Canal brasil destaques da programaçÃo de 04 a 10 de novembro segunda-feira, 04 de novembro



Baixar 88.89 Kb.
Página5/13
Encontro17.06.2020
Tamanho88.89 Kb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   13
Neste episódio: A jornalista Flávia Oliveira fala sobre perseguição religiosa e os traços da escravidão que se apresentam no século 21 e destaca a importância do protagonismo negro nos espaços de poder.

  
O SOM DO VINIL



INÉDITO

Episódio: Tia Surica e Áurea Maria - Velha Guarda Da Portela / Homenagem a Paulo da Portela (1987)

1º Horário: Segunda, 04/11, às 23h

Rebatidas: Sexta, dia 08/11, às 13h30; e sábado, dia 09/11, às 7h

Classificação: Livre

Sinopse: Charles Gavin se jogou de cabeça no universo feminino para traçar um panorama inédito da música brasileira sob a ótica de grandes mulheres, das mais diferentes gerações. A 13ª edição do programa O Som do Vinil apresenta entrevistas com 27 intérpretes, compositoras e musicistas. Este ano, as conversas vão além da arte, e questões de gênero, machismo e homofobia são discutindas pela primeira vez. “O meio da música ainda é muito machista e até hoje a mulher é muito associada ao ofício de cantora. Não existe na língua portuguesa o feminino da palavra ‘músico’. Eu chamo as artistas da música de musicistas, mas é uma licença poética”, diz Gavin, que reuniu uma equipe inteiramente formada por mulheres para esta temporada. A direção do programa é dele e de Gabriela Gastal.
Os episódios passeiam pela história de discos notáveis produzidos por artistas da nova geração, como a carioca Letrux e a baiana Xênia França, e de grandes damas como Elza Soares, Sandra de Sá, Leny Andrade e Gal Costa, que abre a temporada. O baterista e pesquisador ainda recebe personalidades como Roberta Sá, Fernanda Takay, Zélia Duncan, Leila Pinheiro, Joyce, Fátima Guedes, Simone, Dóris Monteiro e Joanna, Tia Surica e Aurea Maria, da Portela, entre outras. E joga luz sobre artistas que estão longe dos holofotes, como Sandra Pera, que depois de deixar As Frenéticas lançou um único LP solo, em 1983; Doris Monteiro, rainha do rádio, que ela fala sobre o disco “Sobre Doris Monteiro”, de 1969; e Eliana Pittman, que comenta o álbum “Tô Chegando, Já Cheguei”, de 1974, e sobre o ápice de sua carreira, quando tocou no Olympia de Paris e foi entrevistada por Jerry Lewis, em seu talk show.



Neste episódio: Guardiãs da sabedoria popular, Tia Surica e Áurea Maria relembram histórias do fundador da majestade do samba, Paulo da Portela, e contam o motivo de sua saída da agremiação.




Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   13


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal