Biologia Marcela Yaemi Ogo Mapa de conteúdos e recursos Volume 3 Orientações para o professor


· Conhecer um método de estimativa de densidade populacional. ·



Baixar 135.06 Kb.
Página46/73
Encontro27.07.2022
Tamanho135.06 Kb.
#24380
1   ...   42   43   44   45   46   47   48   49   ...   73
Biologia 3 Orientações Professor
geografia-espa-o-e-identidade-levon-boligian-andressa-alves-3-c compress
· Conhecer um método de estimativa de densidade populacional.
· Estimar o tamanho de uma população hipotética, representada por feijões.
Na natureza, muitas populações são compostas de um número elevado de indivíduos ou por indivíduos distribuídos em áreas muito extensas. Essas características tornam inviável a contagem direta e completa dessas populações. Os ecólogos fazem uso de diferentes metodologias que visam estimar a densidade de determinadas populações, ou seja, calcular aproximadamente o número de indivíduos de uma espécie em determinada área. O tipo de metodologia selecionado está intimamente relacionado com as características da população a ser estudada. Quando os indivíduos são sésseis, como plantas e determinados animais marinhos, por exemplo, suas densidades podem ser estimadas por contagem de indivíduos dentro de áreas de tamanho conhecido, chamadas parcelas ou quadrat. A amostragem em quadrat ou transecção envolve a contagem de organismos de uma determinada espécie em lotes ou transecções, de um tamanho e número apropriados para ter uma estimativa da densidade na área amostrada.
LEGENDA: Pessoas fazendo o levantamento de plantas em uma área gramada, por meio do método quadrat ou de parcelas.
CRÉDITO: Martyn F. Chillmaid/SPL/Latinstock
Tendo conhecimento da densidade populacional e da área total (A t) ocupada por esse grupo de organismos no ambiente, é possível determinar o tamanho total (T) de uma população específica.
T = D P At
345
Materiais
· hastes de madeira com 30 cm de comprimento
· fita adesiva · fita métrica · lápis
· 100 feijões Procedimento
A Faça um quadrado com 4 hastes de madeira, unindo as arestas com fita adesiva.
B Com as fitas métrica e a adesiva, delimite um quadrado de 1 m2 (cada lado deve apresentar 1 metro de comprimento) no chão.
C Distribua aleatoriamente os feijões dentro da área delimitada em B, atentando apenas para que os feijões sejam distribuídos por toda a área.
D Realize amostragens na área delimitada, fazendo uso do quadrado de madeira. Anote o número de feijões em cada amostragem.
E Calcule a densidade da população em cada amostragem. F Calcule o tamanho estimado da população de feijões, por meio da fórmula T =D P A t
Comentários
Inicialmente forme grupos de cinco alunos e distribua fita adesiva e 4 hastes de madeira para cada grupo, orientando-os a confeccionar o quadrado do item A. A área de 1 m2 pode ser delimitada no pátio da escola, na quadra poliesportiva ou até mesmo dentro da sala de aula. Cada grupo irá fazer uma amostragem, ou seja, contar o número de feijões contidos em uma área de tamanho conhecido. Para isso, peça a um representante de cada grupo que posicione o quadrado feito com as hastes de madeira sobre uma região da área delimitada e efetue a contagem dos feijões localizados no interior do quadrado de madeira. As áreas selecionadas devem ser aleatórias. Para abranger diferentes regiões da área delimitada, peça ao representante de cada grupo que posicione o quadrado de madeira em regiões diferentes dos grupos anteriores. Os resultados devem ser anotados no caderno.
Finalizadas as amostragens (contagem dos feijões nos quadrats), calcule com os alunos a área do quadrado de madeira (Am) e a área do quadrado delimitado no chão ou área total ocupada pela população de feijões (At). Enfatize aos alunos que os valores devem estar na mesma unidade, ou seja, em metro. Veja a seguir.
Lm = 30 cm = 0, 3 m
Am = L P L
Am = 0, 3 P 0, 3
Am = 0, 09 m2
Lc = 1 m
At = L P L
At = 1 P 1
At = 1 m2
Caso as hastes de madeira selecionadas para a atividade sejam de tamanho diferente de 30 cm, faça as devidas correções nos cálculos.
Oriente os alunos no cálculo da densidade de feijões do quadrat de cada grupo. Relembre com os alunos a
fórmula do cálculo da densidade populacional, apresentado na página 214 deste capítulo. Oriente cada grupo a substituir n pelo número de feijões que eles contaram e "A" pela área do quadrado de madeira.
Auxilie os alunos no cálculo do tamanho populacional. Os valores obtidos por cada grupo provavelmente serão diferentes, pois a distribuição dos feijões na área total de 1 m2 foi aleatória. Enfatize aos alunos que esse método visa obter uma estimativa, ou seja, aproximação do tamanho da população de feijões. Por isso, os valores obtidos podem ser diferentes de 100, que foi o número de feijões distribuídos no início da atividade.
Se achar conveniente, comente com os alunos que,
no caso de indivíduos móveis, como a maioria dos animais, a densidade populacional pode ser estimada pelo método da marcação e recaptura ou índice de Lincoln. Esse método se baseia na quantidade de animais marcados que são recapturados em certo intervalo de tempo. Por exemplo, caso em uma primeira amostragem sejam contados e marcados 100 indivíduos e em uma segunda amostragem, dos 100, 10 já estejam marcados (recaptura), conclui-se que a população contém cerca de 1 000 indivíduos (a taxa de recaptura é de 10%).
unidade 4

Baixar 135.06 Kb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   42   43   44   45   46   47   48   49   ...   73




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal