetzel de Macedo

ORIENTADORA: Maria da Conceição X. de Almeida

Graduação em Ciências Sociais – 2005

 

A monografia consiste numa leitura da construção simbólica do universo sertanejo nos filmes "Abril Despedaçado" e "Central do Brasil", do cineasta brasileiro Walter Salles. O registro cinematográfico é visto aqui à luz das reflexões de Edgar Morin, particularmente em seu livro "O Cinema ou o Homem Imaginário". Realizando uma analogia entre o cinema e a concepção arcaica do mundo, mostra-se como esse registro, diferentemente da linguagem formal, possibilita um convívio mais aberto e complexo entre percepção objetiva e visão sensitiva, modelo racional-técnico e afetividade, material e imaterial. Enquanto linguagem universal, o cinema se constitui num rico operador cognitivo que permite tecer uma reflexão sobre a metáfora do sertão nos filmes escolhidos.


TÍTULO: MÚSICA, FILOSOFIA, FORMAÇÃO: POR UMA ESCUTA SENSÍVEL DO MUNDO

AUTOR: Silmara Lídia Marton

ORIENTADORA: Maria da Conceição X. de Almeida

Dissertação de Mestrado em Educação – 2005


A dissertação tem na música metáfora importante para compreender a complexidade humana, uma vez que ela propicia uma escuta sensível do mundo e mobiliza no sujeito a experimentação de diversos estados do ser. A música é um operador cognitivo que faz aflorar a audição interior; e aciona os pólos do espírito que fazem dialogar sensibilidade ética e estética, ordem e caos, silêncio e ruído, movimento e pausa, repetição e inovação. A dissertação parte dos estudos de Shopenhauer e Nietzsche sobre música, estética e metafísica; expõe fragmentos da biografia de três grandes pensadores contemporâneos (Werner Heinsenberg, Ilya Prigogine e Edgar Morin) e apresenta biografias sonoras de quatro artistas-músicos brasileiros (Benito Juarez e Gil Jardim, de SP, e Ronaldo Ferreira de Lima e Cleudo Freire, do RN).

TÍTULO: MÚSICA GOSPEL E A BANALIZAÇÃO DO SAGRADO

AUTOR: Priscila Vieira Ferreira

ORIENTADOR: Orivaldo Pimentel Lopes Júnior

Graduação em Ciências Sociais – 2005

A monografia mostra como a música gospel banalizou a relação do indivíduo com o sagrado. Tomando com referência que o acesso ao sagrado se faz por intermédio de ritos acompanhados de elementos sagrados, consideramos que o mais importante desses elementos, a música gospel, perdeu seu sentido original, por isso ela banaliza o sagrado. Por ser expressão da cultura cristã pós-moderna, a música gospel se revestiu de características que permearam o mercado secular, devido ao nível de racionalização dos cultos, acompanhado pelo crescente pluralismo religioso e, principalmente, pelo fortalecimento das igrejas protestantes pentecostais e neopentecostais. A história do surgimento da música gospel como movimento cultural e social, bem como sua produção atual como contraponto ao surgimento original pela qual foi criada.

TÍTULO: O FALAR DE DEUS: INTRODUÇÃO AO ESTUDO SÓCIO-CIENTÍFICO DO PÚLPITO CRISTÃO

AUTOR: Anaxsuell Fernando da Silva

ORIENTADOR: Orivaldo Pimentel Lopes Júnior

Monografia em Ciências Sociais – 2005


Objetivando compreender a importância do púlpito na sociedade contemporânea, discutimos sob a mediação de instrumentos teóricos e analíticos a influência dos discursos proferidos nas igrejas evangélicas no processo de construção da vida social e prática da espiritualidade nos fiéis. E ainda, a sua especificidade a questões locais ou ressonância de círculos eclesiais em regiões centrais. Através de observações diretas em vários templos, no bairro Felipe Camarão, sendo gravadas alguns dos sermões proferidos nos púlpitos desta, transcrevendo-os. Tendo por perspectiva teórica que a linguagem não é um meio neutro de reflexão ou descrição do mundo, a retórica dos sermões nos púlpitos eclesiásticos são dirigidos a um público específico, que é (ou não) persuadido, pelos argumentos apresentados e oferece algum sinal em reação ao que fora comunicado. A partir de uma perspectiva religionista e inclusivista, assentimos com a proposição da complexidade de que diálogo entre áreas do conhecimento pode favorecer a compreensão do fenômeno.

TÍTULO: RELIGIÃO E SOCIEDADE DE CONSUMO

AUTOR: Edivaldo Bastos

ORIENTADOR: Orivaldo Pimentel Lopes Júnior

Dissertação de Mestrado em Ciências Sociais – 2005
A pretensão deste trabalho é explorar as conexões entre mercado e religião, produção de bens e mercadorias religiosas. Com a finalidade de demonstrar que existe uma relação entre os processos de produção e consumo, contribuindo para uma nova expressão de religiosidade na sociedade atual, Essa expressão pode ser percebida através de barganhas, nas quais os bens e mercadorias são produzidos, circulados e consumidos, os quais são fundamentais para a criação, organização e desenvolvimento de grupos e comunidades religiosas que superam os grupos religiosos tradicionais. A produção e o consumo religioso serão apresentados através de dois eventos: A ExpoCristã (5ª edição) e a ExpoCatólica (4ª edição). Por serem representantes maiores do marketing de produção e consumo religioso no Brasil. A abordagem de ambos neste trabalho orienta-se por duas ordens de problemas, uma histórica e outra de conotação mais empírica, que estarão presentes nas diferentes partes desta pesquisa.
TÍTULO: SABERES DA PESCA: UMA ARQUEOLOGIA DA CIÊNCIA DA TRADIÇÃO

AUTOR: Sérgio Cardoso de Moraes

ORIENTADORA: Maria da Conceição X. de Almeida

Tese de Doutorado em Ciências Sociais – 2005


 A tese apresenta e discute saberes pautados pela tradição - compreendidos como saberes construídos ao longo das gerações, transmitido a partir da oralidade e das experiências do cotidiano - frutos um conhecimento não científico que tem por base a observação e as orientações das gerações mais experientes. O ícone de referência usado para tecer a discussão é a pesca. Em se tratando de saberes da pesca, a pesquisa foi organizada a partir de um levantamento bibliográfico sobre diversas formas de pescaria na região Norte, Nordeste, Sul e Sudeste. Nas regiões Norte e Nordeste foi enfocada, também, a pesquisa de campo. A tese se constitui num exercício de produção do conhecimento que propugna pela religação dos saberes, como sugere Edgar Morin no âmbito das ciências da complexidade.


Baixar 233.28 Kb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   7   8   9   10   11   12   13   14   ...   24




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal