Brasil, uma história


particular: mais de mil índios Oruaze, Tabajara e Copinharaém armados de arco



Baixar 2.26 Mb.
Pdf preview
Página34/193
Encontro22.07.2022
Tamanho2.26 Mb.
#24335
1   ...   30   31   32   33   34   35   36   37   ...   193
Eduardo Bueno - Brasil. Uma história

particular: mais de mil índios Oruaze, Tabajara e Copinharaém armados de arco
e flecha, e outros duzentos com espingardas. Com eles, não apenas conquistou
toda a região e venceu a resistência dos Palmares como teria participação
decisiva na terrível Guerra dos Bárbaros.
Não se sabe como eram as feições de Domingos Jorge Velho, assim como não
se conhece o rosto de Raposo Tavares, de Fernão Dias nem do Anhanguera.
Pintado por Benedito Calixto, o óleo que ilustra essa página é exemplar: feito
nos anos 30 do século XX, fez parte da série de quadros que Afonso Taunay,
diretor do Museu Paulista, encomendou para assegurar a “ornamentação” da
casa. Tais quadros constituíram o braço pictórico da fabricação do mito
bandeirante. Na vida real, os piratas do sertão não se pareciam nem um pouco


M
com heróis de Alexandre Dumas. Ainda assim, basta uma visita ao próprio
Museu Paulista para que fique claro o papel desses homens na expansão
territorial do Brasil: na “escadaria monumental”, no hall de entrada do museu,
seis estátuas representam seis bandeirantes e as seis “unidades da Federação”
que eles conquistaram: Minas Gerais, Mato Grosso, Goiás, Santa Catarina,
Paraná e Rio Grande do Sul.
AS MONÇÕES
ais do que uma mera versão fluvial das marchas sertanistas, as monções
foram um desdobramento – de certa forma uma evolução – da expansão
bandeirante. Suas características principais e mais intrigantes peculiaridades
estão resumidas a seguir:
O
QUE ERAM
: As monções eram grandes caravanas fluviais que partiam do
vilarejo de Araritaguaba – hoje chamado Porto Feliz –, na margem esquerda do
rio Tietê, a 155 quilômetros de São Paulo e, por uma estrada aquática “de mais
de mil léguas de comprido”, seguiam até Cuiabá – MT.
O

Baixar 2.26 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   30   31   32   33   34   35   36   37   ...   193




©historiapt.info 2023
enviar mensagem

    Página principal