Biologia Marcela Yaemi Ogo Mapa de conteúdos e recursos Volume 3 Orientações para o professor


Atividade complementar Saúde ambiental Objetivos ·



Baixar 135.06 Kb.
Página53/73
Encontro27.07.2022
Tamanho135.06 Kb.
#24380
1   ...   49   50   51   52   53   54   55   56   ...   73
Biologia 3 Orientações Professor
geografia-espa-o-e-identidade-levon-boligian-andressa-alves-3-c compress
350
Atividade complementar
Saúde ambiental
Objetivos
· Ler e interpretar o texto.
· Reconhecer a importância da Saúde Ambiental.
O ambiente pode promover a saúde positiva ou negativamente.
A partir do reconhecimento da influência dos fatores ambientais sobre a saúde e qualidade de vida do ser humano, desenvolveu-se a necessidade de estudar como isso ocorre.
A Saúde Ambiental é uma área da Saúde Pública que visa antever, prevenir e monitorar efeitos de alterações ambientais sobre a saúde humana. Sobre esse tema, leia o trecho do texto a seguir.
[...] Os indicadores ambientais podem ser definidos como uma forma de mensurar ou avaliar as pressões sobre o ambiente e a sua situação, bem como a eficácia, a eficiência e a efetividade da gestão ambiental. São indicadores que informam, principalmente, sobre a qualidade dos compartimentos ambientais (ar, água e solo), do ponto de vista físico-químico, e sobre as condições da biodiversidade. Indicadores sobre concentração e emissão de poluentes no ar, poluição orgânica e inorgânica na água e no solo, gases do efeito estufa, recursos naturais, produção de dejetos, variabilidades climáticas etc. não foram criados especificamente para apontar problemas de saúde, embora estejam relacionados direta e indiretamente a estes (CORVALÁN; BRIGGS; KJELLSTRÖM, 2000; IBGE, 2008).
Os indicadores de saúde, por sua vez, são utilizados para monitorar as condições de saúde das populações e avaliar as políticas públicas e os programas implementados; sua elaboração se iniciou com o registro sistemático de dados de mortalidade e de sobrevivência. [...] esses indicadores são condição essencial para uma análise objetiva da situação sanitária, assim como para a tomada de decisões com base em evidências e para a programação de ações em saúde. São indicadores frequentemente associados a doenças específicas (infecciosas, respiratórias, cardiovasculares etc.) e referidos a características da população, como idade, sexo, escolaridade etc. Na verdade, mensuram a doença em si (número de óbitos por doença diarreica aguda, em menores de 5 anos de idade) como uma forma de monitorar o grau de "saúde" da população (se alto ou baixo), de acordo com os valores alcançados nos parâmetros preestabelecidos. [...]
Pode-se definir um indicador de saúde ambiental como uma expressão da relação entre o ambiente e a saúde, ou, mais especificamente, entre um indicador ambiental e um indicador de saúde, acrescida do conhecimento sobre a inter-relação do quadro da situação ambiental, da exposição ambiental e dos efeitos sobre a saúde (CORVALÁN; BRIGGS; KJELLSTRÖM, 2000). Tendo por base Januzzi (2004) podemos considerar que os indicadores em saúde ambiental devem subsidiar as atividades de planejamento e formulação de políticas de saúde ambiental, bem como o monitoramento pelo poder público e pela sociedade civil das condições de vida e bem-estar associados à exposição e às situações ambientais resultante das pressões [...]
FREITAS, Carlos Machado de. Indicadores de saúde ambiental. In: BRASIL. Saúde ambiental: guia básico para construção de indicadores. Brasília: Ministério da Saúde, 2011. p. 76-77.
O aumento da produção de bens e serviços levou ao aumento da produtividade e passou a requerer mais do trabalhador, que traz consigo uma carga social, econômica, cultural, psíquica e biológica. Trabalhadores estão mais frequentemente expostos aos riscos tecnológicos e ambientais do que os mais favorecidos economicamente. Assim, segundo os princípios da Saúde Ambiental, as políticas públicas devem ser voltadas para evitar que a saúde dessas pessoas seja afetada.
Um exemplo da necessidade da Saúde Ambiental ocorreu entre as décadas de 1950 e 1960 na baía de
Minamata, no Japão. Um fábrica de fertilizantes despejou mercúrio na água, contaminando os peixes e frutos do mar, que abasteciam a população. Nessa ocasião, mais de 2 mil pessoas morreram por intoxicação.
O combate às doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti é um exemplo de política pública envolvendo a Saúde Ambiental. A proliferação desse mosquito e o aumento de casos de dengue, zika e chikungunya são um claro exemplo de problema ambiental. Recipientes que armazenam água se transformam em criadouros para esse mosquito. O excesso de resíduos depositados incorretamente em jardins e quintais tem mantido a quantidade de casos elevada.
Após a apresentação desse texto proponha, aos alunos, algumas questões para discussão. Veja algumas sugestões a seguir.

Baixar 135.06 Kb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   49   50   51   52   53   54   55   56   ...   73




©historiapt.info 2023
enviar mensagem

    Página principal