Caminhos do homem: do imperialismo ao Brasil no século XXI, 3º ano



Baixar 8.19 Mb.
Página205/464
Encontro08.10.2019
Tamanho8.19 Mb.
1   ...   201   202   203   204   205   206   207   208   ...   464
O movimento operário

Em muitas cidades brasileiras – como São Paulo, Rio de Janeiro, Recife e Porto Alegre –, observou-se nessa época um acelerado aumento populacional.

Segundo dados do IBGE, o Rio de Janeiro possuía, em 1890, 520 000 habitantes. Em 1920, a população chegou a 1 100 000. No mesmo período, Salvador passou de 175 000 para 288 000.

No entanto, foi na cidade de São Paulo que se observou o maior ritmo de crescimento populacional. Crescimento esse que refletia o dinamismo de sua economia, conforme se pode perceber pela análise dos dados apresentados no gráfico a seguir.



Fonte: ÂNGELO, I. São Paulo: 110 anos de industrialização, 1880-1990. São Paulo: Editora Três, 1992. p. 21.

Paralelamente ao processo de industrialização e de urbanização, ocorreu o crescimento do proletariado urbano. A origem desse universo de trabalhadores, em grande parte, relacionou-se à imigração. Muitos deles chegaram ao país pela perspectiva de trabalho na lavoura cafeeira.

No entanto, milhares acabaram se deslocando para os centros urbanos. As condições de vida e de trabalho dos operários eram bastante difíceis: longas jornadas de trabalho, baixos salários, dificuldades para a organização sindical, ausência de uma legislação específica, exploração do trabalho infantil e feminino e permanente repressão policial às tentativas de greve.

Apesar de todas essas dificuldades, a classe operária reagiu e lutou contra essa situação. Ao mesmo tempo, começaram a ser divulgadas no país, especialmente com os imigrantes, novas ideologias: o anarquismo e o socialismo.

Anarquismo: movimento político que defendia uma organização da sociedade baseada na cooperação entre as pessoas. Contemporâneo às teorias socialistas (século XIX), condenava o capitalismo, qualquer tipo de lei ou governo e a propriedade privada dos meios de produção. Seus seguidores defendiam a ideia de que todas as formas de governo interferem injustamente na liberdade individual. Eles preconizavam a substituição do Estado pela cooperação de associados.

Socialismo: teoria política desenvolvida por Karl Marx e Friedrich Engels, no século XIX, no continente europeu. Os socialistas condenavam o capitalismo e a propriedade privada dos meios de produção, sendo que, no Brasil do princípio do século XX, os adeptos dessa teoria defendiam a participação dos trabalhadores na política por meios legais para que eles conquistassem seus direitos.
Página 178


Catálogo: editoras -> liepem18 -> OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> HISTÓRIA%20CAMINHOS%20DO%20HOMEM%201%20AO%203º%20ANO%20-%20BASE -> DOCX
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Ronaldo vainfas
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Oficina de história: volume 1
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Gilberto Cotrim Bacharel e licenciado em História pela Universidade de São Paulo Mestre em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Mackenzie Professor de História e advogado Mirna Fernandes
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Geografia Espaço e identidade Levon Boligian, Andressa Alves 3 Componente curricular Geografia
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Manual do professor
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Manual do Professor História Global
DOCX -> Caminhos do homem: das origens da humanidade à construção do mundo moderno, 1º ano
DOCX -> Caminhos do homem: da era das revoluções ao Brasil no século, XIX, 2º ano


Compartilhe com seus amigos:
1   ...   201   202   203   204   205   206   207   208   ...   464


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal