Brasil, uma história


ÍNDIOS, DESCOBRIDORES E PIONEIROS



Baixar 2.26 Mb.
Pdf preview
Página167/193
Encontro22.07.2022
Tamanho2.26 Mb.
#24335
1   ...   163   164   165   166   167   168   169   170   ...   193
Eduardo Bueno - Brasil. Uma história
ÍNDIOS, DESCOBRIDORES E PIONEIROS
Os livros de geologia em geral são escritos em “geologês”, fato que afugenta o leitor leigo da fascinante
trama geológica. Uma boa fonte confiável e completa é Geologia do Brasil, de Setembrino Petri e Vicente
Fúlfaro (EDUSP), embora se trate de livro eminentemente técnico. Já os estudos sobre Pré-História enfim
contam com títulos que aliam rigor metodológico com ritmo narrativo e texto fluente. Os dois trabalhos
mais estimulantes sobre o tema são Arqueologia do Brasil, de André Prous (UnB), e Pré-História da Terra
Brasilis (ed. UFRJ, vários autores, org. de Maria Cristina Tenório). A eles juntou-se, recentemente, o
estimulante O Povo de Luzia – Em busca dos primeiros americanos (Globo), em que Walter Alves Neves e
Luís Beethoven Pilo contam a história do mais importante achado arqueológico do Brasil, o crânio de
Luzia.
Muito já se escreveu sobre os índios brasileiros. O livro mais abrangente é História dos índios do Brasil
(Companhia das Letras, org. Manuela C. da Cunha). A festa dos índios brasileiros na França e sua
influência no mito do bom selvagem foram estudadas por Afonso A. de Mello Franco, no delicioso O índio
brasileiro e a Revolução Francesa (José Olympio, 1937, relançado em 1999 pela Topbooks). O massacre
dos índios no período colonial foi retratado por John Hemming em Red Gold (MacMillan, 1978), que tem
edição em português. A comemoração, em abril de 2000, dos 500 anos do descobrimento oficial do Brasil
pelos portugueses levou a uma enxurrada de publicações sobre o tema. A viagem do descobrimento, de
Eduardo Bueno (Objetiva), tornou-se um best-seller, com mais de 300 mil exemplares vendidos.
Lastimavelmente, os estudos mais completos foram lançados somente em Portugal. São eles: O
descobrimento do Brasil, de Max Justo Guedes (ed. Correios de Portugal) e Pedro Álvares Cabral: uma
viagem, de Luis Adão da Fonseca (Ed. Inapa). Já a Carta de Caminha tem várias edições e estudos. As
melhores são os de Capistrano de Abreu e Jaime Cortesão. Rubem Braga fez uma bela versão da Carta (Ed.
Record) ilustrada por Carybé. O pau-brasil e a questão do nome do Brasil são analisados em três livros
fundamentais: O Brasil na lenda e na cartografia antiga, de Gustavo Barroso, e O pau-brasil na história
nacional, de Bernardino José de Sousa (ambos da col. Brasiliana, da Cia. Ed. Nacional), mais Terra de
Ibirapitanga, de A. L. Pereira Ferraz (Imprensa Nacional, 1939). Em 2002, foi lançado mais um volume
dedicado ao tema, Pau-Brasil (Axis Mundo), que reúne textos dos maiores especialistas mundiais no
assunto, sob coordenação de Eduardo Bueno. Um dos autores convidados foi Jean Marc Montaigne, autor
do fabuloso Le trafic du Brésil (edição do autor).
As viagens e a biografia de Américo Vespúcio são tema controverso. As cartas de Vespúcio foram
editadas pela Planeta, no volume Novo Mundo, com introdução e notas, e o livro A navegação de 1501 ao
Brasil e Américo Vespúcio, de Moacyr S. Pereira (Editora Asa, 1984), continua sendo uma análise instigante
sobre as misteriosas jornadas de Vespúcio. O jesuíta Herbert Wetzel traçou um bom perfil de Mem de Sá,
terceiro governador-geral (Conselho Federal de Cultura, 1972). Duas ótimas fontes gerais sobre o período
colonial são a monumental História da colonização portuguesa do Brasil (Litografia Nacional, Porto, 1921,
org. de Malheiro Dias) e Formação do Brasil colonial, de Arno e Maria José Wehling (Nova Fronteira). O
conjunto de ensaios sobre o Brasil, reunidos por Leslie Bethell em The Cambridge History of Latin
America, forma um painel elucidativo. O império luso-brasileiro, org. de Harold Johnson e Maria B. Nizza
da Silva (Estampa), e Dicionário de história da colonização portuguesa do Brasil, de Maria B. Nizza da
Silva (Verbo), também são fontes importantes para o estudo dos primórdios do Brasil. Os demais volumes


da coleção Terra Brasilis, Náufragos, traficantes e degredados, Capitães do Brasil e A Coroa, a cruz e a
espada, todos de Eduardo Bueno (Objetiva), também oferecem uma síntese sobre os primeiros 55 anos da
história dos portugueses no Brasil.

Baixar 2.26 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   163   164   165   166   167   168   169   170   ...   193




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal