Caminhos do homem: do imperialismo ao Brasil no século XXI, 3º ano


Características e tendências da Nova Ordem Mundial



Baixar 8.19 Mb.
Página144/464
Encontro08.10.2019
Tamanho8.19 Mb.
1   ...   140   141   142   143   144   145   146   147   ...   464
Características e tendências da Nova Ordem Mundial

As décadas de 1980 e 1990 foram decisivas no que diz respeito à construção de uma nova ordem em escala global. Foi nesse período que, simultaneamente, ocorreram a crise do modelo socialista, a desagregação da URSS – com repercussões significativas no Leste Europeu –, a reunificação da Alemanha, o fim da Guerra Fria e o avanço do processo de globalização.

As principais características e tendências dessa Nova Ordem Mundial são:

a desagregação do chamado “mundo socialista” e o consequente colapso da ordem bipolar. Esse processo de desagregação foi acompanhado da afirmação da hegemonia norte‑americana em escala planetária, o que, em grande parte, explica a unilateralidade adotada pelos Estados Unidos nas grandes questões diplomático-militares internacionais;

a crescente perda de influência de organismos internacionais, como a ONU, cada vez mais fragilizados diante do avanço do unilateralismo. Considere‑se, por exemplo, a posição contrária do Conselho de Segurança e da Assembleia Geral da ONU no que diz respeito à invasão do Iraque por uma coalizão militar liderada pelos Estados Unidos, o que não impediu que o ataque se efetivasse a partir de 20 de março de 2003. Essa operação foi eufemisticamente denominada “Operação Liberdade Iraquiana”;

a consolidação de megamercados, como a União Europeia e o Nafta, em função da globalização.


Página 122

Outras características e tendências da Nova Ordem Mundial são:

o predomínio, no campo político-econômico, dos pressupostos do neoliberalismo, que retoma os princípios básicos do liberalismo clássico, adaptando-os a uma realidade na qual se observa a redução do papel e do tamanho do Estado, seja como regulador, seja como gestor das atividades econômicas;

a aceleração do processo de robotização e informatização das sociedades pós-industriais;

as disparidades crescentes entre os países do Hemisfério Norte e os do Hemisfério Sul em função de uma globalização assimétrica (conflito Norte × Sul).

Por fim, outra importante tendência da Nova Ordem Mundial é a expansão do fundamentalismo religioso, tanto cristão como judaico e islâmico. Os fundamentalistas, com base em uma leitura ortodoxa de seus textos sagrados, respectivamente, a Bíblia, a Torá (Tõrãh) e o Corão, procuram legitimar ações políticas voltadas para o resgate dos princípios fundamentais desses textos e de sua aplicação no campo político. Isso tem gerado um quadro de intolerância e, não raramente, de fanatismo, no qual atentados, até mesmo suicidas, e ações militares extremistas são colocados em prática por determinados grupos e Estados fundamentados em princípios religiosos.



O significado dos atentados contra as Torres Gêmeas em Nova York e ao Pentágono, em 2001, ainda não foi totalmente avaliado, até por seu caráter simbólico e por ter sido uma ação inusitada que, com certeza, ainda provoca enorme impacto em todo o mundo. Um dos primeiros reflexos dos atentados foi a renovação da confiança do eleitorado do então presidente George W. Bush. Após o 11 de setembro, a popularidade dele se ampliou, o que lhe deu condições de formular uma nova doutrina de defesa para os EUA e implementar ações militares contra países que, em tese, abrigariam “núcleos terroristas”. De acordo com essa doutrina, denominada Doutrina Bush, alguns países, com destaque para, inicialmente, Afeganistão, Iraque, Irã e Coreia do Norte, teriam seus territórios invadidos, se necessário e, a partir de então, seriam controlados por governos que não fossem hostis ao Ocidente, particularmente aos EUA. Osama Bin Laden foi, com Saddam Hussein, uma arma preciosa da resistência norte-americana contra a União Soviética no contexto da Guerra Fria, mas ambos acabaram se transformando em inimigos declarados quando os norte -americanos ameaçaram cortar os investimentos em suas áreas de atuação.

Fernando Pires


Página 123

Os desdobramentos dos atentados foram enormes, com uma pronta reação norte-americana: a invasão do Afeganistão e o fortalecimento do unilateralismo dos Estados Unidos. Este, sem levar em consideração a posição contrária de grande parte da opinião pública mundial e de organismos internacionais, sob a justificativa de combate ao terrorismo, em 2003, invadiu o Iraque sob o pretexto de que esse país possuía armas de destruição em massa, apesar de todas as evidências ao contrário. Essa última ação militar dos Estados Unidos levou à queda do governo de Saddam Hussein e acabou contribuindo para um quadro de absoluta instabilidade no Iraque com a ocupação norte-americana. Ao contrário da coalizão formada em 1991/1992 contra a invasão do Iraque no Kuwait, a ofensiva norte-americana contra Saddam Hussein, em 2003, não teve a mesma aceitação entre as grandes potências. China, Rússia, Alemanha e França foram contra a decisão unilateral dos EUA em atacar e invadir o Iraque.



JG Photography/Alamy/Latinstock



Patrick Batchelder/Alamy/Latinstock

Na fotografia da esquerda, de 1999, podem ser vistas as Torres Gêmeas de Nova York, Estados Unidos; já na foto à direita, de 2012, tirada do mesmo ângulo, o espaço vazio possibilita uma reflexão sobre os horrores que podem ser gerados pelo fanatismo e pelo irracionalismo.


Catálogo: editoras -> liepem18 -> OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> HISTÓRIA%20CAMINHOS%20DO%20HOMEM%201%20AO%203º%20ANO%20-%20BASE -> DOCX
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Ronaldo vainfas
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Oficina de história: volume 1
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Gilberto Cotrim Bacharel e licenciado em História pela Universidade de São Paulo Mestre em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Mackenzie Professor de História e advogado Mirna Fernandes
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Geografia Espaço e identidade Levon Boligian, Andressa Alves 3 Componente curricular Geografia
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Manual do professor
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Manual do Professor História Global
DOCX -> Caminhos do homem: das origens da humanidade à construção do mundo moderno, 1º ano
DOCX -> Caminhos do homem: da era das revoluções ao Brasil no século, XIX, 2º ano


Compartilhe com seus amigos:
1   ...   140   141   142   143   144   145   146   147   ...   464


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal